Veículo pega fogo próximo a posto de combustível em São Luís

O veículo Corsa Classic foi totalmente consumido pelo fogo

Um incêndio assustou motoristas que transitavam na tarde de segunda-feira (8), pela Avenida Jerônimo de Albuquerque, no Vinhais, em São Luís.

O veículo Corsa Classic foi totalmente consumido pelo fogo. O incêndio aconteceu próximo de um posto de combustível e de uma escola.

Não se sabe ainda os motivos do incêndio, se foi por uma pane elétrica ou mecânica. Os bombeiros foram acionados, mas quando chegaram ao local, o carro já estava completamente destruído.

Osmar Filho homologa resultado final do concurso público

Foram oferecidas 116 vagas, cujos salários variam entre R$ 1.251,73 (nível médio) e R$ 2.565,05 (nível superior).

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), homologou resultado final do concurso público realizado para provimento de cargos de nível médio e superior, além de cadastro de reserva, na estrutura administrativa da Casa de Leis.

O documento foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM), na edição datada do dia 01 deste mês. O referido documento e a lista final contendo os nomes dos aprovados estão disponíveis no www.camara.slz.br, no campo Concurso.

A homologação tratou-se de mais uma etapa do certame, cuja realização ficou sob a responsabilidade da Fundação Sousândrade, cumprida pela atual Mesa Diretora da Câmara. Vale destacar que o concurso, segundo o seu edital, tem prazo de validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

Foram oferecidas 116 vagas, cujos salários variam entre R$ 1.251,73 (nível médio) e R$ 2.565,05 (nível superior).

Os cargos de nível médio são: Assistente Administrativo, Técnico em Comunicação Social – Repórter Fotográfico, Téc. em Com. Social – Divulgação Institucional, Téc. em Com. Social – Rádio, Téc. em Com. Social – Relações Públicas, Téc. em Com. Social – Televisão e Téc. em Informática, Téc. em Assessoramento legislativo. Para nível superior, os cargos são: Administrador, Analista de Informática Legislativa, Analista Legislativo, Assistente Social, Bibliotecário, Contador, Engenheiro Civil, Historiador, Jornalista, Psicólogo, Radialista, Relações Públicas, Tecnólogo em Recursos Humanos e Arquiteto, além de Procurador.

Sergio Moro pede licença “por motivos pessoais”

Segundo um auxiliar da pasta, a licença já estava sendo planejada desde que o ministro assumiu

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, pediu licença do cargo por uma semana “para tratar de assuntos particulares”. A licença será tirada no período de 15 a 19 de julho e foi autorizada por despacho presidencial publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (08).

O Ministério da Justiça e Segurança Pública explicou, por meio de sua assessoria, que o afastamento de Moro se trata de uma licença não remunerada prevista em lei.

“Por ter começado a trabalhar em janeiro, o ministro não tem ainda direito a gozar férias. Então está tirando uma licença não remunerada, com base na Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990”, informou a assessoria.

Segundo um auxiliar da pasta, a licença já estava sendo planejada desde que o ministro assumiu, e não tem a ver com o cenário atual de pressão sobre Moro relacionada ao vazamento de suas mensagens. Na ausência de Moro, assume a pasta o secretário executivo do Ministério, Luiz Pontel de Souza.

Eleições em Timon e Caxias já movimentam o Leste Maranhense

Rafael Leitoa, Dr. Cleide Coutinho, Leandro Bello, Fábio Gentil e Alexandre Almeida podem ser alguns nomes das próximas eleições em Timon e Caxias

Se por um lado, as eleições de São Luís e Imperatriz já chamam atenção e demonstram como serão disputadas, as eleições das duas maiores cidades do Leste Maranhense, Timon e Caxias também prometem movimentar o cenário político de todo o estado.

Quarto maior município maranhense, a cidade de Timon vai escolher o sucessor do prefeito Luciano Leitoa (PSB). Após dois mandatos, o prefeito tentará emplacar seu sucessor, que pode escolher entre a secretária municipal de Educação, Dinair Veloso e entre o deputado estadual, Rafael Leitoa (PDT). Nesse momento, a oposição se encontra totalmente dividida e já conta com vários pré-candidatos. O nome do ex-deputado Alexandre Almeida (PSDB) não está confirmado na disputa.

Já na cidade de Caxias, quinta maior cidade do Maranhão, o prefeito Fábio Gentil (PRB) concorre à reeleição e pode enfrentar nas urnas a deputada estadual Dra. Cleide Coutinho (PSB). O apoio do grupo do ex-prefeito Paulo Marinho pode ser o fiel na balança.

Em ambas as cidades, lideranças políticas se movimentam e tentam viabilizar a garantia de candidaturas em outros partidos, como Leandro Bello (DEM), e Jaconias Morais (PROS) em Timon e do juiz Veloso, em Caxias.

Brasil derrota o Peru e conquista a Copa América no Maracanã

O título é o primeiro de Tite no comando da equipe

Foram seis anos sem uma taça. Mas nada como se sentir em casa, à vontade e ser o protagonista da própria festa. No mesmo Maracanã que viu o título da Copa das Confederações em 2013, a seleção brasileira sagrou-se campeã da Copa América 2019 ao vencer o Peru por 3 a 1. Olhando apenas para o torneio continental, o Brasil voltou ser campeão após 12 anos, algo que não ocorria desde 2007. O grito da torcida de “o campeão voltou” fez total sentido.

A atuação do Brasil neste domingo, no jogo que registrou a maior renda da história do futebol nacional (R$ 38.769.850,00), teve protagonismo compartilhado entre Gabriel Jesus e Éverton. O camisa 9 foi quem deu o cruzamento para o primeiro gol, marcado pelo Cebolinha, e fez o segundo do Brasil em um momento crucial: pouco antes do intervalo, minutos após o gol de empate do Peru. No segundo tempo, quando Gabriel Jesus já tinha sido expulso em uma decisão controversa da arbitragem, Cebolinha sofreu o pênalti que gerou o gol de Richarlison.

Gabriel saiu chorando e muito revoltado com o cartão vermelho. Quase derrubou o monitor do VAR, mas tem muitos motivos para comemorar esse torneio que serviu como volta por cima dele na seleção, depois de um Mundial do qual saiu contestado pela falta de gols.

O título é o primeiro de Tite no comando da equipe. Um alívio para o treinador que tomou um “choque de realidade” na eliminação da Copa do Mundo, em 2018, e estabeleceu uma autocobrança muito grande pela conquista da Copa América. Entre os jogadores, a sensação também é nova: só quatro dos 23 convocados já tinham um título pela seleção principal no currículo (Daniel Alves, Thiago Silva, Filipe Luís e Miranda).

A conquista da Copa América, de forma invicta, teve como destaque da seleção a capacidade de se defender, embora o time tenha deixado escapar por muito pouco a marca de ser campeão sem levar um gol sequer. Só quem conseguiu ultrapassar a barreira defensiva do Brasil foi o próprio Peru, com uma cobrança de pênalti de Guerrero. Thiago Silva tentou cortar uma bola de carrinho, e a bola bateu no braço dele, que estava apoiado no chão.

Em sua coluna, Sarney comenta encontro com Flávio Dino

O encontro entre os dois políticos, adversários no Maranhão, aconteceu em Brasília

O ex-presidente José Sarney (MDB) usou sua coluna semanal no jornal O Estado, de sua propriedade, para comentar o encontro com o governador Flávio Dino (PCdoB).

“Jamais posso me desinteressar da situação nacional e maranhense. Estou escrevendo um livro sobre nossa conjuntura ‘O Brasil no seu Labirinto’. O Maranhão e seu povo estão em primeiro lugar, e é bom que tenhamos uma política respeitosa, civilizada e democrática”, escreveu.

O encontro entre os dois políticos, adversários no Maranhão, aconteceu em Brasília e serviu para comentar o contexto político nacional e sobre a democracia.

“Graças a esse meu jeito de ser, qualidades que Deus me deu, conquistei essa vida. Posso dizer, como Lincoln, que nunca cravei por meu desejo espinho algum no peito de ninguém. Napoleão dizia que ‘a política é destino, a literatura, vocação’, Dividi-me entre as duas”, concluiu o ex-presidente.