Bira do Pindaré promove encontro entre PSB e PSOL

Outros partidos como o PCB e PSTU também serão chamados para dialogar.

O deputado federal e pré-candidato a prefeito em São Luís, Bira do Pindaré, promoveu um diálogo entre o PSB e PSOL, que visa uma aliança para as eleições na capital.

As duas legendas da esquerda conversaram sobre o cenário político e sobre a possibilidade de uma composição na chapa do socialista.

Vale lembrar que o PSOL já tem a tradição de lançar nomes para a disputa pela prefeitura. A possiblidade da composição na chapa de Bira será levada para a militância.

Uma declaração de apoio do PSOL para Bira fortacele o pré-candidato no campo mais a esquerda.

Outros partidos como o PCB e PSTU também serão chamados para dialogar.

Duarte Júnior segue diálogo com Solidariedade

Uma indicação de Carlos Madeira para a vaga de vice-prefeito de Duarte Júnior não está descartada.

Mais um encontro entre membros do Solidariedade com o pré-candidato Duarte Júnior (PCdoB) mostra uma aproximação das lideranças e pode resultar em uma união para disputar as eleições da capital.

O encontro, que contou com Simplício Araújo e Expedito Júnior, teve a presença ainda do pré-candidato da legenda, o ex-juiz José Carlos Madeira.

Uma indicação de Carlos Madeira para a vaga de vice-prefeito de Duarte Júnior não está descartada.

Uma candidatura de Duarte Júnior pelo Solidariedade também é uma das possibilidades e pode ser confirmada com uma filiação do deputado em abril.

Eliziane integra comitiva de parlamentares em diligência na terra indígena Arariboia

A Comissão de Parlamentares do Congresso Nacional foi até as terras indígenas Araribóia para averiguar in loco a situação de conflitos na região.

Está sendo realizada nesta sexta-feira, dia 10 de janeiro de 2020, uma Diligência de Comissão de Parlamentares do Congresso Nacional nas terras indígenas Araribóia para averiguar in loco a situação de conflitos na região.

A comitiva é composta pela senadora Eliziane Gama e os deputados federais Joênia Wapichana e Nilton Tatto. Os parlamentares estão na Aldeia Juçaral, localizada no município de Amarante, interior do Maranhão.

A comitiva de parlamentares está acompanhada pela Comissão de Direitos Humanos da OAB-MA, Sociedade Maranhense de Direitos Humanos, Secretaria de Estado dos Direitos Humanos, Conselho Estadual dos Direitos Humanos, Policia Federal e Funai.

PSL diz que partido cresceu com saída de Bolsonaro

Desde novembro do ano passado, foram registrados 14.817 pedidos de filiação e 750 pedidos de desfiliação

O PSL informou que o número de filiados ao partido aumentou após a saída do presidente Jair Bolsonaro.

Desde novembro do ano passado, segundo nota assinada pelo gerente de Tecnologia da Informação da legenda, Davi Khoury, foram registrados 14.817 pedidos de filiação e 750 pedidos de desfiliação.

O total de filiados hoje é de 353.795.

Com esses números, o PSL tenta rebater notícias, com base no sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de que encolheu após o presidente da República pular fora para criar a Aliança pelo Brasil.

“Ressalte-se que a atualização oficial do TSE é feita somente duas vezes por ano, nas datas de 12 de abril e 12 de outubro, quando o sistema do tribunal processa todos os pedidos. Longe dessas datas, apenas o partido político tem os números com maior precisão. Como a saída do presidente Bolsonaro ocorreu em 19 de novembro de 2019, ainda não há por parte do TSE qualquer número oficial.”

Governo estuda reformulação do Bolsa Família, diz Planalto

Criado em 2003, o Bolsa Família é um programa de transferência de renda do governo federal, que tem o objetivo de combater a extrema pobreza no país

O governo federal está com estudos adiantados para reformular o programa Bolsa Família, segundo informou hoje (8) o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros. Detalhes da proposta foram apresentados ao presidente Jair Bolsonaro na tarde desta quarta-feira, em reunião no Palácio do Planalto com a participação do ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e integrantes do Ministério da Cidadania, pasta responsável pela gestão do programa.

“É um belo programa, que visa a recuperar alguns aspectos que ficaram para trás em programas assistencialistas de governo passados, privilegiando mérito, imaginando possibilidades de saída dessas pessoas do programa, a partir de que elas evoluam como cidadão”, disse Rêgo Barros em entrevista a jornalistas.

Rêgo Barros também disse que o novo programa pretende “aperfeiçoar o antigo Bolsa Família, com o intuito de fazer verificações sobre aquelas pessoas que não mereçam participar, que o programa use critério meritocráticos, que avance em direção às pessoas de menor idade e avance em direção efetiva às pessoas que necessitam”. 

Criado em 2003, o Bolsa Família é um programa de transferência de renda do governo federal, sob determinados requisitos, que tem o objetivo de combater a extrema pobreza no país. 

Atualmente, o benefício é concedido a mais de 13 milhões de famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais, e de pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais por membro. O benefício médio pago a cada família é de R$ 189,21. Em 2020, o Orçamento da União prevê que R$ 29,5 bilhões sejam pagos em benefícios do Bolsa Família.