Município de Bom Lugar é mais novo filiado da Famem

Luciene Costa assinou a ficha de filiação na sede da federação, onde foi recebida pelo secretário de Articulação Política da entidade, Juscelino Rezende

A prefeita de Bom Lugar, Luciene Costa (PV), é a mais nova filiada à Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, Famem. Luciene assinou a ficha de filiação na sede da federação na manhã desta terça-feira (10), onde foi recebida pelo secretário de Articulação Política da entidade, Juscelino Rezende, e pelo secretário executivo, Fonseca. Luciene estava acompanhada pelo prefeito de São Luiz Gonzaga e presidente da associação dos prefeitos do médio Mearim, Doutor Júnior.

“A Famem é hoje uma entidade respeitada no Maranhão e fora do estado. Está sempre apoiando os prefeitos nas suas lutas, trazendo benefícios para os municípios e principalmente para as populações. Esperamos que com a colaboração da Famem os prefeitos continuem obtendo êxitos”, comentou a prefeita Luciene Costa, recém-filiada.

No entendimento da prefeita de Bom Lugar, a Educação é a área no qual os municípios mais necessitam de assistência não apenas financeira, mas técnica. Os recursos dos precatórios do Fundef são apontados pela prefeita como fonte alimentadora do setor.  “A mudança do nosso país somente se dará pela educação”, destaca Luciene Costa. A gestora também cita as dificuldades ocasionadas pelo subfinanciamento da saúde.

Da pauta de reivindicações do movimento municipalista, a reforma do pacto federativo é um dos aspectos que a prefeita considera como de maior importância para modificar a dinâmica das administrações. “O Fundo de Participação dos Municípios muito contribui para as finanças dos municípios, principalmente para os pequenos”, disse Luciene Costa.

Flávio Dino articula frente anti-Bolsonaro nas eleições de 2020 em São Paulo

A articulação está sendo feita em São Paulo e pode se estender a Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Porto Alegre

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) está articulando a formação de uma frente de centro-esquerda de oposição a Jair Bolsonaro nas eleições municipais de 2020, informa a jornalista Mônica Bergamo, em sua coluna na Folha de S.Paulo.

A articulação está sendo feita em São Paulo e pode se estender a Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

Dino já conversou sobre o assunto com o ex-governador de São Paulo, Márcio França (PSB-SP), que pretende se candidatar a prefeito da capital paulista.

Setores do PT paulistano são simpáticos à ideia. Caso a frente se concretize, será a primeira vez, desde 1985, que a legenda não teria candidato próprio na capital.

Dino afirma que a gravidade do momento exigiria uma frente plebiscitária contra Bolsonaro que incluiria PDT, PSB, PCdoB, PSOL e PT.

A sintonia de Flávio Dino e Weverton Rocha

O registro vem num momento em que surgem muitas especulações sobre as eleições de 2020

Líder maior do grupo que interrompeu os 50 anos de domínio do grupo Sarney, o governador Flávio Dino (PCdoB) segue sendo um político admirado, de grupo, que trabalha para mostrar resultados e para tirar o Maranhão de anos de atraso. Uma das qualidades mais destacadas é o fato de sempre dialogar com sua base. E isso fica sempre evidente quando a oposição tenta plantar informações desencontradas.

Nos últimos dias, alguns meios de comunicação tentam plantar o rompimento do PCdoB e PDT nas eleições de São Luís. Mas, tanto Flávio, quando o presidente estadual do PDT, o senador Weverto Rocha, mostram a sintonia entre os dois líderes e que sempre vai permanecer o diálogo dentro do grupo. O senador Weverton fez questão de deixar isso evidenciado em suas redes.

“Em agenda com o governador Flávio Dino, conversamos bastante sobre o cenário atual, avaliando os desafios que temos, a agenda em Brasília e como podemos continuar ajudando o Maranhão. Falamos sobre Previdência, PEC da Cessão Onerosa (uma grande vitória para os municípios e estados, incluindo o MA, que terá mais esse recurso) e outras pautas. Reafirmamos a nossa parceria e a nossa unidade em favor dos maranhenses”, escreveu Weverton.

O registro vem num momento em que surgem muitas especulações sobre as eleições de 2020 e acaba com todas as artimanhas do grupo opositor em querer plantar o rompimento do grupo governista.