MENTIRA TEM PERNAS CURTAS! Adriano Sarney desmascara Eduardo Braide e diz que candidato buscou sim apoio de seu grupo

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) foi à tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão desta terça-feira (18), e disse que o candidato do PMN à Prefeitura de São Luís, Eduardo Braide, mente, no horário eleitoral, ao dizer que nunca buscou o apoio da família Sarney ou de outros partidos, tentando-se passar por “independente”.

“O meu compromisso não é com aqueles que querem se dar bem passando para o público, passando para aqueles que votam e que decidem quem vai governar o nosso município, a capital deste Estado. E que mente ao dizer que é independente, que nunca buscou o apoio de nenhum partido político, de nenhum grupo político’.

Segundo o parlamentar, no primeiro turno, Eduardo Braide foi à casa da ex-governadora Roseana Sarney, pessoalmente, pedir-lhe apoio, assim como se dirigiu ao presidente do PMDB, João Alberto, para o mesmo. Mas, agora, de acordo com Adriano Sarney, por oportunismo eleitoral, o candidato quer passar a imagem de que nunca procurou se aliar com ninguém.  Segundo o deputado, há provas, vídeos e testemunhas para isso.

“É importante que as pessoas, principalmente os candidatos mantenham a coerência, é importante que nós não faltemos com a verdade, principalmente se nós temos um cargo público, um cargo eletivo como o cargo de deputado estadual. É com este compromisso com a verdade que subo a esta tribuna para rebater algumas atitudes que temos observado do candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide”, comentou o neto de Sarney na tribuna.

Adriano reiterou  que, no primeiro turno, Braide  o procurou, buscou o apoio do grupo Sarney,  do PMDB e foi até a sede do PMDB, no São Francisco, pediu apoio direto do presidente estadual do PMDB, senador João Alberto, diante de testemunhas e câmeras que filmaram tudo. “Não achando suficiente, o deputado, hoje candidato ao governo municipal de São Luís, foi até a casa da ex-governadora Roseana Sarney e pediu o apoio dela e do PMDB no primeiro turno. Eu estou aqui porque o meu compromisso é com a verdade”, revelou.