Dino ironiza ideia de Bolsonaro de zerar ICMS: “Só levo Guedes a sério”

O ministro da Economia não se pronunciou publicamente sobre o tema.

Congresso em Foco

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), criticou, em entrevista ao Congresso em Foco, a iniciativa do presidente Jair Bolsonaro de propor a eliminação da cobrança do ICMS dos combustíveis, algo que resultaria na perda de arrecadação dos estados.

“Como o Bolsonaro já declarou várias vezes que não entende nada de economia e tudo tem que ser tratado com Guedes, a gente realmente só leva a sério quando for o Paulo Guedes propondo”, afirmou. O ministro da Economia não se pronunciou publicamente sobre o tema.

“Isso que Bolsonaro fala na porta do Palácio não dá para levar a sério porque o governo dele só dura 15 minutos por dia, que é o tempo que ele dá aquela entrevista, depois não tem mais governo, depende do Paulo Guedes, quando ele propuser a gente vai debater no âmbito da reforma tributária,  que é o único lugar possível”, disse o governador do PCdoB.

A ideia é que o imposto estadual seja cobrado, no caso dos combustíveis, sobre o valor que sai da refinaria, fixo, em vez de incidir sobre o preço cobrado nos postos, que é maior.

Na segunda-feira (3), 23 dos 27 governadores do país assinaram uma nota, sugerindo que Bolsonaro cortasse os tributos federais ao invés de interferir no ICMS. Não endossaram a nota os governadores Gladson Cameli (PP-AC), Ronaldo Caiado (DEM-GO), Mauro Carlesse (DEM-TO) e Marcos Rocha (PSL-RO).

Republicanos prepara festa para receber Duarte Júnior

O partido escolhido é o mesmo do vice-governador Carlos Brandão, que deu a garantia da pré-candidatura.

A informação é de que o Partido Republicanos (ex-PRB) prepara uma verdadeira festa para receber o deputado estadual e pré-candidato a prefeito, Duarte Júnior.

Duarte foi liberado do PCdoB recentemente para procurar uma nova legenda que o possibilite disputar as eleições na capital.

O partido escolhido é o mesmo do vice-governador Carlos Brandão, que deu a garantia da pré-candidatura.

Deputado estadual mais votado em São Luís em 2018, Duarte se prepara para a filiação ao partido e para ser confirmado nas convenções de junho como candidato a prefeito.

Governo e Assembleia firmam doação de 42 ambulâncias para municípios maranhenses

As novas ambulâncias irão se juntar a outras 215 já entregues no estado, potencializando atendimentos de emergência de saúde.

O governador Flávio Dino recebeu o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Othelino Neto. Na ocasião, firmaram a parceria para a doação de 42 ambulâncias para os municípios maranhenses. 

“Nós tivemos uma sobra orçamentária na Assembleia, por conta de algumas medidas de economia que fizemos. Com esse orçamento, o Governo adquiriu 42 ambulâncias e os deputados irão indicar os municípios. É uma forma concreta e objetiva da Assembleia colaborar com a saúde pública do Maranhão”, garantiu Othelino Neto. 

As novas ambulâncias irão se juntar a outras 215 já entregues no estado, potencializando atendimentos de emergência de saúde. Os veículos são equipados com materiais e itens indispensáveis a este tipo de ocorrência, como macas, cilindro, bala de transporte para oxigênio, respirador, monitor cardíaco, desfibrilador e medicamentos.

O presidente falou ainda sobre o reajuste salarial de professores proposto pelo Governo e aprovado, na última quinta-feira (6), pelos deputados maranhenses. Com isso, a remuneração para professores com regime de trabalho de 40 horas semanais, acrescido da Gratificação de Atividade do Magistério (GAM), será de R$ 6.358,96. Para os professores com regime de trabalho de 20 horas semanais será de R$ 3.179,48.

“Fiquei feliz com a aprovação pela Assembleia do projeto de Lei encaminhado pelo Executivo, concedendo reajuste para os professores. O Maranhão é um dos poucos estados que consegue fazer isso no Brasil e mantém esse patamar satisfatório dos professores do Estado serem os mais bem pagos do Brasil”, disse.