“Casamento com Guedes segue firme e forte”, afirma Bolsonaro

Em suas redes sociais, Bolsonaro culpou “a mídia” por tentar causar uma polêmica entre ele e seu “Posto Ipiranga”

O presidente Jair Bolsonaro não viu problema nenhuma ao ver Paulo Guedes declarar que poderá deixar o cargo de ministro da Economia caso a reforma não traga a economia planejada. Em suas redes sociais, Bolsonaro culpou “a mídia” por tentar causar uma polêmica entre ele e seu “Posto Ipiranga”.

“Nosso casamento segue mais forte que nunca”, disse. “Caso não aprovemos a Previdência, creio que deva trocar o Ministério da Economia pelo da Alquimia, só assim resolve”, escreveu o presidente.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que deixará o cargo se a reforma da Previdência que sair do Congresso for uma “reforminha”. “Pego um avião e vou morar lá fora. Já tenho idade para me aposentar”, disse ele em entrevista à revista Veja.

Eleição para prefeitura de Imperatriz promete ser acirrada

Pelo menos sete pré-candidatos já despontam no gosto do eleitorado

Segundo maior colégio eleitoral do Maranhão, a cidade de Imperatriz promete ter sua eleição para prefeito bem acirrada. Pelo menos sete pré-candidatos já despontam no gosto do eleitorado.

Em baixa popularidade e enfrentando problemas em sua administração, o prefeito Assis Ramos (DEM), deve concorrer à reeleição e enfrentar uma campanha difícil contra bons concorrentes.

Pelo grupo do governador Flávio Dino (PCdoB), poderão concorrer o deputado estadual, Professor Marco Aurélio, ou o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto. Outros dois candidatos da base aliada são o ex-prefeito Ildon Marques e o deputado estadual, Rildo Amaral.

Por fora, disputam o ex-prefeito Sebastião Madeira (PSDB), mas que, por seu alto índice de rejeição, pode apoiar novamente o nome do empresário Ribinha Cunha.

Manifestações vão movimentar São Luís nos próximos dias

Duas manifestações estão marcadas para os próximos dias em São Luís

Duas manifestações prometem movimentar as ruas de São Luís e mobilizar milhares de pessoas. Uma manifestação em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) e uma contra os cortes na educação estão marcadas para dia 26 e 30 de maio, respectivamente.

A primeira está sendo prevista para a manhã desse domingo (26), na Praça dos Pescadores, na Avenida Litorânea, em São Luís. A manifestação de apoio ao Governo Federal é promovida por aliados e militantes do PSL.

Já a segunda manifestação contra os cortes na educação está marcada para a próxima quinta-feira (30), na Praça Deodoro. Mobilizada por estudantes universitários e dos institutos federais, além de professores, a manifestação promete mobilizar ainda mais pessoas. A primeira, que aconteceu dia 15 de maio, levou mais de 10 mil pessoas para as ruas, segundo a Polícia Militar.