Com quem ficará o Aliança Pelo Brasil, partido de Bolsonaro no Maranhão?

Três nomes já estão articulando e correndo atrás da presidente da legenda no Estado

Por um lado, os eleitores e militantes maranhenses do presidente Jair Bolsonaro se livraram do domínio do presidente do PSL do Maranhão, o vereador de São Luís, Chico Carvalho, nome mais ligado ao presidente nacional da legenda, o deputado federal Luciano Bivar e que não se entendia com as demais lideranças.

E, por outro, os seguidores de Bolsonaro, certamente, verão pela frente, uma disputa acirrada para saber quem irá presidir, no Maranhão, o novo partido do presidente, o Aliança Pelo Brasil.

Três nomes já estão articulando e correndo atrás da presidente da legenda no Estado.

A ex-candidata ao governo Maura Jorge, hoje presidente da Fundação Nacional da Saúde, no Maranhão. O médico Allan Garcês, diretor do Departamento de Articulação Interfederativa da Secretaria-Executiva do Ministério da Saúde e Coronel Monteiro, superintendente de Coordenação e Governança do Patrimônio da União no Maranhão, são os três nomes que já largaram na frente para angariar o maior número de assinaturas.

A disputa acirrada é justificada pelo fato de que quem ficar com a presidência do Aliança Pelo Brasil no Maranhão estará automaticamente alçado ao posto de representante do presidente no estado, além de poder coordenadar todos os passos da legenda nas próximas eleições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *