ELEIÇÕES 2014 – PCdoB deverá ter palanque aberto para presidente no Maranhão

Rubens Júnior diz que cenário de 2014 é favorável à oposição
Em uma conversa informal com jornalistas, após a sessão desta quinta-feira (1°), o líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Rubens Júnior (PCdoB), deixou claro que o partido corre atrás de um maior número possível de alianças – visando à eleição do presidente da Embratur, Flávio Dino, ao governo do Estado – e que, para isso, deve oferecer “palanque aberto” para a disputa de presidente da República. 

Os comunistas namoram, por exemplo, partidos como o PSDB, do senador e presidenciável Aécio Neves; o PSB, do governador de Pernambuco, Eduardo Campos; o PT da presidente Dilma Rousseff e até a sigla a ser criada pela ex-ministra Marina Silva. Qualquer partido que quiser apoiar a candidatura de Flávio Dino terá espaço para o seu respectivo candidato a presidente da República.

Nos bastidores, o PCdoB articula para garantir o apoio do PSDB, “noiva cobiçada” para as eleições de 2014, e as conversas não param. A todo instante, contatos são feitos com os principais interlocutores, laia-se o deputado federal Carlos Brandão, presidente do partido; e os deputados Gardenia Castelo e Neto Evangelista. 

A “guarda comunista” faz o mesmo com as demais siglas que deseja atrair. Sabe que a hora não é de brigar com ninguém. As eleições passadas serviram de exemplo e agora a oposição parece que está mais atenta.

Cenário para 2014 – Rubens Júnior acredita que o cenário político para 2014 é muito mais favorável hoje à oposição em comparação com o de 2010. Segundo ele, hoje há um nome forte, conhecido e com potencial eleitoral contra um candidato mais fraco do lado do grupo Sarney ao contrário do que ocorreu há quatro anos.

Para o deputado, o grupo Sarney está fragilizado com tantas mazelas na administração estadual que hoje conta com uma oposição mais atenta e combativa para denunciar os desmandos do governo. Isso, teoricamente, segundo o parlamentar, favorece o cenário para uma eleição de Flávio Dino.





Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.