“A chantagem do grupo Sarney não nos amedronta”, garante Othelino Neto

Do Jornal Pequeno

Othelino esclarece que não está inelegível como pregou mídia sarneysista
Othelino esclarece que não está inelegível como pregou mídia sarneysista

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) falou com exclusividade para o Jornal Pequeno sobre as retaliações que vem sofrendo do grupo Sarney por fazer contundente oposição ao governo Roseana e sobre o momento caótico do Sistema Penitenciário do Maranhão que expõe o Estado em nível nacional e internacional. Sobre matérias veiculadas pela mídia sarneysista dando conta de uma suposta inelegibilidade, o parlamentar disse que tudo não passou de uma maldade espalhada por determinação do clã.

“Com relação a esse tipo de chantagem para atingir adversários políticos, eu quero dizer que isso não nos amedronta. Vamos continuar fazendo oposição de forma dura e respeitosa para o bem do Maranhão”, garantiu Othelino Neto.

O deputado disse que qualquer pessoa, minimamente bem informada, sabe que para alguém perder seus direitos políticos o processo precisa transitar em julgado ou haver condenação por órgão colegiado, o que não aconteceu. “Qualquer especulação fora disso é má fé”, frisou.

Segundo Othelino, a represália que vem sofrendo é pelo fato de está sempre denunciando irregularidades que, frequentemente, são cometidas no governo Roseana Sarney, entre elas as graves omissões que deixam os maranhenses expostos à própria sorte, principalmente os mais pobres.

O deputado disse que, desde setembro do ano passado, já havia alertado que o grupo Sarney iria baixar o nível da disputa politica com o aproximar da eleição de 2014. “E é justamente isso que está acontecendo”, lembrou.

Retaliação por conta do pedido de impeachment

Segundo Othelino, a mídia sarneysista resolveu retaliá-lo exatamente após ter recebido em seu gabinete, no exercício do posto de membro da comissão de recesso da Assembleia Legislativa, representantes de um coletivo de advogados brasileiros dos Direitos Humanos que pediram à Casa o impeachment da governadora Roseana Sarney.

“Depois que um grupo de advogados de São Paulo e do Maranhão protocolou o impeachment contra a governadora por conta da omissão no caso de Pedrinhas, ao invés do governo tentar mostrar um mínimo de competência para solucionar não só este problema, mas o caos na Segurança Pública, resolveu inventar que o pedido era articulado pela oposição, por isso aumentou a dose de ódio que costuma distribuir diariamente”, comentou Othelino Neto.

Sobre o caos no Sistema Penitenciário

Sobre o caos no Sistema Penitenciário do Maranhão, o deputado disse que o fato é que os maranhenses estão se sentindo desprotegidos e a governadora demonstrou estar despreparada para liderar a solução dessa grave crise por que passa a Segurança do Estado.

Othelino disse que esse problema na Segurança Pública já vem acontecendo há alguns anos e os sinais da crise foram aumentando a cada dia, sem que o governo tomasse providências, até chegar ao caos total. “O governo fazia de conta que não percebia o que estava se passando”, afirmou.

O deputado criticou o fato do Maranhão ter devolvido R$ 22 milhões de recursos destinados a investimentos no Sistema Penitenciário. O parlamentar lembrou que há obras que foram iniciadas há cinco anos e estão paralisadas, fora contratos suspeitos que foram firmados pelo governo.

“Diante dessa crise toda, o governo Roseana Sarney só aceitou a ajuda do governo federal diante do caos que repercutiu nacional e internacionalmente”, observou Othelino Neto.

Para finalizar, o deputado disse que, infelizmente, por culpa do grupo Sarney, em particular da governadora Roseana e do senador José Sarney, o Maranhão virou destaque negativo no Brasil e no mundo.

Postagens relacionadas

11 thoughts on ““A chantagem do grupo Sarney não nos amedronta”, garante Othelino Neto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.