Maranhão já aparece novamente no vermelho para Covid-19

Segundo boletim epidemiológico divulgado na noite da última sexta-feira (4) pela Secretaria de Estado da Saúde, o Maranhão atualmente registra 194.800 casos confirmados de coronavírus. Desse total, 3.928 são novos casos ativos. O estado apresenta um quadro de 4.330 óbitos em decorrência da doença e 186.542 pessoas que se recuperaram.

Nas últimas 24 horas, foram confirmados 480 novos infectados por coronavírus no Estado: 95 em São Luís, 23 em Imperatriz e 362 em outros municípios. O número de pessoas em isolamento domiciliar é de 3.636, enquanto 112 pessoas estão internadas nas Unidades de Terapia Intensiva.

Oito mortes foram registradas nas cidades de Açailândia (1), Chapadinha (1), Imperatriz (1), Paraibano (1), Paulino Neves (1), Paulo Ramos (1), Pinheiro (1) e São Luís (1) nos últimos dias, o que levou o Maranhão a ser um dos estados que apresentou alta na média móvel de mortes.

Documentos poderão ser autenticados por meio digital

Documentos poderão ser autenticados
por meio eletrônico. O novo serviço dos cartórios possibilitará a certificação de cópias de forma online pelo site https://cenad.e-notariado.org.br/

A novidade vem para complementar a digitalização de outros serviços que já estavam sendo prestados na plataforma de atos notoriais eletrônicos chamada e-Notoriado. Entre eles, assinaturas digitais de escrituras, procurações por videoconferência, atas notariais e testamentos, bem como separações e divórcios extrajudiciais.

Segundo o Colégio Notarial do Brasil (CNB), órgão responsável por gerir o módulo da Central Notarial de Autenticação Digital (Cenad), o novo recurso permite a materialização e a desmaterialização de autenticações em diferentes cartórios. Dessa forma, fica mais rápido o envio do documento certificado para pessoas ou órgãos, além de verificar de forma segura a autenticidade do arquivo digital.

De acordo com o CNB, para acessar esse serviço, o usuário deve solicitar a autenticação digital a um tabelionato de notas de sua preferência e enviar o documento por e-mail, caso o original seja digital. Se o documento a ser autenticado for físico, é necessário levar o impresso ao cartório para digitalização e autenticação. A autenticação notarial gera um registro na plataforma, com dados do notário ou responsável que a tenha assinado, a data e hora da assinatura, e código de verificação. O usuário receberá um arquivo em PDF assinado digitalmente pelo cartório. O envio do arquivo poderá ser feito por e-mailWhatsApp ou outro meio eletrônico.