Após cancelar duas sabatinas, Roseana Sarney deve faltar ao debate da Fiema

Roseana já faltou a duas sabatinas, uma promovida pela TV Brasil e outra pela TV Guará

A Federação das Indústrias do Estado do Maranhão promove, nesta terça-feira (4), o primeiro debate entre os candidatos ao Governo do Estado.

Pelo que tudo indica, a candidata Roseana Sarney (MDB) não deve comparecer ao debate, pelo menos é o que indica a agenda da ex-governadora que não cita o debate e mostra que, nesta terça-feira, a candidata fará apenas gravação de propaganda.

Roseana já faltou a duas sabatinas, uma promovida pela TV Brasil e outra pela TV Guará.

Coincidentemente, a única sabatina que a candidata participou foi a promovida pelo jornal O Estado do Maranhão, de sua propriedade.

Em um momento em que muitos eleitores passaram a acompanhar melhor as propostas de todos os candidatos, a ausência de Roseana nos debates sinaliza que a ex-governadora não está disposta a debater os problemas e as soluções para o Estado.

Edison Lobão lidera a corrida ao Senado, aponta Econométrica

A Econométrica ouviu 1.407 pessoas de todas as seis regiões do Maranhão

A pesquisa Econométrica divulgada, neste sábado (1°), pela TV Guará, também ouviu os eleitores sobre o cenário para o Senado Federal.

O líder de intenções de voto é o senador Edison Lobão (MDB), com 26,3%. Sarney Filho (PV) aparece em seguida com 25,7%. A deputada federal Eliziane Gama (PPS), pontuou 24%. Weverton Rocha (PDT) aparece com 20,5% e Zé Reinaldo (PSDB), tem 18,1%.

O candidato Alexandre Almeida (PSDB), pontuou apenas 9,3% das intenções de voto, seguido por Preta Lú (PSTU), com 2,2% e Samoel Campelo (PSL) com 2%. Saulo Arcangeli (PSTU) foi citado por apenas 1,6% dos eleitores e Saulo Pinto (PSOL) por 1,4%. Iego Bruno (PCB) foi citado por menos de 1% dos entrevistados.

Votos brancos e nulos somam 30,7% e o dos que não sabem ou não responderam bateu a marca de 37,5%.

A Econométrica ouviu 1.407 pessoas de todas as seis regiões do Maranhão. A pesquisa foi realizada no período entre 21 e 25 de agosto e foi registrada no TSE sob o número MA-08877/2018. O intervalo de confiança é de 95% com uma margem de erro de 2,61%.

Pesquisa Econométrica/TV Guará também mostra vitória de Flávio Dino no primeiro turno

A Econométrica ouviu 1.407 pessoas de todas as seis regiões do Maranhão

Mais um instituto de pesquisas divulgou seus números, na manhã deste sábado (1°), para a disputa ao Governo do Maranhão. Encomendado pela TV Guará, o Instituto Econométrica também aponta a vitória do governador Flávio Dino (PCdoB), no primeiro turno.

No cenário que é apresentado todos os candidato ao pesquisado, o atual governador tem 53,1% das intenções de voto, seguido por Roseana Sarney (MDB), com 28,8%. Em terceiro lugar vem o senador Roberto Rocha (PSDB), com 3,7% e Maura Jorge (PSL), tem 2,1%. Os candidatos Ramon Zapata (PSTU) e Odívio Neto (PSOL) não somaram um por cento dos entrevistados.

Os brancos e nulos somam 6,6%, os que não sabem ou não responderam 4,9%.

Quando analisados apenas os votos válidos, o governador Flávio Dino pontua 60% das intenções de voto, contra 32,5% da ex-governadora Roseana Sarney. O senador Roberto Rocha aparece com 4,2%, enquanto Maura Jorge soma 2,4%. Ramon Zapata e Odívio Neto não ultrapassaram 1%.

Segundo turno

A pesquisa também ouviu os eleitores sobre um possível segundo turno, nos dois cenários o governador Flávio Dino venceria a eleição em ambos.

Caso enfrentasse a ex-governadora Roseana Sarney, Flávio Dino teria 56,3% contra 30,8% da candidata. Brancos e nulos somam 8,2% e não sabem ou não responderam 4,7%.

Com Roberto Rocha no Cenário, Dino foi citado por 63,3% dos entrevistados enquanto o senador teria 17,3%. Brancos e nulos somam 13,1% enquanto os que não sabem ou não responderam chegam a 6,3%.

Espontânea

Na pesquisa espontânea, onde os entrevistados citam livremente os candidatos em que votam, Flávio Dino foi o mais bem colocado com 37% das citações seguido por Roseana Sarney com 16,1%. Roberto Rocha fica em terceiro com 1%.

Maura Jorge e Ramón Zapata aparecem com menos de 1%, já Odívio Neto não foi citado por nenhum dos entrevistados. Bancos e nulos somaram 4%, já o número de que não sabem ou não responderam chegou a 40%.

Rejeição

A ex-governadora Roseana Sarney lidera com 47,1% no quesito rejeição, seguida por Roberto Rocha com 26,3% e Flávio Dino com 23,4%.

Maura Jorge foi citada por 19,5%, Ramon Zapata por 17,3% e Odívio Neto por 12,7%. Os entrevistados que não sabem ou não responderam chegam a 12,1%.

Aprovação

O Governo de Flávio Dino foi aprovado por 65,2% dos entrevistados contra 31,1% dos que não aprovam a sua gestão. Apenas 3,7% não sabem ou não responderam sobre a aprovação do governo.

Ao todo, a Econométrica ouviu 1.407 pessoas de todas as seis regiões do Maranhão. A pesquisa foi realizada no período entre 21 e 25 de agosto e foi registrada no TSE sob o número MA-08877/2018. O intervalo de confiança é de 95% com uma margem de erro de 2,61%.

DataIlha e Econométrica divulgarão nova pesquisa no sábado (1)

Os números das pesquisas dos dois institutos prometem agitar o próximo final de semana

Duas novas pesquisas mostrarão como andam as intenções de voto dos maranhenses na disputa pelo Governo do Estado e Senado Federal.

Os institutos DataIlha e Econométrica já registaram suas pesquisas no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão e farão a divulgação dos números no próximo sábado (1).

O Instituto DataIlha, contratado pela TV Difusora, vai ouvir a opinião de 2037 eleitores, em 37 municípios de todas as regiões do Estado. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão com o número de protocolo MA-03940/2018.

Já a TV Guará contratou o Instituto Econométrica e também vai divulgar, no próximo sábado, seus números. Foram ouvidos 1407 eleitores entre os dias 21 e 25 deste mês. A pesquisa foi registrada no TRE-MA com o número MA-08877/2018.

Os números das pesquisas dos dois institutos prometem agitar o próximo final de semana.

“Construir escolas é a coisa mais estruturante que existe”, diz Flávio Dino na TV Guará

Desde 2015, o Governo do Maranhão já construiu e reformou mais de 800 Escolas Dignas em todas as regiões do Maranhão

O governador e candidato à reeleição Flávio Dino ressaltou nesta segunda-feira (27) que tem entregue obras de vários tipos e complexidade no Estado, incluindo rodovias e pontes. Mas ele acrescentou que as chamadas obras estruturantes não são apenas viárias.

“Não há nada mais estruturante que a educação. Construir e reformar escolas é a coisa mais estruturante que existe”, afirmou Flávio em entrevista à TV Guará.

Desde 2015, o Governo do Maranhão já construiu e reformou mais de 800 Escolas Dignas em todas as regiões do Maranhão.

Flávio também citou os oito grandes hospitais entregues por ele. E, claro, as rodovias, como a MA-034 (Buriti-bravo a Caxias) e a estrada entre Barra do Corda e Doca Bezerra. “Concluímos tantas outras estradas; em São Luís fizemos a Forquilha, o retorno do aeroporto e muitas outras obras.”

Escolas integrais

Flávio contou que, para os próximos quatro anos, a meta é chegar a 150 escolas de ensino integral. Em 2015, quando assumiu, não havia nenhuma. Hoje já são 50. Portanto, serão mais cem na próxima gestão de Flávio.

Ele acrescentou que serão também 100 unidades do IEMA, que foca no ensino profissionalizante. Atualmente são 26, entre unidades plenas e vocacionais. “Vamos chegar a cem, não tenham dúvidas. E teremos uma ênfase muito importante em idiomas. Inglês é uma ferramenta que as pessoas adquirem para o trabalho.”

Menos impostos

Na entrevista, Flávio também lembrou que, logo em 2015, reduziu impostos para as micro e pequenas empresas. A tabela do Simples – um regime tributário para esse setor – estava congelada havia anos.

“Os pequenos empresários estavam pagando mais tributos do que deveriam. Mandamos um projeto de lei para a Assembleia Legislativa e reduzimos as alíquotas”, disse Flávio.

Além disso, também foi colocado em prática o programa Moto Legal, que regulariza a situação das motocicletas com R$ 50 por ano. Isso significa menos IPVA e licenciamento mais barato para os motoqueiros.

Para os próximos anos, o plano de governo de Flávio prevê novas reduções de imposto: “Vamos reduzir ainda mais, inclusive criando uma faixa de isenção que hoje não existe”.

“As micro e pequenas empresas são 95% do total no Maranhão. Em vez de privilegiar 100 empresas, como era feito no passado”, estou beneficiando 100 mil empresas”, disse o governador.

Sabatinas e entrevistas começam com candidatos ao Governo do Maranhão

A TV Guará também deve organizar uma série de entrevista com os candidatos ao Governo e ao Senado no jornal Maranhão Acontece

Após o início da campanha eleitoral, no último dia 16, os veículos de comunicação começam a maratona de sabatinas e entrevistas com os candidatos ao Governo do Estado. Esse será o momento perfeito para que os eleitores comparem as propostas e escolham o melhor candidato a governador.

O primeiro a iniciar com as sabatinas será o jornal O Estado do Maranhão. Nesta segunda-feira (20), o primeiro sabatinado será o candidato Ramon Zapata (PSTU). Na terça-feira (21), será a vez do candidato do PSOL, o engenheiro Odívio Neto. O terceiro candidato, o senador Roberto Rocha (PSDB), será sabatinado na quarta-feira (22). Em seguida, na quinta-feira (23), será a vez do governador Flávio Dino (PCdoB). Na sexta-feira (24), será a vez da candidata Maura Jorge (PSL). As sabatinas serão encerradas na segunda-feira (27), com a candidata Roseana Sarney (MDB).

A TV Guará também deve organizar uma série de entrevista com os candidatos ao Governo e ao Senado no jornal Maranhão Acontece. As sabatinas com todos os nomes começando a partir da próxima segunda-feira (27) das 19h às 20h.

Pesquisa Exata/TV Guará: Edivaldo cresce e tem 57%; Braide despenca e está com 43%

John Cutrim

guara2810

Pesquisa Exata contratada pela TV Guará e divulgada nesta sexta-feira (28) mostra uma vantagem de quatorze pontos percentuais de Edivaldo Holanda Júnior (PDT) sobre Eduardo Braide (PMN).

De acordo com o levantamento, Edivaldo tem 57% dos votos válidos, contra 43% de Braide.

A pesquisa Exata/TV Guará ouviu 800 pessoas entre os dias 25 e 27 de outubro e está registrada na Justiça Eleitoral sob o número nº MA-04457/2016. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos e o grau de confiabilidade é de 95%.

Rejeição

A pesquisa Exata/TV Guará apontou o candidato Eduardo Braide como o mais rejeitado pelo eleitor. 42% dos entrevistados disseram que não votariam de jeito nenhum em Braide. Já 34% declararam não votar em Edivaldo Holanda Júnior.

Aprovação

Ainda de acordo com a Exata/TV Guará, o governo Flávio Dino continua bem avaliado em São Luís, sendo aprovado por 60% da população.

Pesquisa Exata/TV Guará confirma crescimento de Edivaldo e queda de Braide que tem maior rejeição

pesquisa-guara2710 pesquisa-guaradois2710

Contratada pela TV Guará, a pesquisa do Instituto Exata  mostra o candidato Edivaldo Holanda Júnior (PDT) com uma liderança de  dez pontos de vantagem. Assim como em outros levantamentos, feitos no segundo turno, a amostragem confirmou a tendência de crescimento do prefeito e queda de Eduardo Braide (PMN) que tem a maior rejeição neste segundo turno.

Se considerados os votos válidos, Edivaldo tem 55% contra 45% de Eduardo Braide. A pesquisa Exata/TV Guará ouviu 800 pessoas entre os dias 19 e 21 de outubro e está registrada na Justiça Eleitoral sob o número MA-08089/2016. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos e o grau de confiabilidade é de 95%.

Rejeição de Braide aumenta bastante

rejeicao2710

Braide também já é o mais rejeitado na pesquisa Exata e atinge patamares que impossibilitam o avanço para ser eleito. O candidato do PMN é rejeitado por 51%, enquanto Edivaldo é rejeitado por 35%. Poderiam votar nos dois 19% e 5% não votam em nenhum.

Aprovação do governo Flávio

A aprovação do governo Flávio Dino alcance ótimo patamar, de acordo com a Exata. O governo do comunista é aprovado por 62% dos ludovicenses, enquanto 33% não aprovam.

“Tio Fábio” “alifineta” candidato WC em sabatina…

Sabatinado pela TV Guará e pelo Jornal Pequeno, o candidato do PMDB a prefeito de São Luís, vereador Fábio Câmara (PMDB), mais conhecido agora como “Tio Fábio”, com a campanha eleitoral, fez duras críticas ao candidato do PP, deputado estadual Wellington do Curso (WC), por ter omitido a propriedade do curso, que fundou, ao Exército.

Para Fábio Câmara, WC enganou o Exército. O vereador questionou o perfil do deputado para administrar São Luís. Veja no vídeo.