A sintonia do PCdoB em São Luís…

Em um momento descontraído, pousaram para a foto os pré-candidatos a prefeito de São Luís

O PCdoB realizou, neste sábado (11), uma maratona para a filiação de novos membros em São Luís. O evento, que aconteceu na Avenida Litorânea, reuniu a militância, autoridades e pré-candidatos.

Em um momento descontraído, pousaram para a foto os pré-candidatos a prefeito de São Luís: Duarte Júnior, deputado estadual; Júlio Pinheiro, vice-prefeito, e Rubens Pereira Júnior, secretário de Estado das Cidades. Além do presidente estadual e deputado federal, Márcio Jerry.

Após muitas especulações, o PCdoB mostra que permanece unido e disposto a entrar na disputa pela prefeitura da capital. Se depender da militância, a tarefa será defendida por todos.

Porto do Itaqui atrai mais investimentos privados

No Brasil, os arrendamentos são regulamentados pela Lei 12.815/2013, que assim os descreve: “cessão onerosa de área e infraestrutura públicas localizadas dentro do porto organizado, para exploração por prazo determinado”.

Com o anúncio do Governo Federal na quinta-feira (9) estão previstos investimentos privados de R$ 478,1 milhões no Porto do Itaqui para novos arrendamentos de terminais de granéis líquidos. A concessão de quatro áreas foi autorizada pelo Conselho do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) com base nos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) apresentados pela Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), gestora do porto público do Maranhão, em conjunto com a equipe do PPI.

Para o presidente do Porto do Itaqui, Ted Lago, esses novos investimentos consolidam ainda mais o Itaqui como hub de combustíveis do Centro Norte do Brasil. “Isso demonstra a confiança na gestão da Empresa Maranhense de Administração Portuária, e isso tanto do investidor privado – a exemplo dos demais investimentos recentes (Suzano, segunda fase do Tegram, Ultracargo e COPI) – quanto do Governo Federal, por priorizar os estudos do Itaqui neste primeiro semestre”, afirmou.

Com os outros quatro projetos em andamento no Itaqui (Tequimar-Ultracargo, Suzano, COPI e Tegram), que totalizam R$ 732 milhões, são mais de R$ 1 bilhão em desenvolvimento para o Maranhão, gerando emprego e renda.

Rodrigo Maia comenta possível fusão entre PSDB e DEM

Ele avalia que o sistema partidário brasileiro vai passar por uma reformulação, mas não acha que seja viável uma fusão em que o PSDB aglutine seu partido

Estadão

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse nesta quinta-feira que vê muita dificuldade de uma fusão e entre PSDB e DEM pela dimensão dos dois partidos. Ele avalia que o sistema partidário brasileiro vai passar por uma reformulação, mas não acha que seja viável uma fusão em que o PSDB aglutine seu partido. “O DEM terá mais condições de liderar. Temos mais clareza e espaço maior na política brasileira”, disse ao programa Três em Um, da rádio Jovem Pan.

Ele reconheceu que é próximo, hoje, do governador João Doria, afirmou que é cedo para falar em sucessão presidencial mas, ainda assim, reconheceu que ele pode ser o candidato apoiado pelo DEM, ou até filiado ao seu partido. Para ele, o DEM tem mais clareza que o PSDB na afirmação de uma agenda política liberal e terá mais espaço na centro-direita.

Reforma do Edifício João Goulart chega à fase final

Construído em 1957, o Edifício João Goulart é um ícone da cidade de São Luís

Abandonado há quase 30 anos, o Edifício João Goulart, localizado no coração do Centro Histórico de São Luís, vem sendo completamente revitalizado e em breve deverá abrigar a nova Sede Administrativa do Governo do Maranhão. Na tarde desta sexta-feira (10), o governador Flávio Dino vistoriou a obra de reforma do prédio.

Construído em 1957, o Edifício João Goulart é um ícone da cidade de São Luís por ser uma das primeiras construções modernistas instaladas na Ilha. Flávio Dino verificou de perto os detalhes da obra de reforma, que já está em sua fase final.

A reforma do João Goulart é também sinônimo de economia para o Estado, já que o local abrigará secretarias e órgão de Estado que atualmente arcam com custos de aluguéis.

“Nós teremos agora nos próximos meses a finalização e a ocupação do prédio por secretarias e órgãos do Governo. Com isso nós temos um modelo vitorioso que está sendo reafirmado: o de reocupação do Centro Histórico. Vamos estender isso a outras regiões do Centro de São Luís para valorizar esse grande patrimônio do povo do Maranhão, dar um sentido econômico e, naturalmente, fortalecer o papel turístico que essa região já tem”, disse o governador.