Prefeitura e Governo tomam medidas após estragos causados pelas chuvas em São Luís

O fenômeno atingiu alguns bairros da capital, como na região da Forquilha, Av. Guajajaras e Estrada de Ribamar

Marrapa

Equipes da Defesa Civil, SMTT, Comitê de Limpeza, Semosp, Impur, Blitz Urbana e órgãos do Estado agiram rapidamente para tomar as providências necessárias diante dos estragos causados pela forte ventania ocorrida nesta segunda-feira (13).

O fenômeno atingiu alguns bairros da capital, como na região da Forquilha, Av. Guajajaras e Estrada de Ribamar, onde houve quedas de árvores, postes, telhas, placas de metal e outros resíduos.

“Em face dos danos derivados de chuvas e ventos em São Luís na tarde de hoje, informo que estou, há algumas horas, acompanhando as ações do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, em apoio a empresas privadas e à prefeitura”, disse o governador Flávio Dino.

Ventania causa destruição e impressiona moradores de São Luís

Casas, comércios e igrejas foram destelhadas e até uma torre de telefonia foi derrubada

Uma forte ventania causou destruição em bairros de São Luís no início da tarde de segunda-feira (13). O fenômeno foi registrado na região da Forquilha e em partes da Cidade Operária.

Casas foram destelhadas, galhos de árvores chegaram ser arrancados e objetos também foram levados pelo vento. Nuvens densas de chuva também se formaram durante a ventania, que segundo os moradores da área, durou poucos minutos.

Motoristas e moradores gravaram momentos de tensão. Casas, comércios e igrejas foram destelhadas e até uma torre de telefonia foi derrubada. Muros caíram e um motorista de carro na região da Forquilha se acidentou, atrapalhando o trânsito.

Imóveis ficaram sem energia elétrica nos bairros: Forquilha, João de Deus, Cohab Anil, Cohatrac, Aurora, Planalto, Cruzeiro do Anil, Angelim, Novo Angelim e áreas adjacentes.

Casos notificados da Covid-19 caem 68,11% em Imperatriz

Desde o início da pandemia, a cidade registrou um total de 253 óbitos

Considerando dados atualizados até ontem(12) , foram registrados 6 novos casos e 9 recuperados, Imperatriz atualiza para 183 casos ativos confirmados em laboratório.

O número total (4.403) representa 4,47% do total de casos registrados no estado (98.398). Desses 19.051 casos continuam ativos em todo o estado, o que representa 0,96% na cidade, o menor índice desde o início da pandemia.

Na distribuição do número de casos confirmados laboratorialmente de COVID-19 por semana, observou-se uma redução de 68,11% em relação às semanas com maiores registros de casos, 31 de maio a 11 de julho. Nesta semana, a cidade chegou a 4.403 laudos positivos para a doença, sendo apenas 191 registrados de 05 a 11 de julho. Ressaltamos também que essa quantidade representa uma queda de 43,8% em relação às semanas anteriores, 28 de junho a 11 de julho.

Desde o início da pandemia, a cidade registrou um total de 253 óbitos. Há ainda óbitos aguardando resultado laboratorial para Covid-19 e confirmação do CIEVS-MA.

Símbolo gigante em campo de trigo atrai atenção de curiosos na França

A origem do símbolo já gerou inúmeras especulações.

O aparecimento de um símbolo gigantesco em um campo de trigo tem atraído a atenção de curiosos na cidade de Vimy.

Muita gente viajou quilômetros para ver o sinal. Para o agricultor dono do campo, a curiosidade gerou prejuízo. Segundo ele, 300 metros quadrados de trigo foram destruídos poucos dias antes do início da colheita.

E a origem do símbolo já gerou inúmeras especulações. Algumas pessoas acreditam se tratar de uma referência aos cavaleiros templários e ao passado turbulento da cidade, devastada pelos combates na Primeira Guerra Mundial.

Já outras preferem acreditar que é obra de alienígenas.

Maranhão registra 77.815 pessoas recuperadas da Covid-19

O Maranhão se aproxima dos 100 mil casos da Covid-19

O Maranhão chegou a 77.815 pessoas curadas da Covid-19 neste domingo (12), segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES). Por outro lado, já são 2.463 mortes pela doença e 98.952 casos confirmados.

O Maranhão tem ainda 18.674 pessoas em tratamento, sendo 17.962 em isolamento domiciliar, 389 em enfermarias e 323 em leitos de UTI.

A Secretaria de Saúde também afirma que foram realizados 208.644 testes para diagnóstico da Covid-19 (rede pública + privada) no Maranhão, 108.763 casos foram descartados e 6.653 casos são monitorados por suspeita de contaminação.