Nos EUA, Flávio Dino critica pacote anticrime de Moro


O governador participou do painel “Soluções: Transformação do Sistema Carcerário Brasileiro”, parte da Brazil Conference 2019

Valor Econômico

O governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB), teceu duras críticas ao pacote anticrime proposto pelo Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. “Pouca coisa se salva ali,” disse Dino, que também criticou o que chamou de “populismo penal” supostamente em voga atualmente e a distribuição do Fundo Carcerário. “Recebi apenas R$ 80 milhões, no ano passado, de um fundo de R$ 3 bilhões”, disse o governador, reeleito em outubro de 2018.

“A elite utiliza o sistema carcerário no sentido negativo, mas também para se livrar dos indesejáveis, dos segmentos desfavorecidos, daqueles que são vistos como descartáveis”, disse Dino, nesta sexta-feira (5), ao criticar o populismo penal. “O inferno está nos extremos, e, a virtude, no meio termo.”

Ele disse que seu Estado está tentando focar o sistema prisional em trabalho e reeducação. O governador participou do painel “Soluções: Transformação do Sistema Carcerário Brasileiro”, parte da Brazil Conference 2019, que é realizada até domingo (7) na Universidade de Harvard e no MIT em Cambridge, EUA. A conferência é realizada por estudantes brasileiros das duas universidades. A plateia é formada principalmente de estudantes e pessoas interessadas no Brasil.

Governo amplia equipes de manutenção de tráfego nas rodovias maranhenses


Na Região Sul do Maranhão, a MA-386, conhecida como Estrada do Arroz, recebeu reparos imediatos em um dos trechos afetados pela correnteza de um dos riachos, tendo o tráfego restabelecido em menos de vinte e quatro horas

O Maranhão está recebendo um grande volume de chuvas e algumas regiões do estado estão sendo afetadas com o transbordamento de rios, riachos e açudes nas proximidades de algumas rodovias estaduais. O Governo do Maranhão, sensível a essa situação, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), reforçou o número de equipes para atuarem, de forma permanente, em todas as regiões do estado, com monitoramento e intervenções para garantir a trafegabilidade nas rodovias.

Em São Luís, trechos como o da Av. Nossa Senhora da Vitória, que dá acesso para MA 202, já receberam recuperação completa da via para garantir a trafegabilidade no local. Na MA-201, os pontos de erosão também já foram solucionados. As equipes, também, atuam em outros pontos, como por exemplo, a Estrada da Mata (Maiobinha), a Estrada da Vitória, nas proximidades da UPA e no Parque Jair. A Ponte Pai Inácio, que interliga a Rua General Arthur Carvalho no Turu à Travessa da Vitória também estão recebendo serviços de manutenção.

Na Região Sul do Maranhão, a MA-386, conhecida como Estrada do Arroz, recebeu reparos imediatos em um dos trechos afetados pela correnteza de um dos riachos, tendo o tráfego restabelecido em menos de vinte e quatro horas. A MA-122, que faz conexão entre Imperatriz e Amarante, com passagem por Buritirana e Senador La Roque, está com equipes mobilizadas no local para tomar todas as medidas necessárias nos pontos críticos da via. A previsão é que o tráfego seja normalizado nesta sexta-feira (05).

Osmar Filho participa de solenidade da promulgação da Lei que amplia horário de atendimento nos postos da bilhetagem de São Luís


“Estou muito feliz em poder promulgar esta lei e contribuir com a melhoria do atendimento nestes postos, principalmente no que se refere à classe estudantil. Parabenizo, ainda, o vereador Raimundo Penha, autor desta importante lei”, disse Osmar Filho.

Uma grande festa promovida pela classe estudantil marcou, nesta quinta-feira (04), a solenidade de promulgação da lei municipal, de autoria do vereador Raimundo Penha (PDT), que amplia o horário de atendimento nos postos da bilhetagem eletrônica de São Luís. O evento aconteceu no auditório do Centro de Ensino Liceu Maranhense e contou, ainda, com a presença do presidente da Câmara Municipal, vereador Osmar Filho (PDT), que promulgou o documento.

“Trata-se de uma reivindicação dos estudantes e que tornou-se realidade graças ao trabalho e empenho do vereador Raimundo Penha. Também quero agradecer o presidente Osmar Filho, que mostrou-se sensível ao pleito e promulgou o projeto de lei que já havia sido aprovado pela Casa Legislativa”, disse o presidente do Grêmio Estudantil do Liceu, Israel Magalhães.

A nova lei municipal otimizará o atendimento, beneficiando todos os usuários do sistema de transporte coletivo. De acordo com ela nos Terminais da Praia Grande, Cohama/Vinhais, Cohab/Cohatrac e São Cristóvão a venda será feita, de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 20h. Nos postos da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) o atendimento ocorrerá das 9h às 19h, também nos dias úteis.

Assis Ramos desperta a ira do grupo Sarney após sua saída do MDB

O prefeito Assis Ramos, de Imperatriz, anunciou sua filiação ao DEM e despertou a ira do MDB

A jornalista Denise Rothenburg afirmou, em sua coluna no Jornal Correio Brasiliense, que o grupo Sarney está irritado com o prefeito de Imperatriz, Assim Ramos. De acordo com a reportagem, “enquanto o presidente Jair Bolsonaro conversa com os partidos em busca de apoio, o DEM aproveita a estrutura que já tem montada no Executivo para conquistar postos estratégicos em troca de recursos federais. Esta semana, o partido integrou aos seus quadros os prefeitos de Curitiba, Rafael Grecca; de Chapecó, Luciano Buligon, e o de Imperatriz, Assis Ramos, que vem do MDB. Aí, o “bicho pegou”. O comando do MDB, leia-se o grupo do ex-presidente José Sarney, está uma fera. E essa briga é apenas o começo”.

De acordo com a matéria, “Assis não esconde o que o levou a trocar de partido. Nas redes sociais de emedebistas maranhenses, avisou que estava saindo da legenda e do grupo de WhastApp, com a seguinte mensagem: “Como governar Imperatriz sem a ajuda do governo federal? Antes, eu tinha dois senadores que me ajudavam muito, Edison Lobão e João Alberto, com isso a cidade não sentia tanto a falta de apoio do governo estadual. O DEM é um partido forte e independente, possui vários ministros, inclusive o da Saúde, nosso principal gargalo. Vocês acham que consegui os recursos para reformar o socorrinho de forma tão rápida como? Claro, através do ministro da Saúde, que é do DEM. Enfim, penso mesmo é na cidade”, republicou a jornalista parte da nota do prefeito Assis.

Bolsonaro diz que pretende acabar com horário de verão


A declaração foi dada durante café da manhã com jornalistas convidados no Palácio do Planalto. Segundo Bolsonaro, “está quase batido o martelo” sobre o tema

O presidente Jair Bolsonaro declarou nesta sexta-feira (5) que deve acabar com o horário de verão já neste ano. A declaração foi dada durante café da manhã com jornalistas convidados no Palácio do Planalto. Segundo Bolsonaro, “está quase batido o martelo” sobre o tema.

“Não teremos horários de verão este ano, está quase certo”, disse o presidente. De acordo com Bolsonaro, a sugestão do fim do horário de verão é do deputado João Campos (PRB-GO) e foi discutida com o Ministério de Minas e Energia.

O fim do horário de verão chegou a ser avaliado em 2017 pelo governo do ex-presidente Michel Temer. Na época, o Ministério de Minas e Energia apontou que a economia gerada havia caído de R$ 405 milhões para R$ 159 milhões. O motivo da queda na economia foi a mudança no perfil de uso da energia: os picos de consumo estavam nas horas mais quentes do dia devido ao ar-condicionado.

João Alberto deve ser reconduzido à presidência do MDB

A briga interna se estende há vários meses com troca de farpas entre os pretendentes. A continuação de João Alberto pode ser a forma da legenda não sair mais desgastada

Diante da falta de entendimento sobre a presidência do diretório estadual do MDB entre os grupos liderados pelo deputado federal Hildo Rocha e o deputado estadual Roberto Costa, o atual presidente, ex-senador João Alberto, deve ser reconduzido ao cargo nesta sexta-feira (5).

A briga interna se estende há vários meses com troca de farpas entre os pretendentes. A continuação de João Alberto pode ser a forma da legenda não sair mais desgastada.

Nos últimos anos, o MDB sofreu grandes derrotas, teve a diminuição das bancadas na Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados, perdeu duas vagas no Senado Federal e está fora da administração estadual deste o fim de 2014 com a eleição de Flávio Dino (PCdoB).

Projeto que altera limites dos Lençóis Maranhenses tem atenção de Eliziane

Segundo Eliziane, as comunidades tradicionais, formadas por pescadores, agricultores, extrativistas e artesãos, que já vivem ali há anos, muito antes do Parque ser instituído, em 1981, não foram consultadas

A senadora Eliziane Gama mostrou preocupação com o Projeto de Lei que altera os limites do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Segundo ela, as comunidades tradicionais, formadas por pescadores, agricultores, extrativistas e artesãos, que já vivem ali há anos, muito antes do Parque ser instituído, em 1981, não foram consultadas.

“Protocolei esta semana, na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo, um requerimento que solicita audiência pública para debater o PLS 465/2018 que altera os limites do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. O projeto pretende retirar do interior do parque territórios ocupados por povoados e ampliar a área de unidade de conservação sobre territórios com menor densidade demográfica e no mar do territorial brasileiro”, escreveu Eliziane.

Flávio Dino fala dos avanços sociais do Maranhão em Harvard

O governador afirmou que o desafio, desde que tomou posse em 2015, sempre foi a transformação das relações sociais e políticas no Maranhão

O governador Flávio Dino palestrou na tarde de quinta-feira (4), nos Estados Unidos, sobre as experiências e os resultados da administração estadual no Maranhão desde 2015. Ele conversou com os alunos da Harvard Kennedy School, em Massachusetts.

O governador afirmou que o desafio, desde que tomou posse em 2015, sempre foi a transformação das relações sociais e políticas no Maranhão. “Esse triplo impasse – a hiperconcentração de três atributos: riqueza, poder e conhecimento na mão de poucos – impede que a gente tenha uma sociedade autenticamente desenvolvida e justa”.

E esse desafio vem sendo enfrentado. Segundo o governador, o Maranhão teve a maior taxa de investimento do país em 2018, na comparação com a Receita Consolidada Líquida. Os investimentos como hospitais e escolas geram, depois, despesas permanentes de custeio – ou seja, salários e tudo o que é necessário para manter esses prédios funcionando.

Flávio Dino citou números que confirmam o bom momento do Maranhão, como a abertura dos hospitais e a entrega de mais de 800 Escolas Dignas construídas, reconstruídas ou reformadas. Essa política resultou, entre outras coisas, no maior Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) da história do Maranhão, que subiu de 2,8 para 3,4. Esse índice mede a qualidade das escolas do Brasil.