Na Secid, Rubens define ações de prevenção do servidores ao Covid-19

Os atendimentos presenciais destinados ao público externo, quando essenciais, deverão ser previamente agendados via telefone e/ou Whatsapp

O secretário das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), Rubens Júnior, divulgou, nesta quarta-feira (18), orientações com medidas de prevenção contra o coronavírus, a serem tomadas por todos os servidores da Secretaria. Uma delas trata de uma das suas maiores iniciativas: o Programa Cheque Minha Casa.

A Secid orienta que, a partir desta quinta-feira (19), antes do público recorrer ao atendimento presencial, do Programa Cheque Minha Casa, é necessário entrar em contato pelo número (98) 98557-6857.

“Em atenção às medidas de enfrentamento à pandemia de coronavírus, a Secretaria das Cidades implementou o atendimento on-line por WhatsApp. Algumas ações que deverão ser tomadas para proteger a população. As medidas seguem orientações com base no decreto emitido pelo governador, Flávio Dino. Muito importante fazermos a nossa parte para promover ações preventivas. A responsabilidade é de todos nós”, disse Rubens Júnior.

Os atendimentos presenciais destinados ao público externo, quando essenciais, deverão ser previamente agendados via telefone e/ou Whatsapp, por meio do mesmo número. Na sala de Coordenação do Programa Cheque Minha Casa, o atendimento ao público será prestado durante das 13h às 17h.

“É muito importante que cada um faça sua parte para que possamos barrar a propagação da doença. Seguir as orientações de prevenção também é fundamental para garantir o bem-estar dos maranhenses”, reforça a coordenadora do Cheque Minha Casa, Malu Teixeira.

Parlamentares destinam emendas para aquisição de respiradores e cestas básicas

Cada deputado indicará R$ 50 mil para a compra dos equipamentos, que devem abastecer a rede estadual de saúde e ampliar as unidades de terapia intensiva no enfrentamento ao novo coronavírus

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto (PCdoB), anunciou que os 42 deputados estaduais decidiram, em conjunto, pela destinação de R$ 2,1 milhões em emendas parlamentares para a aquisição de 50 respiradores. Cada deputado indicará R$ 50 mil para a compra dos equipamentos, que devem abastecer a rede estadual de saúde e ampliar as unidades de terapia intensiva neste momento de enfrentamento ao novo coronavírus (COVID-19), apesar de não haver casos confirmados no Maranhão.

O chefe do Legislativo maranhense informou, também, que uma parceria com o Governo do Estado garantirá a aquisição de 200 mil cestas básicas, a serem distribuídas conforme a necessidade da população, em especial, aos trabalhadores informais, que devem sofrer as consequências deste período de retração econômica por conta da pandemia.

“Os estudos dizem que cerca de 5% dos infectados pelo novo coronavírus vão precisar de UTI e que um dos grandes problemas será a falta de respiradores. Tendo em vista que o equipamento é essencial para salvar muitas vidas, os 42 deputados estaduais decidiram que cada um vai indicar R$ 50 mil em emenda parlamentar, o que permitirá a compra, pelo Governo do Estado, de 50 respiradores para abastecer a nossa rede estadual de saúde. A decisão é fruto dessa preocupação, que é de todos nós, de termos instrumentos em maior número para atender a população, caso necessário”, afirmou Othelino Neto.

O presidente da Alema disse, ainda, que a aquisição de 200 mil cestas básicas é uma junção de esforços da Assembleia Legislativa e do Governo do Estado, como medida de assistência às pessoas que trabalham de forma autônoma e que podem vir a sofrer as consequências da pandemia do novo coronavírus, além de ser uma estratégia de movimentação da economia local.

“Por conta das consequências da pandemia, muitos trabalhadores poderão ter que suspender suas atividades. E a distribuição dessas cestas é uma forma de dar assistência a essas pessoas, que vão ter sérias dificuldades de ter a sua renda e sobreviver no atual cenário. Ao mesmo tempo em que se investe na economia local, que é outro aspecto importante, tendo em vista que vai haver uma grande retração na área, em razão de que boa parte das pessoas está evitando sair de casa, como estratégia de precaução contra o contágio da doença”, ressaltou Othelino.

O governador Flávio Dino agradeceu o apoio dos deputados estaduais, no sentido de buscar formas de contribuir com a população, nesse período delicado vivenciado no país. “Estamos providenciando a compra de 200 mil cestas básicas para ajudar as famílias mais pobres nesse momento de paralisação da econômica. A ação conta com o apoio dos deputados estaduais, a quem agradeço na pessoa do presidente da Assembleia, Othelino Neto”, publicou o governador em suas redes sociais.

Câmara de São Luís altera horário de funcionamento como medida de prevenção ao COVID-19

Na última terça-feira, Osmar Filho assinou resolução administrativa adotando regras e procedimentos internos na Câmara para combater a proliferação do Coronavírus.

A Secretaria Administrativa da Câmara Municipal de São Luís, seguindo determinação do presidente da Casa, vereador Osmar Filho (PDT), adotou novas medidas de prevenção, no âmbito do Palácio Pedro Neiva de Santana, ao Novo Coronavírus (COVID-19).

A partir da próxima segunda-feira, dia 23 de março, o horário de funcionamento da Casa será das 8h às 14h.

A ação visa beneficiar parlamentares, servidores e o próprio cidadão evitando, desta forma, a aglomeração de pessoas, por exemplo, situação que já foi preconizada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e Ministério da Saúde.

Novos recipientes contendo álcool e gel, esta semana, foram instalados nas entradas da Casa; no acesso ao Plenário; e também nos corredores que oferecem acesso aos setores administrativos.

O Setor de Infraestrutura também aumentou a frequência de limpeza dos banheiros, corrimãos, maçanetas, bancadas e válvulas de descarga, seguindo o protocolo editado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Vale destacar que as formas de atendimento nos gabinetes dos vereadores foram instituídas pelos próprios parlamentares.

Na última terça-feira, Osmar Filho assinou resolução administrativa adotando regras e procedimentos internos na Câmara para combater a proliferação do Coronavírus.

As medidas, com prazo de vigência de 30 dias, contados a partir da assinatura do documento, vão desde a diminuição do número de sessões ordinárias, que serão realizadas somente às terças-feiras; até a restrição do acesso do público à galeria do Plenário; não realização de visitas institucionais e de eventos relacionados, ou não, com a atividade parlamentar; além da liberação de servidores e colaboradores com idade acima de 60 anos, por exemplo.

Em entrevista ao JMTV1, governador Flávio Dino anuncia novas medidas de prevenção ao Covid-19

Na entrevista, o governador citou a preparação e ampliação da rede assistencial de saúde no Maranhão

Em entrevista à TV Mirante, nesta quinta-feira (19), o governador Flávio Dino anunciou a criação de um novo Centro de Testagem que funcionará no Viva Beira-Mar. Com esse, serão dois Centros de Testagem em São Luís, que já possui um em funcionamento na Policlínica Diamante. Essa é mais uma ação do Governo do Estado para prevenir e combater o novo coronavírus (Covid-19) em todo o estado.

“Não ha pânico, mas há alerta. Não estamos inertes, estamos com ações claras visando em primeiro lugar a prevenção. As pessoas devem compreender agora a importância das medidas não-farmacológicas: o isolamento de quem apresenta os sintomas, cuidados com quem está regressando de outras viagens”, disse o governador Flávio Dino.

Na entrevista, o governador citou a preparação e ampliação da rede assistencial de saúde no Maranhão. “Temos investido na ampliação de leitos. A nossa rede estadual tem quase 500 leitos de UTI e temos os nossos hospitais regionais. Estamos ampliando a nossa oferta de leitos em cidades como São Luís, Imperatriz, Coroatá, inicialmente. A ampliação dos leitos está acontecendo tanto na internação como em leitos de UTI para casos mais graves”, disse o governador.

Sobre o planejamento das ações nos aeroportos e rodoviárias, o governador citou a solicitação feita à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e Infraero para garantir a presença de funcionários da saúde nos aeroportos de São Luís e Imperatriz.

Uma barreira sanitária será implantada no desembarque dos passageiros e uma equipe de enfermeiros atenderá passageiros e tripulantes de todos os voos que desembarcarem na capital, no município de Imperatriz e também os passageiros que chegarem pela rodoviária de São Luís.

Ao ser questionado sobre a continuidade dos serviços públicos, o governador falou em medidas com senso de proporcionalidade. “Nós temos tido cuidado ao entender que serviços públicos são essenciais. Friso: a segurança, os agentes penitenciários, os agentes de limpeza. Serviços públicos estão mantidos. Estamos tomando medidas para grupo de risco, como os idosos, pessoas com doenças crônicas. Nós temos incisividade, velocidade e ao mesmo tempo cuidado para que as medidas sejam adotadas com senso de proporcionalidade”, afirmou o governador.

Na entrevista, o governador anunciou ainda o lançamento do primeiro edital de apresentação dos artistas via internet. “É um setor econômico que foi paralisado em eventos públicos e privados também. Há um senso de progressividade. Se houver agravamento teremos que adotar medidas sanitárias e na medida da capacidade financeira adotaremos medidas compensatórias setoriais”, disse o governador ao explicar também que a cada semana serão anunciadas medidas progressivas para ajudar a economia e manter, na medida do que for possível, obras e investimentos.

Brasil tem 5 mortes e mais de 530 infectados

Em São Paulo, foram registradas quatro mortes até quarta-feira (18) pelo governo estadual.

G1

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até 11h05 desta quinta-feira (18), 533 casos confirmados de novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil em 20 estados e no Distrito Federal.

A primeira morte do Rio de Janeiro foi confirmada nesta quinta-feira pela secretaria de Saúde. No balanço das secretarias de Saúde não está contabilizado o idoso morto em Niterói (RJ) que teve exame positivo para coronavírus. O município ainda aguarda contraprova do caso.

Em São Paulo, foram registradas quatro mortes até quarta-feira (18) pelo governo estadual.

O último balanço do Ministério da Saúde, divulgado na noite de quarta-feira, contabiliza 428 infectados.

De acordo com informações da Organização Mundial da Saúde (atualizadas às 16h40 de quarta-feira), houve 207.855 casos confirmados e mais de 9.000 mortes por Covid-19 em 166 países e territórios.

O balanço apontou que cerca de 34% das mortes estão concentradas em Hubei, província chinesa onde se iniciou o surto: lá, foram ao menos 3.130 vítimas fatais. A Itália aparece como o segundo país com mais mortes por novo coronavírus, são 2.978, 32% de todas as mortes no mundo.

Governo do RJ confirma a primeira morte por coronavírus

A mulher, diabética e hipertensa, apresentou sintomas no domingo (15), apresentou piora no quadro e morreu na terça (17)

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro e a prefeitura de Miguel Pereira confirmaram, na manhã desta quinta-feira (19), a primeira morte por coronavírus. A vítima é uma mulher de 63 anos que estava no grupo de risco para a Covid–19. Segundo a Secretaria de Saúde, um segundo caso de Niterói também está em investigação no Laboratório Central Noel Nutels.

“Estamos todos consternados e tristes. Meus sentimentos a familiares e amigos. Esse vírus nos atinge a todos. É momento de reflexão e de pensarmos nos que mais amamos. É por isso que reforço para que as pessoas não saiam de casa, que orem e que acompanhem todas as orientações do Ministério da Saúde e da nossa Secretaria de Saúde, para que sigamos juntos unidos contra esse mal que assola o mundo”, lamenta o governador Wilson Witzel.

A mulher, diabética e hipertensa, apresentou sintomas no domingo (15). Deu entrada em uma unidade de saúde do município na segunda (16), apresentou piora no quadro e morreu na terça (17), mesmo dia que o material chegou para a análise do laboratório do estado. Ela teve contato com paciente confirmado que viajou ao exterior.

“Quero também expressar a minha solidariedade a essa família. Faço um apelo à população que acredite na gravidade da situação e siga as orientações das autoridades de evitar sair de casa e ir a unidades de saúde sem necessidade. Reforço que nós não vamos descansar na luta para que casos como esses ocorram em menor número possível”, diz o secretário de Saúde, Edmar Santos.