Conselho da Ufma aprova bonificação de 20% para estudantes maranhenses no Enem…

Deputados acompanharam as discussões e a reunião do Consepe

Os membros do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) aprovaram por unanimidade, em reunião nesta segunda-feira (9), a política de ação afirmativa que dispõe sobre o ingresso qualificado de estudantes de escolas públicas e privadas do Maranhão à universidade, por meio do acréscimo de 20% nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A proposta é do deputado Professor Marco Aurélio (PCdoB), presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Bonificação. O vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB) e o deputado Bira do Pindaré (PSB) também participaram da discussão.

O acréscimo valerá para todos os alunos que tenham cursado o 9º ano do Ensino Fundamental e o 1º, 2º e 3º anos do Ensino Médio em escolas públicas ou privadas do Maranhão, e optem pela graduação em quaisquer dos campi da UFMA.

Segundo o deputado Professor Marco Aurélio, autor da proposta, a medida visa diminuir a exclusão de estudantes maranhenses do processo de Seleção Unificada (Sisu), perdendo a vaga para candidatos de outros locais do país, que, na maioria das vezes, cursavam o primeiro ano e logo transferiam o curso para seu estado, deixando a vaga na UFMA ociosa.

“Fico imensamente feliz pelo acolhimento da reitoria e dos conselheiros e, também, pela participação muito forte da Assembleia Legislativa e de toda a população. Agora vamos à confirmação dessa política, com a implementação dessa ação afirmativa. É uma grande vitória para o povo do Maranhão”, declarou o parlamentar.

O deputado Othelino Neto destacou a importância do Poder Legislativo sugerir e acompanhar essa votação, que vai que garantir mais acesso aos cursos oferecidos pela UFMA aos estudantes maranhenses. “Assim, serão corrigidas distorções, diminuindo um processo de elitização, permitindo que os maranhenses tenham acesso à classificação para a Universidade Federal do Maranhão e diminuindo a evasão, que em especial nos campi do interior do estado é muito elevada”, assinalou o vice-presidente da AL.

O deputado Bira do Pindaré comentou a importância do ingresso qualificado para beneficiar os estudantes tanto da capital, quanto do interior do estado. “Essas vagas ociosas podem ser ocupadas por maranhenses, que estão aptos. Por isso estamos propondo essa medida, que vai corrigir essa distorção e garantir o maior acesso dos maranhenses a um curso superior, que é uma coisa extremamente necessária para o nosso desenvolvimento social e econômico”, afirmou.

O deputado federal Deoclides Macedo, que é da Comissão de Educação da Câmara Federal, também participou do encontro do Consepe e destacou a importância da aprovação da política afirmativa. “A Universidade Federal do Maranhão faz justiça com alunos que estão nos nossos interiores e almejam entrar na universidade. Fico feliz, como membro da Comissão de Educação da Câmara Federal, de estar fazendo parte desse trabalho e discussão tão importante”, completou.

O Enem vai ser realizado em dois fins de semana do mês de novembro. A expectativa é que o ingresso qualificado seja utilizado nas notas do Sisu já nesta edição do exame. “Nós vamos dar continuidade ao processo, encaminhando para a Pró-Reitoria de Gestão, para que sejam feitas as devidas questões administrativas e a Reitoria vai expedir a Resolução. A proposta é que os alunos já possam participar do Enem com essa Resolução assinada e definida”, garantiu a reitora Nair Portela.

Othelino destaca bonificação de 20% para estudantes de escolas maranhenses no Enem

 

Na tribuna, o deputado disse que, com a aprovação do acréscimo de 20% nas notas dos estudantes  maranhenses,  serão corrigidas distorções, diminuindo um processo de elitização

O primeiro vice-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), destacou, na sessão desta segunda-feira (09), a aprovação, por unanimidade, da política de ação afirmativa que dispõe sobre o ingresso qualificado de estudantes de escolas públicas e privadas do Maranhão à Universidade Federal do Maranhão (Ufma), por meio do acréscimo de 20% nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O percentual ficou estabelecido após votação dos membros do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe).

Na tribuna, o deputado disse que, com a aprovação do acréscimo de 20% nas notas dos estudantes  maranhenses,  serão corrigidas distorções, diminuindo um processo de elitização, o que vai permitir que os maranhenses tenham acesso à classificação para a Ufma, diminuindo a evasão que, em especial nos campi do interior do Estado, como em Pinheiro, na Baixada Maranhense, por exemplo, é bastante elevada.

Segundo Othelino Neto, o acréscimo de 20% nas notas do Enem vai corrigir uma distorção, diminuir o que se chama de uma possível elitização, onde só tinham mais condições de serem aprovados para os cursos mais concorridos aqueles que possuíam condições de fazer um investimento maior para aperfeiçoamento.

“Com a aprovação desse acréscimo, estamos combatendo a elitização do acesso a esses cursos, assim como o desperdício de vagas, tendo em vista que pessoas de outros Estados passam, por exemplo, no vestibular da Ufma, no município de Pinheiro, e ficam lá um período, dois ou três, até que consigam uma pontuação melhor no Enem, ou por meio de uma transferência interna, com o objetivo de saírem e se transferirem para o local que lhes é mais conveniente, tirando assim a oportunidade de muitos maranhenses, no caso em especial da Baixada, de vários cidadãos que poderiam ter a chance de ingressar en um curso superior perto de sua casa”, afirmou.

No pronunciamento, Othelino Neto cumprimentou todo o Conselho de Pesquisa e Extensão da Ufma, que aprovou, depois de ampla discussão, por unanimidade, o percentual de 20% de incentivo. Ele destacou o empenho da reitora Nair Portela pela sensibilidade, por ter abraçado esta causa. Segundo ele, a partir da liderança da professora, evidentemente, dos argumentos fortes e da demanda dos estudantes, essa grande conquista foi possível hoje.

“Essa vitória merece ser celebrada e comemorada. Estão de parabéns a Universidade Federal do Maranhão e todos os estudantes, que agora ficam mais perto de realizar o sonho de ingressar em um curso superior”, frisou.

A proposta foi apresentada à Ufma pela Frente Parlamentar em Defesa da Bonificação. O acréscimo valerá para todos os alunos que tenham cursado o 9º ano do Ensino Fundamental e o 1º, 2º e 3º anos do Ensino Médio em escolas públicas ou privadas do Maranhão e optem pela graduação em quaisquer dos campi da Universidade.

O Enem vai ser realizado em dois fins de semana do mês de novembro. A expectativa é que o ingresso qualificado seja utilizado nas notas do Sisu já nesta edição do exame.

Flávio Dino: Roberto Rocha favorece o atraso do Maranhão…

Flávio Dino disse ainda que, nesse momento, Roberto Rocha, ao atacar o governo, de modo injusto, acaba fortalecendo o atraso do  Estado e ajudando aqueles que não querem o bem do Maranhão

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), não poupou críticas ao senador Roberto Rocha (PSDB) e nem à ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), durante entrevista à rádio São Luís, na manhã desta segunda-feira (09). Para ele, os dois representam o atraso e disse ainda esperar que o agora novo tucano retome “o caminho correto”.

Flávio Dino disse ainda que, nesse momento, Roberto Rocha, ao atacar o governo, de modo injusto, acaba fortalecendo o atraso do  Estado e ajudando aqueles que não querem o bem do Maranhão.

“Eu lamento muito que tenha tido esse problema do senador Roberto Rocha. Eu espero que ele reflita melhor sobre a história recente do Maranhão e quem sabe consiga retomar o caminho correto”, afirmou Dino.

Sobre Roseana Sarney, segundo o governador, a mesma representa a síntese do atraso. Flávio Dino disse que a ex-governadora é a responsável maior por tantos problemas econômicos sociais porque ela representa um sistema de poder.

“Quando se fala dela, nós temos que lembrar que Roseana Sarney Murad é exatamente os Sarneys, os Murads. Essas poucas famílias que dominaram o nosso Estado, politicamente, concentraram riquezas nas mãos que fizeram com que o Maranhão nunca tivesse progredido tanto como poderia. Outros estados passaram na nossa frente, como Ceará e Pernambuco, porque exatamente havia um modelo político errado, sintetizado nessas poucas famílias que, simplesmente, achavam que eram donas do Estado”, disse.

Aulão de zumba do projeto Superação animou Feirinha São Luís no final de semana

O vereador de São Luís, Raimundo Penha (PDT), prestigiou o  aulão de zumba do Projeto Superação, que tem o apoio do parlamentar, na Feirinha São Luís, realizada no último domingo (08). A atividade, que pode passar a ser constante, graças a uma parceria com a Prefeitura de São Luís, segundo o titular da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Ivaldo Rodrigues, reuniu participantes de bairros como a Alemanha, Liberdade, Coroadinho, Bequimão e Rio Anil.

“Sinto-me feliz em apoiar iniciativas como estas que juntam esporte e lazer, associados à melhoria da qualidade de vida, gerando um espaço de convivência para a comunidade, além de ser um grande estimulante social, sobretudo, para os idosos que têm menos opção de lazer”, ressaltou Raimundo Penha.

Segundo Roberto Reis, professor do projeto Superação, a iniciativa já melhorou a qualidade de vida de centenas de pessoas nesses bairros que passaram a ter contato direto com atividades gratuitas esportivas e de lazer, como treinamento funcional, aulas de zumba e dança que acontecem duas vezes por semana nos bairros da Liberdade, Alemanha, Bequimão, Rio Anil e Coroadinho e contam com o o apoio do vereador.

O evento é um projeto da Prefeitura desenvolvido por meio da  Semapa e ocorre todos os domingos, na Praça Benedito Leite, das 7h às 15h. Além da zumba, a programação contou ainda com a Banda da Feirinha, show de Luís Guerreiro e banda Marafricanto; Arlindo Pipiu com Tributo a Tim Maia, Padre César, Boi Brilho da Juventude e Pepê Júnior e banda.

A Feirinha São Luís tem promovido a reocupação do Centro Histórico desde junho, com o objetivo principal de divulgar e comercializar a produção agrícola familiar da capital e também divulgar as artes plásticas, artesanato, cultura, gastronomia e literatura.

A dona de casa Márcia Assis de Andrade já participa de aulões de zumba há 8 meses. “Acho muito bom, pois perco calorias, entro em forma e ainda faço amizades. É muito importante pra saúde, e trazer a aula pra um evento como esse, tão movimentado, é bom para influenciar as pessoas a praticarem atividade física”, disse ela que participou do aulão de zumba, uma novidade da Ferinha São Luís deste domingo (8).

Participam da Feirinha 11 polos da grande Ilha, que comercializam produtos diversos a preços competitivos, distribuídos em mais de 90 pontos de comércio, movimentando o turismo na capital e a geração de renda. A Feirinha conta com 29 barracas para venda de produtos agrícolas, 25 para artesanato, 19 de alimentação e 13 food trucks.