GOLPES E ABUSO! Líder de seita, Donato Brandão é investigado por crimes no Rio de Janeiro

Nos anos 90, Donato Brandão comandava, no Maranhão, a Seita Mundial. Ao todo, 11 pessoas foram presas no Rio de Janeiro.

 

Agentes cumpriram mandados de prisão e de busca e apreensão no sítio (Foto: Divulgação | Polícia Civil)

Ao todo, 11 pessoas foram presas pela Polícia Civil, no Rio de Janeiro, por envolvimento em uma seita mundial, que comete crimes como estelionato, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e que seria comandada por Pai Donato Brandão que já foi para a cadeia no Maranhão pelas mesmas práticas na década de 90. O programa do Fantástico deste domingo (07) explorou o assunto.

A Polícia vai investigar agora se a seita de Donato também está envolvida com outro crime: o de exploração da prostituição. A organização criminosa estava agindo, novamente, no Maranhão, após a soltura do líder da organização criminosa.
Nos anos 1990, ele comandava, no Maranhão, a Seita Mundial. Pelos seguidores, era chamado de “pai”, um novo messias. Na época, as investigações concluíram que a seita praticava a emasculação – ou seja, a castração – de jovens.
Donato Brandão passou dez anos e quatro meses preso, saiu em 2010. Em 2013, trocou o Maranhão pela Região Serrana do Rio de Janeiro.

Entenda o caso

Segundo o delegado Alexandre Ziehe, responsável pelo caso, a prisão de Donato foi por força de Regressão do Regime de Detenção. “Ele estava cumprindo a pena em regime aberto pela condenação do Maranhão. Agora foi preso por investigação da 105ª DP”, explicou.
Ainda de acordo com a Polícia, ele possui outras condenações no Estado de São Paulo.
A Polícia também informou que o grupo conseguiu cerca de R$ 5 milhões com ações fraudulentas na justiça, durante três anos de atuação em Petrópolis. Os nomes usados pra aplicar os golpes eram de seguidores da seita de Donato. Ao todo, foram movidas 33 ações judiciais, sendo 12 contra agências bancárias.

A 1ª Vara Criminal de Petrópolis expediu 15 mandados de prisão para os suspeitos, além de cumprimento de busca e apreensão no endereço dos denunciados em Itaguaí, onde funcionava a seita religiosa utilizada para a prática dos crimes, segundo a Polícia Civil. Quatro pessoas ainda são procuradas pela Polícia. A operação foi chamada de Mandala.

Quatro mulheres e sete homens foram encontrados no bairro Itaguaí, no Rio de Janeiro. Eles foram encaminhados para a 105ª Delegacia de Polícia, no bairro Retiro.

Folha de São Paulo destaca que contradições desmontam delação contra Flávio Dino

O jornal Folha de S.Paulo deste domingo (07) traz reportagem mostrando que contradições e inconsistências desmontam a delação de um ex-executivo da Odebrecht que cita o governador Flávio Dino (PCdoB). A reportagem ocupa a manchete do jornal.

Diversas contradições já haviam sido apontadas na delação de José de Carvalho Filho. A Folha trata de duas delas.

O delator contou que, em 2010, quando era deputado federal, Flávio Dino teria atuado em favor da Odebrecht por meio de um projeto de lei. A Folha ressalta que a acusação não se sustenta porque Dino jamais atuou na proposta.

“O repasse teria sido feito em troca da defesa de um projeto de lei sobre o qual o então deputado Dino não emitiu manifestação e que foi arquivado pouco depois”, diz a Folha.

O jornal também destaca outro ponto que não se sustenta: “Na peça contra o governador do Maranhão, Flavio Dino (PC do B), a PGR [Procuradoria Geral da República] apontou doação de R$ 400 mil – o dobro do delatado por José Carvalho”.

Marcelo Nova e os grandes clássicos do rock nacional na Fanzine…

Com Vanessa Serra no camarim do rei do Rock

Esta editora com Rodney Luciano e Rafael Melo no show de Marcelo Nova

Rodney com Marceleza na saída do show

Marquei presença no show do rei nacional do rock, Marcelo Nova, ex-Camisa de Vênus, na Fanzine Rock Bar, uma das melhores casas noturnas, localizada no Centro Histórico de São Luís, na Beira-Mar, dirigida pelos empresários, jornalista Natanael Júnior e Cíntia Pessoa. Espaço muito bem estruturado para grandes apresentações e seguro.

‘Marceleza’, como é conhecido no mundo do rock, é fundador da banda Camisa de Vênus e foi parceiro do cantor Raul Seixas, com o qual lançou um disco e fez mais de 50 shows pelo Brasil.

A noite contou ainda com a participação do VJ Nynrod com clipes clássicos no telão, Marcos Magah e banda – que está em turnê de lançamento de seu mais novo trabalho –, e Rockeragem, com um set que agitou com os clássicos que contemplam todas as vertentes do rock brasileiro.

Um dos mais importantes artistas do Rock brasileiro, Marcelo Nova foi parceiro de Raul Seixas até o fim da sua vida com o qual lançou um disco e fez mais de 50 shows em turnê pelo país.

Presença de seguidores do rock nacional, jornalistas e de um grupo animado do município de Bequimão, comandado por um dos idealizadores do movimento Reggae Raiz e fã do eterno Raul Seixas, Rodney Luciano.