Após acidente, Golden Park é interditado em São Luís

Golden Park está interditado

Golden Park está interditado

O Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Maranhão (Procon) interditou, por tempo indeterminado, o Golden Park, na tarde desta terça-feira (15). A vistoria foi realizada em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) e o Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (INMEQ), após acidente ocorrido na noite da última segunda-feira (14), em que mãe e filha foram lançadas de um dos brinquedos.

O Procon identificou que não há comprovação de que o consumidor esteja seguro, não existem placas informativas de contra indicação de uso do brinquedo, como a altura mínima e peso, por exemplo. Conforme o presidente do órgão, Duarte Júnior, que acompanhou a fiscalização, após a notificação a empresa tem um prazo de dez dias para apresentar a defesa e toda a documentação necessária.

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, compete a eles a fiscalização quanto à segurança contra incêndio e pânico, as questões preventivas, como extintores, sinalizações e rotas de fuga. “A questão mecânica e do funcionamento dos brinquedos é feita por um responsável técnico, no caso um engenheiro”, explicou o 1º Tenente Wellington Nadson.

O Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (Inmeq) vistoriou os equipamentos de primeiros socorros do Golden Park e constatou que o parque de diversão não possui desfibrilador e o aparelho de aferição de pressão arterial apresentava irregularidade.

Justiça condena Prefeitura de Santa Luzia a construir estradas

ADes. Jorge Rachid manteve ordem para recuperar estradas (Foto: Ribamar Pinheiro)

ADes. Jorge Rachid manteve ordem para recuperar estradas (Foto: Ribamar Pinheiro)

A 1ª Câmara Cível do TJMA manteve sentença da juíza Marcelle Farias da Silva, da comarca de Santa Luzia, para condenar o Município a realizar, no prazo de 180 dias após o trânsito em julgado da decisão, obra pública de recuperação das pontes existentes nas estradas que ligam os povoados de São Domingos e Campo Grande à zona urbana de Santa Luzia. A multa pelo descumprimento da medida é de R$ 100 mil, recaindo sobre a pessoa do gestor responsável pela obra, conforme decisão da 1ª Câmara Cível.
O Ministério Público Estadual (MPMA) propôs ação civil pública contra o Município, denunciando péssimas condições estruturais nas pontes que ligam os dois povoados à zona urbana, destacando riscos de isolamento, além de sério e iminente risco de vida aos moradores.
O Município recorreu da sentença, alegando que houve ofensa ao princípio da separação dos poderes, e pedindo redução da multa. Afirmou ainda, que já firmara convênio com a Secretaria de Infraestrutura para recuperação de 42 km de estradas vicinais.
O relator do recurso, desembargador Jorge Rachid, considerou incontroversas as condições precárias em que se encontram as pontes desde 2010, com risco de danos e, inclusive, já tendo ocorrido alguns acidentes. Ele rejeitou as alegações do Município, observando que a celebração de convênio não é suficiente para atestar que as obras estão sendo ou serão realizadas, posto não haver prova no processo.
“É lícito ao Poder Judiciário, ao se deparar com lesão a direito fundamental – como no caso, à liberdade de locomoção -, apreciar e intervir na questão, uma vez que as irregularidades constatadas põem em risco a vida da população”, observou.

Iniciada a pavimentação de avenida interbairro entre Barramar e Altos do Calhau

Avenida Interbairros vai permitir mais mobilidade na região

Avenida Interbairros vai permitir mais mobilidade na região

A Avenida São Bento, que integra o Programa Interbairros, em São Luís, começou a receber os serviços de pavimentação asfáltica, abrindo novo acesso entre os bairros Barramar e Altos do Calhau, passando pelas avenidas dos Holandeses, Luís Eduardo Magalhães e Santo Antônio. A obra faz parte do conjunto de ações que vêm sendo realizadas na parceria entre Prefeitura e governo Flávio Dino.

Segundo informações da Secretaria de Comunicação (Secom), mais de 21 km de vias serão construídos com o objetivo de criar vias alternativas e paralelas para desafogar os grandes corredores de fluxo intenso da cidade.

Entre os bairros contemplados com a construção das 14 vias interbairros estão Vila Embratel, Vila Maranhão, Jardim São Cristóvão, João Paulo, Divineia, Turu, Vinhais, Cidade Operária, Cohama, Vila Conceição, Angelim, Parque Sabiá e Itapiracó. A previsão para a conclusão das obras, planejadas pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e que estão sendo executadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), é de seis meses.

VÍDEO – Othelino enquadra Wellington do Curso II

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) deu uma verdadeira enquadrada no pepessista Wellington do Curso na sessão desta terça-feira (15). Antecipando os embates eleitorais pró-Eliziane Gama, o professor tem se comportado como vereador de São Luís na Assembleia Legislativa e foi deselegante  e até desrespeitoso com a Mesa Diretora da Casa que rejeitou um requerimento, de sua autoria, que pedia ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) auditoria no processo administrativo de contratação do Instituto Superior de Educação Continuada – ISEC – pela Prefeitura de São Luís.

Marinheiro de primeira viagem, o deputado poderia ter encaminhado  o requerimento direto ao TCE, que é um órgão auxiliar da Assembleia Legislativa, ou ter pedido para ser apreciado e discutido em plenário. Se encaminhar direto à Mesa, ela se manifesta sem necessidade de debate. Parece que só depois o parlamentar foi informado desses trâmites, pois, na própria tribuna, ele disse que, se o pedido não foi pela Assembleia, iria encaminhar pelo gabinete.

Desnecessária a forma como Wellington se indispôs com a Mesa Diretora ao tentar constrangê-la por ter desaprovado o pedido, já que poderia ter chegado ao seu objetivo com requerimento direto ao TCE ou proposição para apreciação do plenário. O pronunciamento truculento contra a Mesa Diretora foi rebatido, logo em seguida, pelo deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) que presidia a sessão nesta terça-feira (15).

Othelino disse que respeita o direito de Wellington de pedir informações, auditoria e de se pronunciar na tribuna sobre o que quiser, mas que ele tem por obrigação respeitar as decisões da Mesa Diretora. “Respeite a decisão dos seus colegas. A Mesa tem a prerrogativa de aprovar, se entender que deve, e desaprovar se entender que não”, enquadrou.

VEJA TRECHO DO DISCURSO DE WELLINGTON DO CURSO

ATENÇÃO, PROCON! Cabaré de luxo vai vender champagne a R$ 1.500 em São Luís

Menu mostra preços bem salgados para bebidas e comidas

Menu mostra preços bem salgados para bebidas e comidas

Inauguração do "clube noturno" está marcada para os dias 17, 18 e 19 de setembro

Inauguração do “clube noturno” está marcada para os dias 17, 18 e 19 de setembro

A inauguração do Clube Noturno Crystal – nos dias 17, 18 e 19 de setembro -, na avenida Eduardo Magalhães (área nobre), em São Luís, está causando o maior frisson em grupos do aplicativo WhatsApp. O que mais chama atenção são os preços do menu da luxuosa casa noturna.

Uma garrafa de champagne “Dom Perignon” custará R$ 1.500. Um simples tira-gosto de azeitona R$ 38,00. Outro prato para acompanhar bebidas: o peixe pintado, R$ 65,00. Uma garrafa de vinho Santa Helena, R$ 280,00 e por aí segue, de acordo com a foto do menu acima, enviada para o blog.

Se o menu de comidas e bebidas causou tanto impacto, imagina quando sair a “tabela” dos demais “serviços” oferecidos pela luxuosa casa noturna. Entre as atrações estão “streep-teases” de meia em meia hora.

Em um dos grupos de WhatsApp, um participante disse que a “boate está inflacionando o mercado” e que, ao final da noitada, o cara vai “sair de tanga” de lá, já que vai querer beber, comer um tira-gosto e outras coisas mais.

E em tempos de crise econômica…

Acidente em parque de diversões deixa feridos em São Luís

G1

Acidente envolveu mãe e filha

Acidente envolveu mãe e filha

Um acidente aconteceu no parque de diversões instalado no Centro Histórico de São Luís, na noite desta segunda-feira (14). Segundo testemunhas, mãe e filha estavam no brinquedo chamado “Polvo”, quando acabaram sendo arremessadas da plataforma. Funcionários do Golden Park não se pronunciaram sobre o incidente.

As vítimas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Luzivânia Brito, 39 anos, estava com dores pelo corpo, principalmente na região da cabeça. A menina de oito anos sofreu apenas ferimentos leves. Ela sofreu escoriações pelo corpo.

De acordo com familiares, Luzivânia foi encaminhada para o Hospital Clementino Moura (Socorrão II) por ter suspeita de fraturas pelo corpo. Ao G1, a assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros informou que o comandante enviou uma equipe da Diretoria de Atividades Técnicas fosse ao local para vistoriar o brinquedo.