Segundo a OMS, vacina contra Covid-19 estará pronta até o final do ano

“Até o final do ano, uma vacina contra a covid-19 estará pronta”. Essas palavras foram ditas pelo diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Sem dar muitos detalhes, ele pediu solidariedade e compromisso político de todos os líderes para garantir a distribuição igualitária de vacinas, assim que elas se tornem disponíveis.

O órgão regulador da União Europeia lançou uma análise em tempo real da potencial vacina desenvolvida pela Pfizer com a BioNTech. O anúncio da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) pode acelerar o processo de aprovação de uma vacina bem-sucedida no bloco.

Nove vacinas experimentais fazem parte da iniciativa global Covax, que visa a distribuir 2 bilhões de doses até o fim de 2021. Até agora, cerca de 168 países se juntaram à Covax.

Propaganda eleitoral no rádio e TV inicia nesta sexta-feira

A partir desta sexta-feira (9), começam a ser veiculadas as propagandas eleitorais gratuitas em rádio e televisão para as eleições municipais de 2020. Os anúncios serão divulgados em blocos de 10 minutos, que vão ao ar de segunda-feira a sábado, duas vezes ao dia, e serão usados para mostrar os candidatos a prefeito e também por meio de inserções, de 30 segundos ou um minuto cada, que serão exibidas ao longo do dia. Para as inserções, cada emissora de rádio e televisão vai destinar 70 minutos diários.

O tempo será dividido ao longo da programação, de segunda a domingo, na proporção de 60% para candidatos a prefeito e 40% para candidatos a vereador.

TRE e Famem firmam acordo para garantir segurança nas eleições

Os presidentes do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, desembargador Tyrone Silva, da Federação dos Municípios, Eric Costa, e os secretários de educação do Estado, Felipe Camarão, e do município, Cursino Moreira, assinaram um Termo de Cooperação que tem como objetivo implementar medidas para a remoção de barreiras físicas, arquitetônicas, de comunicação e atitudinais nos locais de votação, a fim de promover um amplo e irrestrito acesso de pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida ao exercício do voto.

A proposição do Termo, firmado baseado em leis, convenções, decretos, portarias e resoluções que tratam do tema, foi da Comissão de Acessibilidade do TRE-MA, que é presidida pelo juiz membro da Corte José Gonçalo de Sousa Filho, assessorados pelos servidores Roberto Magno Frazão, Syssyara Gomes, Fernando Neves, Silvana Rayol e Fernanda Leão.

Antes da assinatura, o desembargador Tyrone Silva registrou ser uma grande satisfação participar do momento, que representa um dos atuais compromissos da Justiça Eleitoral: que é oferecer melhores condições do exercício do voto ao eleitorado.

Por sua vez, Felipe Camarão destacou a preocupação do Governo com a questão da acessibilidade, sendo seguido pelo prefeito Eric Costa, que afirmou trabalhar para que as Prefeituras cumpram com os termos da cooperação. Por último, o secretário Cursino Moreira disse que este tipo de iniciativa representa um olhar humanista sobre minorias que historicamente não recebem a devida atenção por parte das políticas públicas.

O juiz Gonçalo Filho agradeceu ao empenho dos envolvidos em fazer o Termo de Cooperação ser concretizado, ressaltando o trabalho de articulação nos bastidores que resulta em benefícios para os eleitores que necessitam de medidas de acessibilidade.

O TC não implica compromissos financeiros ou transferências de recursos entre os partícipes e não gera direito a indenizações, exceto no caso de extravio ou dano a equipamentos, instalações e outros materiais emprestados por um ao outro, caso ocorra esta condição.

Após desistência de Madeira, Solidariedade apoiará candidatura de Rubens Júnior

Na tarde desta quarta-feira (7), ficou definido que, após a desistência de Carlos Madeira da disputa pela prefeitura de São Luís, o Solidariedade apoiará a candidatura de Rubens Júnior (PCdoB).

O anúncio foi feito pelo presidente do partido, o secretário de Indústria e Comércio Simplício Araújo, pela deputada estadual Helena Duailibe e pelo secretário de Segurança Jefferson Portela, durante reunião realizada na sede do partido.

Madeira também deve acompanhar a decisão do partido.