Festas de aniversário, casamentos e batizados estão proibidos no Maranhão pelos próximos 14 dias

Durante entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira (25), o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, anunciou as novas medidas que serão adotadas pelo governo do Maranhão para conter a segunda onda de contaminação pela Covid-19.

Foi anunciado que, durante os próximos 14 dias, estão proibidas no Maranhão a realização de casamentos, aniversários, batizados ou qualquer outro evento que promova aglomeração, seja no âmbito público ou privado.

Assim como o comércio, bares e restaurantes vão continuar funcionando normalmente, mas com medidas restritivas.

Novos leitos de UTI para tratamento da covid-19 serão disponibilizados, dentre eles no Hospital Carlos Macieira, no novo Hospital do Servidor, no Hospital Aquiles Lisboa e na cidade de Imperatriz. Já as cirurgias eletivas e consultas ambulatoriais estão suspensas por 14 dias.

Enem: Estudantes já podem pedir reaplicação da prova

A partir desta segunda-feira (25), candidatos que não puderam participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) por estarem com sintomas de covid-19 ou de outra doença infectocontagiosa e aqueles que não conseguiram fazer as provas por problemas logísticos podem pedir para participar da reaplicação do Enem na Página do Participante. O sistema ficará aberto até o dia 29. 

As provas do Enem impresso foram aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro. Nas semanas que antecederam cada uma das aplicações, os candidatos puderam enviar exames e laudos médicos ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Aqueles que ainda não o fizeram poderão, agora, acessar o sistema online. As provas da reaplicação serão nos dias 23 e 24 de fevereiro. 

Além da covid-19, podem solicitar a reaplicação participantes com coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola, varicela.

Segundo o Inep, para a análise da possibilidade de reaplicação, a pessoa deverá inserir, obrigatoriamente, no momento da solicitação, documento legível que comprove a doença. Na documentação, deve constar o nome completo do participante, o diagnóstico com a descrição da condição, o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10), além da assinatura e da identificação do profissional competente, com o respectivo registro no Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente, assim como a data do atendimento. O documento deve ser anexado em formato PDF, PNG ou JPG, no tamanho máximo de 2 MB. 

O resultado final será divulgado no dia 29 de março. Os candidatos podem usar as notas para concorrer a vagas no ensino superior, por meio de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas de ensino superior, e o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas de estudo em instituições privadas. 

Flávio Dino prioriza pacientes oncológicos e em diálise na vacinação

O governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou que a vacinação no Maranhão priorizará pacientes oncológicos, em diálise e que serão destinados novos leitos exclusivos para o combate ao coronavírus. “Fizemos uma reunião de análise da evolução da pandemia do coronavírus e lamentavelmente constatamos que há nos últimos dias uma tendência de crescimento nos casos com internação hospitalar”, pontuou o governador.

Dino anunciou que haverá fortalecimento da diretriz de ampliação da rede estadual de saúde para casos de coronavírus. Leitos exclusivos estão sendo destinados para pacientes com Covid-19 e o governador disse ainda que serão intensificadas as obras que estão sendo realizadas ao longo dos últimos meses no Maranhão.

Neste domingo (24), o Maranhão recebeu mais vacinas oriundas do Ministério da Saúde. “Além dos profissionais da saúde, estamos orientando que haja disponibilização também para pacientes em tratamento de radioterapia, quimioterapia e hemodiálise. Esses são pacientes que podem ter um quadro mais grave de Covid e estão submetidos compulsoriamente a uma rotina hospitalar. Essa é uma nova diretriz que passa a integrar o Plano Estadual de Vacinação do Maranhão”, disse Flávio Dino.

O governador destacou ainda a essencialidade das medidas preventivas, citando que já foram adotadas deliberações importantes sobre a suspensão das festas de carnaval em ambientes públicos e privados no Maranhão.