Após tentativa de fraude, Polícia Federal investigará concurso do IFMA


Solicitação foi feita pelo reitor da Instituição, Francisco Roberto Ferreira.
Suspeito de chefiar quadrilha que atuava em concurso era servidor do IFMA


Sede do IFMA, no Monte Castelo

O reitor do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), Francisco Roberto Ferreira, emitiu nota de esclarecimento, na tarde desta quarta-feira (05), na qual afirma que já oficializou à Polícia Federal a possibilidade do servidor Antônio Ferreira Lima Sobrinho, acusado de chefiar uma quadrilha em concursos, ter se beneficiado com o esquema fraudulento para o ingresso no quadro de servidores da Instituição.


Durante esta semana, a Secretaria de Segurança Pública informou que Antônio Ferreira já havia sido aprovado em vários certames no estado, a exemplo do da Prefeitura de Igarapé do Meio; do de São José de Ribamar; dos Correios, de 2008 e 2011; do Banco do Nordeste; e o do IFMA.

Na nota, Francisco Roberto Ferreira afirma ter solicitado a investigação total do concurso do IFMA, com a punição aos envolvidos e demissão de servidores.

Veja abaixo a nota na íntegra:

Considerando os acontecimentos procedentes do indício de fraude no concurso da Secretaria de Segurança Publica, o qual envolve o nome do servidor Antônio Ferreira Lima Sobrinho, acusado de chefiar quadrilha em concursos citando, inclusive, prestações de provas do Instituto Federal do Maranhão, a Reitoria esclarece que já oficializou a Polícia Federal sobre o ocorrido, solicitando a investigação total do concurso do IFMA, com a punição aos envolvidos e demissão de servidores. A intenção é preservar a integridade do concurso.

Francisco Roberto Brandão Ferreira
Reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.