Baleiro “vende” o Maranhão em programa de Fátima Bernardes

Zeca Baleiro com Fátima, Carla Marins, Ana Lúcia Torres e Glória Maria

Em uma deixa do debate sobre aventuras, no programa global da jornalista Fátima Bernardes, exibido na última quarta-feira (21), o cantor maranhense e de renome nacional, Zeca Baleiro, sutilmente, “vendeu” o turismo no Maranhão.

Aparteando a também jornalista Glória Maria sobre o tema lugares paradisíacos, quando se falava na Noruega, Baleiro aproveitou para lembrar que no Maranhão também há lugares magníficos, como a Chapada das Mesas, no Sul do Estado.

Glória Maria não deixou para menos e disse que sabe disso, pois conhece o Maranhão, lugar que descreveu como lindo, ao citar, com entusiasmo, também os Lençóis Maranhenses.

O nome de Zeca Baleiro já foi especulado até como secretariável da administração Edivaldo Holanda Júnior, mas o artista descartou, de pronto, através das redes sociais, o que seria apenas um factoide.

O cantor disse, no início deste mês, através do seu porta-voz, o jornalista Sérgio Castelani, que não iria se pronunciar sobre campanha que tomou conta das redes sociais em São Luís, indicando o seu nome para assumir a presidência da Fundação Municipal de Cultura – Func – na nova gestão de Edivaldo Holanda Júnior.

O porta-voz explicou que não há nenhum convite oficial e, tão pouco, qualquer movimento por parte do artista para assumir o cargo e, por isso mesmo, a opção pelo silêncio.

Em tempo, Zeca Baleiro nasceu em 11 de abril de 1966, em São Luís do Maranhão. O cantor e compositor foi registrado com o nome José de Ribamar em homenagem ao santo de mesmo nome.  

Bom, se não irá presidir a Func, hipótese remota na minha opinião, já que um artista de renome jamais deixaria os palcos nacionais para se debruçar em um cargo tão burocrático, ele promoveu o Maranhão ao ressaltar as belezas da Chapada das Mesas no programa global de Fátima Bernardes. Ponto positivo! O turismo maranhense agradece!

Postagens relacionadas

3 thoughts on “Baleiro “vende” o Maranhão em programa de Fátima Bernardes

  1. Eu assisti ao programa e acho que ele poderia ter falado mais e melhor sobre o Maranhão. Ele titubeou ao falar e não foi nada eloquente quanta às infortmações que poderia repassar sobre as maravilhas naturais do nosso estado. Para quem é considerado um embaixador da nossa cultura e da nossa terra, deixou muito a desejar numa oportunidade que poderia ter sido excelente para de fato “vender” o turismo local.

  2. Veja só, mas foi ele quem provocou o assunto Maranhão dentro do programa e que terminou rendendo atenção para o Estado. É verdade que ele poderia ter aproveitado para falar mais sobre o potencial turístico do Estado, mas só o fato de trazer o Maranhão para a discussão já foi muito bom. Obrigada pelo comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.