Maranhão já tem 36.625 mil pessoas com coronavírus

O novo boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), nesta segunda-feira (1°), mostra que o Maranhão chegou à marca de 36.625 infectados pelo coronavírus.

Nas últimas 24 horas, foram 1.328 novos casos confirmados. Na Grande São Luís foram apenas 205 casos, as demais regiões registaram 1.123.

Desses, 11.473 pessoas já estão recuperadas e foram registrados ainda 997 óbitos.

Até o momento, o Maranhão já realizou 58.794 testes e 992 casos seguem suspeitos.

Allan Garcês fracassa em estratégia de virar ministro da Saúde

O médico que morou alguns anos no Maranhão tentou emplacar em sites de notícias que poderia ser o próximo ministro da Saúde, mas não teve êxito

Após 17 dias da demissão do ex-ministro Nelson Teich, o médico Allan Garcês ainda luta para tentar se tornar o ministro da Saúde do governo de Jair Bolsonaro, mas a estratégia parece está bem longe da desejada.

O substituto de Teich, o general Eduardo Pazuello, ao que tudo indica, deve permanecer no cargo, acabando de vez com os planos de Allan.

O médico, que foi candidato a deputado federal pelo Maranhão em 2018, tem se dedicado nos últimos dias em andar em vários gabinetes de deputados bolsonaristas e postou fotos com ministros do Governo Federal tentando reforçar seu lobby.

Allan Garcês é paraense, morou alguns anos no Maranhão, onde foi presidente da União da Direita Maranhense.

Opositor feroz do governador Flávio Dino, Allan ainda teve uma rápida passagem pela Secretaria de Estado da Saúde de Roraima, mas foi demitido poucas semanas depois de ter assumido por se desentender com o governador Antônio Denarium.

Maranhão cria rede regional de ambulatórios para pacientes com coronavírus

O objetivo principal dos ambulatórios é evitar que pacientes com sintomas leves fiquem em situação mais grave

A rede estadual pública de saúde no Maranhão abriu, nas últimas semanas, ambulatórios exclusivos para pacientes com coronavírus. As unidades estão espalhadas pelas regiões do Estado. 

O objetivo principal dos ambulatórios é evitar que pacientes com sintomas leves fiquem em situação mais grave. E, consequentemente, evitar internações. 

Funciona assim: os pacientes são encaminhados por unidades de saúde até o ambulatório. Lá, passam por triagem com enfermeiros. Em seguida, vão para o consultório médico, onde são pedidos exames laboratoriais e de imagem. 

Depois dos resultados, o médico define que tipo de medicamento é preciso. Os remédios são oferecidos pelo próprio ambulatório. O paciente entra, então, em tratamento domiciliar. 

A primeira unidade foi aberta em São Luís, anexo ao Hospital Carlos Macieira, no mês passado. O ambulatório recebe pacientes encaminhados pelas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de São Luís. 

Ou seja, a orientação é que os pacientes não vão diretamente até lá. As UPAs continuam sendo a porta de entrada para o atendimento.

Globo: São Luís tem queda no número de mortes por coronavírus após lockdown

Reportagem do jornal O Globo deste fim de semana fez o retrato da situação de algumas capitais.

Os efeitos do lockdown na Ilha de São Luís estão agora sendo vistos com mais clareza, duas semanas após a medida ter fim. É esse o prazo médio que especialistas apontam para extrair conclusões mais embasadas.

Reportagem do jornal O Globo deste fim de semana fez o retrato da situação de algumas capitais. São Luís é a que aparece com menor número de mortes diárias na última semana: oito.

É uma diferença significativa em relação ao auge da curva, acima de 15, cerca de três semanas atrás.

Outras capitais também têm reduzido a curva, mas ainda apresentam quantidades maiores de óbitos, como Manaus (31), Fortaleza (47), Belém (44) e Maceió (9).

Mas os especialistas ouvidos pelo Globo alertam que ainda é cedo para qualquer consolidação. Ou seja, a luta contra o coronavírus continua.

Veja aqui a reportagem do Globo e os gráficos: https://oglobo.globo.com/sociedade/covid-19-epidemia-desacelera-no-rio-em-sp-mas-cientistas-dizem-que-abrir-economia-arriscado-pois-pico-nao-esta-claro-24455077

Covid-19: Maranhão já tem mais de 35 mil infectados e 10.220 recuperados

O novo boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), domingo (31), mostra que o Maranhão chegou à marca de 35.297 infectados pelo coronavírus.

Nas últimas 24 horas, foram 638 novos casos confirmados. Na Grande São Luís foram apenas 136 casos, as demais regiões registaram 522.

Desses, 10.220 pessoas já estão recuperadas e foram registrados ainda 976 óbitos.

Até o momento, o Maranhão já realizou 56.177 testes e 846 casos seguem suspeitos.