Prazo para regularizar situação eleitoral termina em maio

Para obter o título de eleitor, o cidadão deve ir ao cartório eleitoral munido de: carteira de identidade, carteira de trabalho ou certidão de nascimento ou casamento.

No dia 9 de maio encerra-se o prazo para a retirada do título de eleitor e regularização de situação cadastral junto à Justiça Eleitoral. Até esse dia, o eleitor deverá informar qualquer alteração de dados para atualização ou solicitar transferência de domicílio eleitoral. Também é data limite para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida solicitarem transferência para uma seção eleitoral com acessibilidade.

O alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios aos brasileiros a partir dos 18 anos e facultativos aos jovens de 16 e 17 anos, aos maiores de 70 anos e aos analfabetos. Presos provisórios e os adolescentes inter­nados que não possuírem inscrição eleitoral regular deverão ser alistados ou requerer a regularização de sua situação para votar no pleito deste ano.

Para obter o título de eleitor, o cidadão deve ir ao cartório eleitoral munido de: carteira de identidade, carteira de trabalho ou certidão de nascimento ou casamento.

A apresentação da Carteira Nacional de Habilitação ou passaporte exigirá complementação documental para suprir os dados necessários à emissão do título; comprovante de residência original e recente e certificado de quitação do serviço militar para os maiores de 18 anos do sexo masculino.

Em ano eleitoral, a solicitação do título deve ocorrer até 150 dias antes do pleito. O cidadão deve requerer o título de eleitor pessoalmente no cartório eleitoral, não sendo admitida procuração.