EM DEFESA DA BLOGUEIRA CUBANA: De mulher para mulher

Blogueira cubana incomoda porque não se curva à ditadura
Muito me entristece a forma grosseira como uma desprezível parcela de hipócritas e debilóides esquerdistas tratam, aqui no Brasil, a jornalista e blogueira cubana, Yoani Sanchéz, que ficou, mundialmente, famosa por expor o cotidiano da Cuba dos Castros em seu blog “Generación Y”.

Como blogueira e também jornalista, eu não poderia deixar de me reportar à grosseria a que  vem sendo submetida Yoani Sanchéz aqui no Brasil. Ao meu ver, isso só envergonha o país. Em uma linha de atuação pouco adotada por mulheres no Brasil e no mundo com denuncismo e crítica, eu também exerço o meu direito e dever de noticiar, informar, analisar, muitas das vezes de forma dura, diante de determinadas circunstâncias.

Em dois meses de blog nesta dita linha dura, já sofri até ameaça anônima, mas segui em frente, porque o que me move é a paixão pelo jornalismo e pelo fazer informar, pelo fazer valer o direito à informação e à análise crítica que cada cidadão tem. Por isso, não posso aceitar que uma colega seja hostilizada desta forma.
A esquerda brasileira odeia Yoani Sanchéz, simplesmente,  porque ela não se submeteu à aviltante condição de propriedade do Estado. Ela voltou ao país por livre e espontânea vontade para cuidar de de sua família e não se limitou a baixar a cabeça e seguir adiante (como compreensivelmente faz a maioria dos cubanos). Ela foi presa, agredida e ameaçada diversas vezes pela polícia cubana. Ela é tratada pelo regime castrista como uma inimiga pública porque denuncia, porque não aceita o autoritarismo e a ditadura.
Logo na chegada a Recife, a blogueira cubana foi fortemente hostilizada por um grupo de defensores da ditadura cubana. Logo depois, foi hostilizada também em Salvador e impedida de dar uma palestra em Feira de Santana na Bahia.

E eu pergunto, onde estão os direitos humanos, a liberdade de expressão, a liberdade de imprensa e o respeito ao ser humano e a um visitante que chega ao nosso país? Será que querem implantar a ditadura cubana aqui no Brasil também? Quanta inconsequência, quanta insanidade… 

O tapa de luvas da blogueira

Mas ao ser entrevistada pelos colegas jornalistas brasileiros, deu um tapa de luvas na cara desses moleques intolerantes ao se referir ao tratamento grosseiro que recebeu. “Foi um banho de democracia e pluralidade, estou muito feliz e queria que em meu país pudéssemos expressar opiniões e propostas diferentes com esta liberdade”. Pense! Por essa, eles não esperavam.

Os idiotas que protestam contra a blogueira têm direito de ser idiotas, mas não têm direito de calar ninguém à força! Essa gente é perigosa e intolerante!

O pior é que não se trata de uma minoria política sem apoio. A nossa mídia esquerdista está empenhada em dar razão aos defensores da ditadura. Alguns dos esquerdistas mais conceituados do nosso país estão aproveitando a visita da blogueira cubana para mostrar seu lado mais autoritário, alá “Fidel Castro”. Querem calar à força uma voz isolada em defesa da liberdade. Sim, disso a liberdade. É isso que Yoani vem pregando em Cuba e é disso que o povo precisa.

Querem calar uma voz

Pelas redes sociais, isso fica bem claro. O “Blog da Dilma” se alegra ao relatar que “O baiano fugiu à regra de povo hospitaleiro com a blogueira cubana Yoani Sánches” (sic). No Twitter, o ator José de Abreu (expoente petista no meio artístico) destila diariamente sua raiva pela blogueira cubana, incitando seguidores a darem-lhe uma “bela recepção no aeroporto“”. Que pensar disto?

Como posso levar a sério gente que acorda cedo para defender a violação de direitos humanos? Para defender um regime assassino e antidemocrático? Pessoas que calam a voz do outro à força! Amantes da violência estatal. Amantes da intolerância! 
Como se vê, Yoani é vítima de um sistema moribundo, mas que ainda pode ser letal. Estamos livres desse tipo de absurdo no Brasil? Sinceramente, pelo que estamos vendo, acho que não. De qualquer forma, Yoani prova que lutar pela liberdade ainda vale a pena.

Força, Yoani! Sou sua fã!

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.