Nas eleições, prefeito de Imperatriz apoia Roseana, mas em vídeo aparece elogiando Dino

Parece que o prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, muda de opinião como quem troca de roupa. No segundo programa de TV de Roseana Sarney, candidata ao governo pelo seu partido, o PMDB, Assis declara total apoio à eleição da ex-governadora.

No entanto, em vídeo que circula nas redes sociais antes mesmo do período eleitoral, Assis aparece rasgando elogios à gestão Flávio Dino, principal adversário da filha do oligarca José Sarney.

Desde 2016, quando assumiu a Prefeitura da maior cidade da região sul do Maranhão, o delegado-prefeito sempre procurou o governador em busca de parcerias para Imperatriz, assim foi no caso da UemaSul e da Beira-Rio, obras inauguradas na gestão Dino e que contaram com a participação de Assis Ramos nas inaugurações.

Ao contrário do que diz no programa de Roseana, no vídeo da entrega da Beira-Rio, o prefeito de Imperatriz admite que “o governador Flávio Dino tem trabalhado por Imperatriz” e tem certeza que “o povo reconhece” as ações do comunista na cidade.

Criação da UemaSul foi um dos compromissos cumpridos por Flávio Dino, afirma G1

De acordo com o G1, do Grupo Globo, Flávio cumpriu ou está cumprindo 95% de todo o Plano de Governo apresentado em 2014

O levantamento do portal G1 mostrando que Flávio Dino é o governador de todo o país que mais cumpriu compromissos de campanha mapeou ações em diversas áreas, entre elas a Educação. A UemaSul aparece como uma das propostas feitas e executadas.

De acordo com o G1, do Grupo Globo, Flávio cumpriu ou está cumprindo 95% de todo o Plano de Governo apresentado em 2014.

Na ocasião, ele se comprometeu a criar universidades estaduais regionalizadas, com orçamento próprio e autonomia administrativa.

O G1 mostra que “a Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UemaSul) foi criada. Desde 2017, há um campus em Açailândia e dois campi em Imperatriz. Em Imperatriz, ainda deve ser construído mais um campus para o curso de medicina. A previsão de conclusão das obras do campus do município de Estreito é 2019.”

Imperatriz: Curso de Medicina será implantado na Uemasul

O evento também registrou a posse da reitora Elizabeth Nunes Fernandes, e o vice-reitor, Expedito Barroso, da Uemasul. Eles estavam em regime Pro Tempore e agora assumem efetivamente o quadriênio até 2021.

Em visita a Imperatriz nesta sexta-feira (2), o governador Flávio Dino (PcdoB) anunciou a criação do Centro de Ciências e Saúde da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (Uemasul).

Na ocasião, Dino ressaltou a implantação do curso de medicina no Campus de Imperatriz e afirmou que até o final de março o conselho universitário da Uemasul aprovará o projeto de Lei que cria o Centro de Ciências da Saúde.

De acordo com a assessoria do governador, o projeto será enviado para a Assembleia e a implantação será para o próximo ano.

Durante o evento, também foi empossada a reitora Elizabeth Nunes Fernandes, e o vice-reitor, Expedito Barroso, da Uemasul. Eles estavam em regime Pro Tempore e agora assumem efetivamente o quadriênio até 2021.

Por unanimidade, Assembleia Legislativa aprova criação da UemaSul

Por unanimidade, os parlamentares acolheram o PL 006/2016, de autoria do Poder Executivo

Os parlamentares acolheram o PL 006/2016, de autoria do Poder Executivo

Os deputados estaduais aprovaram, na sessão plenária desta quarta-feira (26), o Projeto de Lei (PL) que dispõe sobre a criação da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UemaSul). Por unanimidade, os parlamentares acolheram o PL 006/2016, de autoria do Poder Executivo, que agora segue para sanção do Governo do Estado.

A mensagem encaminhada pelo governador Flávio Dino aos deputados estaduais ressalta que o objetivo da UemaSul em garantir maior acesso ao ensino superior de qualidade à população maranhense que vive na Região Tocantina do estado, a partir de uma atuação educacional eficiente.

“O projeto leva em conta a grande extensão territorial do Maranhão, recomendando uma maior proximidade entre os gestores universitários e uma realidade regional tão singular e relevante para o estado”, pontua a mensagem encaminhada ao Legislativo.

De acordo com o deputado Marco Aurélio, há mais de 20 anos que a comunidade acadêmica da Região Tocantina luta e espera por esse momento de autonomia para a Universidade Estadual da Região Sul. Ele ressaltou que a atual dependência da Uema de Imperatriz da reitoria, que fica localizada em São Luís, retarda o desenvolvimento universitário para a região.

“Nós vamos ganhar uma reitoria presente. Vendo as necessidades e sendo cobrados todos os dias pela comunidade acadêmica. Coisa que é uma distância tão grande, não só os 630 km de distância, mas o distanciamento institucional, acima de tudo. O que temos a ganhar? A nossa liberdade como região, o fortalecimento do nosso ensino superior”, disse o parlamentar em discurso no plenário.

Quem também enfatizou os ganhos com a aprovação da criação da UemaSul foi o deputado Bira do Pindaré. Segundo o parlamentar, só quem não conhece a Região do Sul do Maranhão é que pode ser contra uma proposição como essa.

“Tenho certeza que vai ser uma experiência exitosa. Eu não posso crer que o Ceará tenha universidade regional, que Paraíba tenha universidade regional, que Pernambuco tenha universidade regional, que o Pará e o Piauí tenham e alguém quer me convencer que o Maranhão, não pode ter Universidade Regional”, explicou Bira.

UemaSul

Além de objetivar o desenvolvimento de acordo com a vocação produtiva da região, o projeto de lei garante autonomia administrativa à nova Universidade. De acordo com o texto enviado à Assembleia, todos os bens imóveis e móveis atualmente pertencentes à Universidade Estadual do Maranhão (Uema) na região passam a fazer parte do patrimônio da UemaSul e serão aplicados de acordo com as especificidades da localidade.

O projeto especifica ainda que a lista de municípios que será atendida pela nova universidade será fixada em decreto posterior à aprovação da lei.