Fábio Gentil e 15 vereadores de Caxias declaram apoio à reeleição de Flávio Dino

Com a decisão de Fábio Gentil, Flávio Dino conta com o apoio dos dois maiores grupos políticos de Caxias e encaminha-se para ter uma das maiores votações do Leste Maranhense

O prefeito Fábio Gentil (PRB) e mais 15 vereadores da cidade de Caxias declararam, nesta segunda-feira (25), apoio à reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB).

A cidade de Caxias já deu votações expressivas ao governador Flávio Dino, que sempre contou com o apoio da família Coutinho, liderada pelo ex-presidente da Assembleia Legislativa, Humberto Coutinho, falecido em janeiro, e pelo ex-prefeito de Caxias, Léo Coutinho, derrotado na última eleição para prefeito.

Com a decisão de Fábio Gentil, Flávio Dino conta com o apoio dos dois maiores grupos políticos de Caxias e encaminha-se para ter uma das maiores votações do Leste Maranhense.

A declaração de Fábio Gentil também deixa o ex-prefeito Paulo Marinho isolado em Caxias. A família deve apoiar a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) ou o senador Roberto Rocha (PSDB) para o governo.

A reunião contou com a presença dos pré-candidatos ao Senado Federal Eliziane Gama (PPS) e Weverton Rocha (PDT), além de Márcio Jerry, presidente estadual do PCdoB, secretários de estado e municipais de Caxias.

Deputados participam do “Encontro de Legisladores Municipais” e estreitam relações com vereadores…

Encontro de Vereadores movimentou Assembleia Legislativa nesta quinta

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), prestigiou a abertura do “Encontro de Legisladores Municipais”, nesta quinta-feira (5), no auditório Neiva Moreira do Complexo de Comunicação da Alema. O evento foi promovido pela União dos Vereadores e Câmaras do Maranhão (UVCM), presidido pelo vereador Asaf Sobrinho, em parceria com a União dos Vereadores do Brasil (UVB), a Assembleia e o TCE.

O Encontro contou com a participação de deputados estaduais, dezenas de vereadores e do presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Caldas Furtado. Os parlamentares destacaram a importância do Encontro, realizado para estreitar os laços entre legisladores municipais e estaduais com técnicos da Assembleia e do TCE que abordaram temas como normas legislativas e prestação de contas.

Othelino Neto, que recebeu a Medalha do Mérito Municipalista, durante o evento, das mãos do presidente da UVCM, enfatizou a importância da parceria. “É razão de grande satisfação ser parceiro na realização deste Encontro, que serve como troca de experiências, de informações com os vereadores maranhenses. Todos nós deputados sabemos das dificuldades que enfrentam os vereadores no exercício de seus mandatos”, afirmou.

Mais apoio

De acordo com o presidente da Assembleia, “é importante os políticos estarem reunidos nesse momento de crises “Eu tenho orgulho de ser político, de ser deputado estadual, e que vocês tenham muito orgulho de serem vereadores, representantes de seus municípios”, enfatizou.

Ao falar em nome dos demais deputados estaduais presentes, Rigo Teles, que vai apresentar um projeto tornando de utilidade pública a entidade que congrega os vereadores maranhenses, enfatizou a importância da classe. “São os vereadores que conhecem, em maior grau, os problemas locais porque convivem diariamente com as questões enfrentadas pelos cidadãos. Eles são o advogado, o motorista para transportar os doentes ao hospital; e sei da dificuldade financeira que enfrentam, sem diárias, e vieram com recursos próprios para o Encontro”, assegurou.

O líder do Governo na Assembleia, deputado Rogério Cafeteira, foi um dos parlamentares presentes que comentaram a realização do Encontro. “Foi positivo e importante essa interação entre legisladores municipais e estaduais para transmitir informações, com a presença do TCE, não só para fiscalizar, mas para orientar os presidentes de Câmaras no sentido de fazer uma prestação de contas dentro das regras”, disse.

Os demais deputados presentes – Vinícius Louro (PP), Valéria Macedo (PDT), Bira do Pindaré (PSB), Marco Aurélio (PCdoB) e Wellington do Curso (sem partido) – defenderam também o fortalecimento do legislador municipal e a valorização da categoria.

Parceria elogiada

O presidente da União dos Vereadores e Câmaras do Maranhão, Asaf Sobrinho, agradeceu a participação dos deputados e técnicos e disse que o presidente Othelino Neto, por ter feito a parceria institucional que permitiu a realização do Encontro. “A parceria institucional aconteceu graças à visão municipalista do presidente Othelino Neto, que abraçou a ideia e abriu as portas da Assembleia. Eu compreendi sua sensibilidade ao saber que o senhor é auditor fiscal do TCE e vivenciou de perto os problemas enfrentados pelos vereadores”, contou o presidente da entidade, que é vereador em São Pedro dos Crentes. A vice-presidente da entidade, Regilda Santos, que é vereadora por Bacabal, agradeceu também ao presidente da Assembleia pela parceria.

O diretor de Administra da Assembleia, Antino Noleto, e o consultor legislativo da Assembleia, José Anderson Rocha, participaram também do evento como palestrantes sobre legislação e prestação de contas.

Entre os assuntos debatidos no Encontro estão 13º salário, verba indenizatória e transferência de gestão nas câmaras municipais, fortalecimento do Poder Legislativo, valorização dos vereadores, estímulo à participação da mulher na política e práticas legislativas.

Cutrim denuncia supostos crimes de extorsão e compra de votos entre vereadores…

Deputado Raimundo Cutrim fez graves de núncias na tribuna da Assembleia

O deputado estadual Raimundo Cutrim (PCdoB) alertou sobre possíveis extorsões que estariam ocorrendo em  municípios maranhenses, envolvendo, principalmente, a compra de votos durante os pleitos eleitorais. Um dos casos citados por Raimundo Cutrim, foi o de Centro Novo do Guilherme, onde, segundo ele, uma vereadora – de nome não revelado – afirmou que a eleição para a presidência da Câmara Municipal teria sido comprada.

“Eu acredito que o Ministério Público deve estar pedindo a anulação daquela eleição de presidente da Câmara, tendo em vista que a vereadora disse que foi uma eleição comprada, provada e comprovada mediante a própria declaração feita por ela”, afirmou Raimundo Cutrim.

Outra denúncia feita pelo deputado é referente ao município de Porto Franco. Ele contou que no dia 19 de abril deste ano, a vereadora Nalva (PSD), juntamente com  Rubens, Gedon, Elias;  os vereadores ligados ao prefeito Nelson (PDB); o presidente da Câmara Municipal,  Felipe, reuniram-se em um almoço na cidade de Imperatriz, onde foram debatidos vários assuntos referentes à administração municipal.

A principal reclamação se referia à ausência do prefeito Felipe. A professora e vereadora Nalva  disse que o prefeito estava ausente dos vereadores e precisavam conversar e forma harmoniosa.

Passados 36 dias, lembrou o deputado, o prefeito não cedeu àquela pressão e no dia 25 de maio desse ano, A vereadora Nalva  resolveu levar aquele fato à imprensa. “Ao analisar a conversa verificou-se que os fatos não passaram de uma tentativa de extorsão dela e de outro vereador querendo extorquir  o prefeito e o erário público”, finalizou Raimundo Cutrim.

Os casos denunciados são gravíssimos e carecem de investigação.

Vereadores presos por suspeita de corrupção e associação criminosa em Centro Novo do Maranhão

Vereadores devem permanecer presos por, pleo menos, cinco dias

O Poder Judiciário determinou a prisão temporária, por cinco dias, dos vereadores de Centro Novo do Maranhão, Robevânia Maria da Silva (PR) e Sinomar Farias Vieira (PMDB), conhecido como Mazinho. O pedido foi feito pelo Ministério Público do Maranhão. Os parlamentares são suspeitos da prática dos crimes de corrupção e associação criminosa.

Além dos mandados de prisão cumpridos na manhã desta terça-feira, 27, por membros do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e do Departamento Estadual de Combate à Corrupção (Deccor) da Polícia Civil, foram cumpridos mandados de busca e apreensão na residência dos dois vereadores e de um terceiro, Evaldo Chaves de França, conhecido como Neto da Agricultura.

Os vereadores também foram afastados das funções parlamentares e proibidos de manter contato entre si ou com qualquer outro vereador de Centro Novo do Maranhão até nova deliberação judicial.

Segundo o MP, a eleição da mesa diretora da Câmara Municipal foi manipulada pelo pagamento a outros vereadores, com a suspeita de participação de agiotas na transação criminosa.

Robevânia Silva teria recebido R$ 40 mil do presidente do Poder Legislativo municipal, Sinomar Vieira, para pagar agiotas e votar nele. Evaldo França também teria recebido vantagens financeiras.

Os promotores de justiça tiveram acesso a uma gravação em que a vereadora admite o recebimento do dinheiro e a negociação com agiotas com o objetivo de intervir na eleição da mesa diretora da Câmara Municipal.

“Os R$ 40 mil que eu peguei do Mazinho na Câmara só deu pra pagar dois agiotas. O dinheiro que eu tirei pra mim foi só R$ 8 mil pra poder tirar esse carro pra mim (sic)não andar a pé, que isso era uma vergonha de o vereador sair de quase dois mandatos e sair a pé(…)”, afirmou a vereadora Robevânia Silva, flagrada na gravação.

Os pedidos de prisão e afastamento foram assinados pelos promotores de justiça Saulo Jerônimo Leite Barbosa de Almeida e André Charles Martins Alcântara Oliveira, titulares da Comarca de Maracaçumé, da qual Centro Novo do Maranhão é Termo Judiciário.

Os membros do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) também assinaram a manifestação. A decisão é do juiz Rômulo Lago e Cruz.

“O fato em questão trata de eleição para a escolha do presidente do parlamento municipal, responsável, entre outras atribuições, pela fiscalização da gestão municipal, e que os fatos noticiados e as provas até então colhidas, indicam o viés criminoso dos envolvidos, manipulando a citada eleição através da compra e venda de parlamentares”, destacam, os promotores de justiça, na manifestação ministerial.

Conheça os vereadores eleitos de São Luís…

Raimundo Penha chega para o seu primeiro mandato na Câmara Municipal de São Luís

Raimundo Penha chega para o seu primeiro mandato na Câmara Municipal de São Luís

A eleição em São Luís para a Câmara Municipal teve surpresas e reeleições. Confira quem inicia um mandato no Legislativo a partir de janeiro.

 

Osmar Filho (PDT) – 9.809
Astro de Ogum (PR) – 9.703
Pavão Filho (PDT) – 8.511
Raimundo Penha (PDT) – 8.068
Marquinhos (DEM) – 7.489
Beto Castro (PROS) – 6.663
Aldir Júnior (PR) – 6.392
Ivaldo Rodrigues (PDT) – 5.115
Marcelo Poeta (PC do B) – 4.920
Fátima Araújo (PC do B) – 4.892
Bárbara Soeiro (PSC) – 4.420
Ricardo Diniz (PC do B) – 4.205
Pedro Lucas Fernandes (PTB) – 9.049
Marcial Lima (PEN) – 5.007
Concita Pinto (PEN) – 4.426
Nato Júnior (PP) – 6.514
Estevão Aragão (PSB) – 4.942
Chaguinhas (PP) – 4.879
Dr. Gutemberg (PSDB) – 4.811
Umbelino Júnior (PPS) – 4.619
Josué Pinheiro (PSDB) – 4.350
Honorato Fernandes (PT) – 4.609
Edmilson Jansen (PTC) – 4.108
Professor Sá Marques (PHS) – 4.685
Edson Gaguinho (PHS) – 4.028
Chico Carvalho (PSL) – 5.784
Pereirinha (PSL) – 4.943
Genival Alves (PRTB) – 3.030
Silvino Abreu (PRTB) – 2.233
Afonso Manoel (PMDB) – 8.057
Cézar Bombeiro (PSD) – 2.248

Eleições se aproximam e vereadores tentam “faturar” votos com obras do governo

IMG-20151220-WA0000

IMG-20151215-WA0001

Estêvão Aragão e Nato também tentam tirar “farpinha” das obras do ” Mais Asfalto”

O vereador Ricardo Diniz ( PHS ) voltou a utilizar as redes sociais para tentar faturar, politicamente, com as obras do programa ” Mais Asfalto ” no bairro do Coroadinho. Ele publicou post, onde fala até do andamento dos serviços como se fosse o secretário de Obras, o próprio governador Flávio Dino ( PCdoB) ou o prefeito de São Luís,  Edivaldo Holanda Jr ( PDT ).

Na maior cara dura, Ricardo Diniz tenta passar para a população que é ele o responsável  pelas obras, que são realizadas pelo governo Flávio Dino em parceria com a Prefeitura de São Luís.  Ainda posta fotos das ruas, onde acontecem as intervenções.

Também tentando tirar uma “casquinha” do Mais Asfalto, os vereadores Nato (PRB) e Estêvão Aragão (SD) estiveram presentes no lançamento do programa no Coroadinho, na semana passada. Ficaram tão sem jeito que nem sabiam como se aproximar dos demais. Batem forte no prefeito a agora tentam tirar uma “farpinha” das obras. No bairro, são conhecidos como políticos que só aparecem em período próximo às eleições.

Só muito óleo de peroba!

Presidente do TCE reúne-se com vereadores

reunião entre vereadores  e TCE

reunião entre vereadores e TCE

O presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Jorge Pavão, recebeu, em seu gabinete, a visita do presidente da Associação Brasileira de Câmaras Municipais (Abracam), Rogério Rodrigues, acompanhado de comitiva formada por vereadores da Câmara Municipal de São Luís.

O principal objetivo da audiência, segundo o titular da Abracam, foi de estabelecer uma interlocução mais efetiva entre a Câmara de São Luís e a corte de contas do Estado, para que o trabalho de ambos seja preventivo, acompanhando a linha de ação pedagógica adotada pelo TCE.

Participaram também da reunião, os vereadores Astro de Ogum (presidente da Câmara de Sâo Luís), Chico Carvalho, Isaías Pereirinha, José Joaquim, Josué Pinheiro e professor Lisboa, além do procurador da Câmara, Valter Cruz, e seu adjunto, Samuel Melo. Pelo TCE, acompanharam a audiência os conselheiros Caldas Furtado e Melquizedeque Nava Neto.

TCE orienta vereadores sobre prestação de contas

Vereadores receberam orientações sobre prestação de contas

Vereadores receberam orientações sobre prestação de contas

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA) realizou, nesta quinta-feira (12), o seminário “Prestações de Contas – problemas e soluções”. O evento, realizado por intermédio da Escola Superior de Controle Externo, foi direcionado aos vereadores, assessores responsáveis pela prestação de contas e diretores dos legislativos municipais de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa.

No seminário, foram tratados vários temas como fixação de subsídios dos vereadores, limite de gastos com despesas de pessoal, vedação ao pagamento de verba de representação, base de cálculo para o repasse das câmaras, ausência de movimentação bancária nos pagamentos das câmaras e processos licitatórios, entre outros assuntos relativos às prestações de contas dos legislativos municipais.

Em sua fala durante a abertura dos trabalhos, o presidente do TCE, conselheiro Jorge Pavão, destacou a importância da ação pedagógica como forma de prevenir eventuais erros que podem resultar em desaprovação de contas e que por muitas vezes não resultam de má-fé, mas da falta de qualificação das equipes. Ele ressaltou a importância de encontros dessa natureza.

Para o presidente do parlamento municipal, vereador Astro de Ogum, além de promover o processo de requalificação dos servidores, o seminário teve como objetivo aproximar os legislativos da corte de contas maranhense.