Cohatrac II vive drama da falta de água

Moradores vivem drama da falta de água
Moradores buscam alternativas
Já é crônico o problema da falta de água no Cohatrac II. Os moradores enfrentam mais uma crise no fornecimento feito pela inoperante Companhia de Águas e Esgotos do Maranhão (Caema) no bairro.

Desde a última quinta-feira (27), não cai uma gota de água das torneiras das casas no Cohatrac. E os moradores têm que se virar como podem para as atividades domésticas e o consumo diário. Pior é que a Caema, órgão ligado à Secretaria Estadual de Saúde, que tem como titular Ricardo Murad, não dá a mínima satisfação e nem assistência às famílias.

A dona-de-casa Edite Araújo, moradora do Cohatrac II há 20 anos, disse que esse drama não é de hoje. Segundo ela, há muito tempo isso já acontece, tornando a vida das famílias um verdadeiro drama.

Uma das saídas é a compra de água por meio dos carros-pipas. Sem opção, os moradores, que têm mais condições, reúnem-se e chamam um caminhão desses para abastecer as caixas, o que termina saindo muito caro para as economias já pré-determinadas.

O governo do Estado precisa tomar uma providência plausível para acabar com esse grave problema da falta de água no Cohatrac, um dos bairros mais populosos de São Luís.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.