Autoridades arrogantes precisam seguir exemplo de simplicidade…

Simplicidade encanta

Vejo nas redes sociais, políticos maranhenses destacando a simplicidade e a humildade do Papa Francisco. Pois muito bem! Que os gestos do santo padre possam mudar, realmente, também as atitudes de outras autoridades, para que sejam mais simples, eu disse “mais simples”, e abandonem a arrogância, pois elas precisam entender que são “gente como a gente”.

As renúncias que o santo padre faz nos levam a comparações importantes. Por que as autoridades  não fazem o mesmo?  Por que não abrem mão das luxuosas suítes por uma mais simples como o fez Francisco? Por que não preferem um carro simples e de vidros transparentes para andar? Por que não abrem mão das regalias? Por que não se misturam aos pobres, às pessoas simples? Por que não carregam nem a própria maleta de coisas pessoais? Por que ostentam tanto, enquanto o próximo passa necessidades?

Enfim, por que não têm atitudes nobres como a do pontífice que mostra que uma autoridade pode ser gente como a gente? É isso que se espera das autoridades maranhenses, brasileiras, a partir do Papa Francisco. 

Está na hora de todos renunciarem à “Cultura do Descartável” para aderir à “Cultura da Solidariedade”, à “Cultura da Simplicidade” e à “Cultura da Humildade”. Imagine: o santo padre é tão humilde que pede que nós rezemos por ele!

O mundo está encantado com Francisco, mas é preciso atentar às preciosíssimas mensagens que ele está nos deixando…e que a simplicidade seja um dos exemplos a serem seguidos, principalmente, por nossas arrogantes autoridades.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.