TCU divulga lista com 658 políticos do Maranhão com contas irregulares

Nesta segunda-feira (14), o Tribunal de Contas da União (TCU) entregou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) uma lista com os nomes de 7.354 gestores que tiveram as contas julgadas irregulares pelo tribunal nos últimos oito anos. No caso do Maranhão, são 1.336 processos julgados, envolvendo 658 pessoas.

A entrega foi feita pelo presidente do TCU, José Múcio Monteiro, ao presidente do TSE, Luís Roberto Barroso. Segundo o TCU, a lista pode ser atualizada até a data das eleições. Segundo o TSE, quando uma candidatura é registrada, o juiz eleitoral analisa se o ato é válido ou não, e um dos critérios usados é justamente a lista do TCU.
A partir da divulgação da lista, Ministério Público Eleitoral, candidatos, coligações e partidos podem solicitar ao TSE a análise das candidaturas.

Ao receber a lista do TCU, o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, afirmou que a Lei da Ficha Limpa impede a candidatura de gestores que cujas contas foram rejeitadas pelo TCU.

O Tribunal disponibiliza a lista de responsáveis com contas julgadas irregulares, em tempo integral, na página https://contasirregulares.tcu.gov.br/

Para acessar os dados segmentados por ano, estado, município, entre outros tipos de relatórios, acesse: https://contasirregulares.tcu.gov.br/ordsext/f?p=105:16

“Se eu for eleito, São Luís terá uma dupla de prefeitos”, declara Jeisael Marx

No último domingo (13), foram oficializadas as candidaturas do comunicador Jeisael Marx a prefeito de São Luís e da servidora municipal Janicelma Fernandes a vice pela Rede Sustentabilidade. Marcado pela simplicidade, o evento aconteceu no Espaço Planalto Eventos, Planalto Anil III, seguindo os protocolos dos órgãos de saúde por conta da Covid-19.

Em uma de suas colocações, durante a convenção, Jeisael anunciou que não quer ser prefeito sozinho e que, se eleito, sua vice, Janicelma, ocupará o mesmo espaço que ele na administração, tendo a capital maranhenses dois prefeitos.

“Se eu for eleito, São Luís terá uma dupla de prefeitos. Um prefeito e uma prefeita porque meu partido defende a paridade e entendo que a mulher precisa ocupar os mesmos espaços que os homens e não ser a sombra deles. Lugar de mulher é onde ela quiser”, defendeu Jeisael durante a convenção que homologou a sua candidatura e da vice, Janicelma, à Prefeitura de São Luís.

A simplicidade da convenção de Jeisael foi evidenciada também em vídeos gravados por apoiadores que mostram o próprio candidato preparando o palco da convenção que aconteceu no bairro do Planalto Anil.

Janicelma, por sua vez, fez um discurso forte também centrando em como seria seu papel na administração, caso sejam eleitos. Falou de sua trajetória, de seu propósito com a candidatura e valorizou a presença da mulher na política.

Também foram confirmados, durante a convenção, cerca de 30 candidatos a vereador que vão disputar vaga na Câmara Municipal da capital.

Sub-prefeituras

Durante seu discurso, Jeisael afirmou que, caso seja eleito, deve implementar o sistema de sub-prefeituras na capital, além de defender a participação popular na gestão municipal, por meio do orçamento participativo.

“Defendemos, além da descentralização, a participação popular, para que as pessoas possam ajudar de fato a governar o município através do orçamento participativo e elencar as prioridades da cidade”, declarou o candidato.