Detinha já conta com o apoio do PL, Avante e Patriotas

Caso seja confirmada em convenção, Detinha pode ser o único nome feminino na disputa pela prefeitura da capital

Em menos de uma semana, a deputada estadual Detinha entrou na disputa pela Prefeitura de São Luís e já mudou todo o cenário da pré-campanha.

Detinha, que é casada com o deputado federal Josimar de Maranhãozinho, é filiada ao PL e já recebeu publicamente o apoio dos partidos Avante e Patriotas, o que garante um tempo razoável de propaganda no rádio e na TV.

Caso seja confirmada em convenção, Detinha pode ser o único nome feminino na disputa pela prefeitura da capital.

Othelino Neto destaca importância do PT em homenagem aos 40 anos do Partido

O presidente da Alema parabenizou, ainda, o deputado Zé Inácio pela proposição da homenagem

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), destacou a história e a importância do Partido dos Trabalhadores (PT) para o Brasil, durante a sessão solene que homenageou, nesta quinta-feira (20), os 40 anos da legenda. A solenidade foi proposta pelo deputado Zé Inácio (PT), reunindo no Plenário Nagib Haickel, filiados, militantes, simpatizantes, políticos e personagens que marcaram a história do PT no Maranhão.

Em seu pronunciamento, Othelino Neto, que é filiado ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB), chamou a atenção para a pluralidade partidária na composição da mesa da solenidade, com representações de vários partidos diferentes, todos do campo progressista, mas que convergem naquilo que é essencial, como a defesa do trabalhador, dos movimentos sociais e da democracia no país, assim definido pelo parlamentar.

“Se em qualquer momento seria importante celebrar o aniversário do Partido dos Trabalhadores, nessa quadra histórica atual é fundamental que nós, do campo progressista, nos reunamos em momentos como esse para, ao festejar os 40 anos do PT, ratificarmos a nossa posição e a capacidade de dialogar”, ressaltou.

O presidente da Alema parabenizou, ainda, o deputado Zé Inácio pela proposição da homenagem, destacando a atuação do parlamentar na Casa ao levantar as bandeiras sociais e defender com veemência as causas do Partido dos Trabalhadores que, segundo Othelino, é, sem dúvidas, o maior partido de massa do Brasil.

“O PT se confunde, claro, com a história recente do Brasil, não somente com os governos vitoriosos do presidente Lula, mas desde as suas primeiras disputas para a Presidência da República, ainda que perdendo a eleição, mas liderando em um campo e delimitando um espaço que acabou culminando, posteriormente, com a sua eleição e, consequentemente, a sua reeleição, além das vitórias da ex-presidente Dilma Rousseff”, frisou o chefe do Legislativo maranhense.

Cortes no Bolsa Família impulsionam aumento da extrema pobreza no Brasil

Entre 2014 e 2018, a renda dos 5% mais pobres no Brasil caiu 39%

Em cinco anos, o Bolsa Família —programa de transferência de renda criado em 2003 e que se consolidou como importante ferramenta de combate à extrema pobreza e à desigualdade— sofreu com desajustes e excluiu milhares de beneficiários.

Os reflexos desses cortes foram constatados por um estudo da Fundação Getúlio Vargas, divulgado nesta semana, que aponta a queda na renda dos brasileiros mais pobres como principal consequência.

Entre 2014 e 2018, a renda dos 5% mais pobres no Brasil caiu 39%. Nesse mesmo período, o país registrou um aumento de 67% na população que vive na extrema pobreza. A FGV utilizou como base a linha mais baixa de pobreza das metas do milênio da ONU (Organização das Nações Unidas), que corresponde a U$S 1,25 (cerca de R$ 5,45) per capita por dia.

A pesquisa também utilizou microdados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio) e da Pnad Contínua, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), para concluir que, desde 2014, quando o país atingiu o menor percentual de extrema pobreza nos últimos 15 anos, este valor passou a subir e não houve arrefecimento. Em 2018, por exemplo, o país retornou à mesma estaca de 2008.

“Vimos que existe um desajuste na base de distribuição do programa. De 2016 em diante, a gente vê que houve até uma melhora na focalização, mas houve uma redução no tamanho do programa quando a economia estava em recessão”, diz o diretor do centro de políticas sociais da FGV, Marcelo Neri.

Sessão solene na Alema celebra os 40 anos de fundação do PT

A sessão foi proposta pelo deputado Zé Inácio e presidida pelo presidente da Casa, deputado Othelino Neto

A Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão realizou, na tarde de quinta-feira (20), no Plenário Nagib Haickel, sessão solene em homenagem ao aniversário de 40 anos de fundação do Partido dos Trabalhadores (PT), transcorrido no dia 10 de fevereiro. A sessão, proposta pelo deputado Zé Inácio e presidida pelo presidente da Casa, deputado Othelino Neto (PCdoB), reuniu filiados, militantes, simpatizantes, políticos e personagens que marcaram a história do PT no Maranhão.

A sessão contou com a presença do presidente estadual da legenda, Augusto Lobato; do deputado federal e presidente estadual do PCdoB, Marcio Jerry; do deputado estadual Rafael Leitoa, representando o PDT; do deputado federal Bira do Pindaré (PSB); do dirigente estadual do PSOL, Franklin Douglas, e do secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular e ex-presidente estadual do PT, Francisco Gonçalves.

Participaram ainda a ex-deputada federal Terezinha Fernandes; a ex-deputada estadual Francisca Primo; o ex-deputado estadual e ex-prefeito de Imperatriz, Jomar Fernandes; o ex-presidente do Diretório Municipal do PT e ex-vereador, Kleber Gomes; a dirigente nacional do PT, Criciele Muniz; a integrante da Diretoria do MST, Alzenira Montelo, e o presidente da CUT, Manoel Lages.

O deputado Zé Inácio, após a exibição de um vídeo contando a história de fundação e luta do PT, foi à tribuna e proferiu discurso carregado de emoção, resgatando as lutas e conquistas do partido ao longo de quatro décadas de existência.

“Marcado por uma história de lutas e conquistas, o PT se orgulha de ter contribuído com os avanços do Brasil na política, na economia, na educação e, sobretudo, na defesa da democracia e inclusão social”, disse Zé Inácio.