Dono da UTC confirma participação de Roseana e Lobão em esquema

O empresário fez referência aos políticos em acordo de delação premiada

O empresário fez referência aos políticos em acordo de delação premiada

O Globo – A delação premiada do dono da construtora UTC, Ricardo Pessoa, tratou de um suposto esquema de pagamento de propina em contratos de obras da usina nuclear Angra 3, em Angra dos Reis, segundo fontes com acesso às investigações no Supremo Tribunal Federal (STF). Pessoa, apontado como chefe do chamado “clube do cartel”, teria detalhado pagamentos envolvendo parlamentares do PMDB e gestores da Eletrobras Eletronuclear, órgão responsável pelas obras da usina. A delação é conduzida sob sigilo pela Procuradoria Geral da República.

O depoimento de Pessoa reforça o teor da delação do ex-presidente da Camargo Corrêa Dalton Avancini. Ele também decidiu colaborar com a Justiça em troca de um alívio nas penas. Segundo Avancini, coube à UTC, com participação de Pessoa, convocar uma reunião para acertar propina ao PMDB e a dirigentes da Eletronuclear, entre eles o presidente da estatal, almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva.

O executivo relatou uma organização em cartel das empreiteiras para fatiar contratos, como ocorreu na Petrobras. As revelações sobre o depoimento de Avancini foram feitas pelo “Jornal Nacional” em 25 de abril. O presidente da Eletronuclear se licenciou do cargo quatro dias depois.

INTEGRANTES DE CARTEL

A UTC e a Camargo Corrêa são acusadas de integrar o cartel que negociou contratos na Petrobras. Pessoa e Avancini ficaram presos em Curitiba devido ao suposto envolvimento no esquema. O dono da UTC aderiu à delação premiada após ser transferido para prisão domiciliar. O acordo é com a procuradoria, no âmbito das investigações em curso no STF, por conta das citações a autoridades com foro privilegiado.

O ex-presidente da Camargo Corrêa decidiu fazer a delação quando estava num presídio. Ele deixou o cárcere por conta da colaboração. Os depoimentos foram para a equipe de procuradores da força-tarefa em Curitiba.

A delação de Pessoa ainda está em curso e depende de homologação do STF. Já se sabe que ele citou como beneficiário do esquema o senador Edison Lobão (PMDB-MA), ex-ministro de Minas e Energia, e a ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney (PMDB). Os dois já são investigados em inquéritos no STF. Uma autoridade militar com atuação no setor elétrico também foi citada por Pessoa. O GLOBO não confirmou se a referência foi a Othon Luiz, da Eletronuclear. A Eletrobras afirmou que nenhuma irregularidade foi identificada até agora em Angra 3.

25 pensou em “Dono da UTC confirma participação de Roseana e Lobão em esquema

  1. Senhora Blogueira, noticie o que relato abaixo, pois após o nosso último contato foram disponibilizada mais três edições retroativas. Não faça igual aos outros que por um trocado por mês calam-se esquecendo-se da sua ética profissional.

    Denunciei no dia 23 de abril, o atraso na exibição do Jornal Oficial dos Municípios, criado pela Famem, e adotado por vários municípios para publicação de suas licitações. Esse periódico não é exibido na data exata que é elaborado, sendo exibido com mais de 60 dias de atraso.
    Se já não bastasse o atraso, o referido periódico não dá a garantia da inviolabilidade das edições, pois não contêm certificação digital, o que permite a inserção de licitações ou outros atos nas edições publicadas, fato este já ocorrido no DOE há anos atrás, quando o tio do prefeito de Paço do Lumiar denunciou o sobrinho, Gilberto Aroso, sobre a alteração das edições para a inserção das licitações do citado município.
    Ocorre que este mesmo fato pode está se repetindo no Jornal da Famem, e mesmo tendo-o denunciado a vários e-mails da imprensa do Maranhão, somente o blogueiro Daniel Matos deu importância à matéria, divulgando o escândalo que pode está causando a sangria dos cofres públicos. O blogueiro pode constatar a veracidade das informações encaminharas pelo acesso do link do jornal http://famem.org.br/jornal/, e ver que a última edição disponibilizada era a de número 1.149 de 19 de fevereiro, sendo que a sua matéria datava do dia 24 de abril, confirmando que a mais de 60 dias que a Famem não exibia outra edição. Link da matéria: http://www.blogsoestado.com/danielmatos/2015/04/24/denunciado-esquema-em-licitacoes-operado-pela-famem-com-prefeituras/
    Mesmo sabendo que era de conhecimento da imprensa e que poderia responder por fraude, a Famem colocou em seu portal no dia 19 de maio, 90 dias depois do último jornal, as edições 1.150 de 23/02/15 e 1.151 de 27/02/2015, no dia 20 de maio, as edições 1.152 de 06/03/15 e 1.153 de 11/03/15, no dia 30 de maio de 2015, as edições 1154 de 17/03/15, 1155 de 20/03/15, 1156 de 25/03/15, 1157 de 31/03/15 e 1158 de 07/04/15 e no dia 3 de junho as edições 1159 de 10/04/15, 1160 de 14/04/15 e 1161 de 17/04/15,ou seja, todas com datas retroativas e contendo várias licitações vencidas desde o mês de março e em abril, o que demonstra o conluio entre as prefeituras e a Famem na fraude das licitações municipais, o que deveria ocasionar a anulação de todos os procedimentos licitatórios ali publicados pelas 24 prefeituras que participaram destas edições, de acordo com a relação abaixo:

    Prefeitura Municipal de Itaipava do Grajaú
    Prefeitura Municipal de Sitio Novo
    Prefeitura Municipal de Porto Franco
    Prefeitura Municipal de Sucupira do Norte
    Prefeitura Municipal de Buriti Bravo
    Prefeitura Municipal de Tuntum
    Prefeitura Municipal de Alcântara
    Prefeitura Municipal de Rosário
    Prefeitura Municipal de Jatobá
    Prefeitura Municipal de Mirador
    Prefeitura Municipal de Capinzal do Norte
    Prefeitura Municipal de Colinas
    Prefeitura Municipal de Magalhães de Almeida
    Prefeitura Municipal de Matinha
    Prefeitura Municipal de Ribamar Fiquene
    Prefeitura Municipal de Cajari
    Prefeitura Municipal de São Mateus
    Prefeitura Municipal de Santa Filomena
    Prefeitura Municipal de Presidente Dutra
    Prefeitura Municipal de Governador Archer
    Prefeitura Municipal de Governador Edson Lobão
    Prefeitura Municipal de Graça Aranha
    Prefeitura Municipal de Barreirinhas
    Prefeitura Municipal de Santa Filomena do Maranhão

    As providências pelos órgãos de controle e do judiciário devem ser tomadas com a máxima urgência que o caso requer, não obstante que isto pode esta ocorrendo há vários anos.
    Chama atenção a conivência do Tribunal de Contas do Estado com esse esquema, visto que em matérias publicadas no passado dizia não validar o Jornal da Famem e de não ter competência em fiscalizar o DOE, e a fraude vem continuando com a maior normalidade.
    Diante do que está ocorrendo e buscando que todos abram os olhos para a investigação desse crime, estou encaminhando o teor desse e-mail para que após publicado possa chegar até ao delegado que está investigando as prefeituras do Maranhão, Dr. Augusto Barros, ao Tribunal de Contas do Estado, ao Tribunal de Contas da União e a Polícia Federal, pois como empresário, não posso continuar a ser prejudicado por uma fraude que escolhe empresários para ganhar as licitações, inibindo a concorrência para desviar recursos públicos.

  2. Pingback: DONO DA UTC confirma participação de ROSEANA E LOBÃO em esquema - Blog do Zé da GraçaBlog do Zé da Graça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *