E por que eles vão para o Sírio Libanês?

Sírio Libanês: hospital de luxo do Brasil
Uma polêmica tomou conta das redes sociais com o fato do senador José Sarney ter saído de São Luís às pressas para o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, depois de um quadro de Pneumonia diagnosticado no hospital UDI, na capital maranhense. 

Ora, mas a verdade é que todos aqueles que têm mais condições financeiras, inclusive as autoridades responsáveis pela Saúde no Estado, vão procurar tratamento em São Paulo, porque, infelizmente, não confiam na medicina do Maranhão, na estrutura que temos, seja ela pública ou particular.

O pobre que adoece e tem que ser internado no Socorrão, ou mesmo a pessoa de classe média que precisa ir para os péssimos São Domingos e UDI, tidos como os melhores da rede particular, também iriam para o Sírio Libanês se tivessem condições financeiras. A verdade é que todos condenam e não confiam no Sistema de Saúde do Maranhão. E têm razões para isso? Claro que sim. Nem as autoridades responsáveis pelo setor confiam no que o Estado oferece. 

Quem pode pagar vai para o Sírio Libanês porque no Maranhão não há estrutura funcional para grandes tratamentos, faltam profissionais especializados, já que a maioria quer trabalhar nos grandes centros; o risco de infecções é maior por conta de uma série de fatores, entre eles, negligência, equipamentos quebrados e obsoletos, etc. São muitos os fatores.

Portanto, não é só o Sarney que corre para o Sírio Libanês. Fazem o mesmo autoridades como a filha do próprio senador, a governadora do Estado, Roseana Sarney, o prefeito Edivaldo Holanda Jr; o pai dele, o ex-deputado Edivaldo Holanda; o ex-prefeito João Castelo, desembargadores, juízes, prefeitos e até o próprio secretário de Saúde, Ricardo Murad, se precisar, irá mesmo é para São Paulo. 

O ex-governador Jackson Lago também foi buscar tratamento na capital paulista  e, assim, os exemplos não acabam mais, porque quem tem mais condições financeiras não se trata no Maranhão. Cai fora o mais rápido possível. 

Postagens relacionadas

4 thoughts on “E por que eles vão para o Sírio Libanês?

  1. Mas vão todos morrer, afinal ninguém vai sair vivo daqui…a diferença é que alguns vão para o céu, e outros vão direto para o quinto dos infernos.

  2. Tenho que concordar com você, trouxe a minha mãe para fazer exames e consultas aqui no sul do país e o médico nos falou que médicos bons mesmo só tem do sudeste para baixo. Ele diz que a maioria dos médicos do norte e nordeste não gostam de se especializar. Não pude contestar por achar que ele tem mesmo razão. Ainda tem a falta de investimento na saúde por parte dos governantes…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.