Cidades cortadas por ferrovia no Maranhão terão policiamento reforçado

A ideia é intensificar o combate à criminalidade nas cidades maranhenses por onde passam linhas da Estrada de Ferro Carajás

Parceria celebrada nesta semana entre o Governo do Maranhão e a Vale vai garantir cerca de R$ 60 milhões em investimentos para vários setores, incluindo a Segurança Pública. A ideia é intensificar o combate à criminalidade nas cidades maranhenses por onde passam linhas da Estrada de Ferro Carajás, uma das mais importantes ferrovias do país, que liga o Porto da Madeira, em São Luís, à maior mina de minério de ferro a céu aberto do mundo, na Serra dos Carajás (PA).

O acordo de cooperação assinado entre o governador Flávio Dino e o diretor-presidente da Vale, Eduardo Bartolomeo, prevê a cessão, em regime de comodato, de quatro imóveis ao logo da ferrovia, para que as Policiais Civil e Militar instalem bases operacionais, administrativas, centros de treinamento e alojamentos.

Os imóveis estão localizados nas cidades de Vitória do Mearim, Alto Alegre do Pindaré, Açailândia e São Pedro da Água Branca.3

De acordo com o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, a Vale já atua em parceria com o governo maranhense no setor de segurança. Como exemplo, Portela citou a doação que a mineradora fez de seis casas na área Itaqui-Bacanga, em São Luís, que resultou na instalação do Complexo Policial da região em agosto de 2017. O Complexo hoje reúne forças das Polícias Civil e Militar, que atuam na segurança e investigação criminal em 53 bairros.

Secretários são empossados pelo governador Flávio Dino

A solenidade, que ocorreu no Palácio Henrique de La Roque, em São Luís, reafirma o compromisso da gestão com a otimização de equipes

O governador Flávio Dino deu posse, na tarde de sexta-feira (5), a quatro novos secretários e presidentes de órgãos do Governo do Estado. A solenidade, que ocorreu no Palácio Henrique de La Roque, em São Luís, reafirma o compromisso da gestão com a otimização de equipes, aproveitando o potencial dos líderes para fortalecer os novos projetos e programas.

“Fazer um governo com tantos desafios como a conjuntura brasileira exige demanda permanentemente adaptações, revisões de projetos e também das posições que as pessoas acumulam. Novas missões se acrescentam diariamente ao nosso governo. Estamos visando melhorar o desempenho preservando os bons jogadores que nós temos”, disse o governador Flávio Dino.

Com a mudança, a Secretaria de Estado da Cultura (Secma) ficará a cargo de Anderson Lindoso, que era secretário adjunto de Educação. Mayco Pinheiro é o indicado à presidência do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado do Maranhão (Iprev). O advogado Antônio Nunes, que estava na Secretaria de Governo (Segov), passa à presidência da empresa Maranhão Parcerias (Mapa), antiga Empresa Maranhense de Recursos Humanos e Negócios Públicos (Emarhp), que inova com a ampliação das competências na celebração de parcerias com o setor privado. A Segov será coordenada por Diego Galdino, que estava à frente da Secma.

Em nome dos empossados, o secretário Diego Galdino destacou o desafio de seguir compondo a equipe de governo, mas como nova função. “É um reconhecimento do trabalho. Assumo uma pasta diretamente ligada ao Governador, que resolve problemas de gestão. Estamos com a equipe montada, prontos para iniciar o grande trabalho”, assegurou.