Após seis dias, Bolsonaro comenta fuzilamento de carro pelo Exército


Evaldo Rosa dos Santos teve o carro fuzilado por 80 tiros disparados por militares do Exército no Rio

Estadão

Depois de um longo silêncio de seis dias, o presidente Jair Bolsonaro se pronunciou nesta sexta-feira, 12, sobre a morte do músico Evaldo Rosa dos Santos, que teve o carro fuzilado por 80 tiros disparados por militares do Exército no Rio. Para o presidente, o Exército “não matou ninguém” e a instituição não pode ser acusada de ser “assassina”.

“O Exército não matou ninguém. O Exército é do povo. A gente não pode acusar o povo de assassino. Houve um incidente. Houve uma morte. Lamentamos ser um cidadão trabalhador, honesto”, afirmou Bolsonaro nesta sexta-feira durante inauguração de um novo terminal do aeroporto em Macapá.

São Luís deve ter chuvas acima da média até julho


Diante dos prejuízos causados pelo intenso período chuvoso de 2019, equipes do Corpo de Bombeiros intensificaram a operação de auxílio aos moradores das áreas ribeirinhas. A prioridade é trabalhar em integração com as prefeituras no sentido de remover as pessoas que ainda estão nas áreas de risco

Somente no primeiro trimestre deste ano, o índice de chuvas em São Luís foi superior ao registrado em todo o ano de 2012. Outro dado que chama atenção é que, apenas no mês de março de 2019, na capital maranhense, choveu quase o dobro do que foi aferido no mesmo período de 2018. As informações são do Laboratório de Meteorologia (Labmet), equipamento que integra o Núcleo Geoambiental da Universidade Estadual do Maranhão (Uema).

O mês de abril começou com a incidência de veranicos – período de estiagem durante a estação chuvosa –, mas o chefe do Labmet, o meteorologista Gunter de Azevedo Reske, alerta que chuvas acima ou dentro da média devem se estender até o mês de julho em São Luís. A chuva volumosa da última quinta-feira (11) reforça essa previsão.

Gunter Reske explica que as fortes chuvas que causaram estragos em vários bairros da Região Metropolitana de São Luís são resultantes da maior atuação da Zona de Convergência Intertropical. É um sistema que se forma ao longo do Oceano Atlântico pela convergência dos ventos alísios, que vêm do Hemisfério Norte e do Hemisfério Sul. Esse sistema é decisivo na formação de chuvas no Norte do estado.

Flávio Dino mostra ações emergenciais para recuperar vias no Maranhão


O governador afirmou que mantém diariamente 40 equipes fazendo recuperação emergencial em rodovias estaduais e comentou esse momento de crise

O governador Flávio Dino (PCdoB) usou suas redes sociais para comentar as ações emergenciais que o governo vem executando para superar os transtornos causados pelas fortes chuvas.

“Desde 2015 já executamos 3.000 quilômetros de asfalto. Contudo, herdamos uma malha viária antiga, sem manutenção adequada e sem drenagem. Não se corrige tudo isso de uma vez só. Fazemos ações emergenciais permanentemente e seguimos com as ações estruturantes. Lembramos que ajudamos também os municípios com as suas vias urbanas, pois as pessoas moram nas cidades. Não obstante, nosso foco principal neste ano serão as estradas estaduais – as MAs”, escreveu Flávio Dino.

O governador afirmou que mantém diariamente 40 equipes fazendo recuperação emergencial em rodovias estaduais e comentou esse momento de crise. “Se eu tivesse medo de coisa difícil, não teria me apresentado para governar o Maranhão após décadas de devastação e em meio à maior crise do século. Agora estamos enfrentando consequências com muita luta e coragem. Todos os dias nossas equipes estão nas ruas. Hoje também”, concluiu.

Presidente anuncia pagamento do 13º do Bolsa Família

De acordo com o Ministério da Cidadania, o repasse será realizado em dezembro para todos os beneficiários

Depois de assinar decreto que autoriza o pagamento do 13.º do Bolsa Família, o presidente Jair Bolsonaro anunciou a medida também pelo Twitter. “Oficializamos hoje, junto ao Ministério da Cidadania a criação do 13º salário para os beneficiários do Bolsa Família, recursos oriundos em sua esmagadora maioria de desvios e recebimentos indevidos. Grande dia!”, escreveu o presidente.

De acordo com o Ministério da Cidadania, o repasse será realizado em dezembro para todos os beneficiários, seguindo o calendário regular de pagamento. Com a medida, a pasta informa que terá um aumento de R$ 2,58 bilhões em seu orçamento.

Após repercussão negativa, ministra garante Maranhão em projeto do Governo Federal

A ministra recebeu o coordenador da bancada maranhense, o deputado Juscelino Filho (DEM), e afirmou que a informação não passou de uma notícia falsa

Após muita repercussão negativa sobre a exclusão do Maranhão do plano de ações do Governo Federal para o Nordeste, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, garantiu que o estado está inclusivo no projeto. A informação da exclusão foi dada pelo jornal Folha de S. Paulo.

A ministra recebeu o coordenador da bancada maranhense, o deputado Juscelino Filho (DEM), e afirmou que a informação não passou de uma notícia falsa.

O plano do governo Bolsonaro vai beneficiar 150 mil famílias do Nordeste com foco na irrigação e no fomento às cooperativas.