Em manifestação, funcionários da Santa Casa cobram pagamentos atrasados

Um grupo de funcionários da Santa Casa de misericórdia, no Centro de São Luís, amanheceu na porta da unidade hospitalar, nesta quinta-feira (27), reclamando pagamento de direitos trabalhistas, entre estes salários atrasados. Segundo eles, não foram pagos os vencimentos do mês de dezembro do ano passado e o 13º referente ao período. Alegam ainda que estão sem receber o vale-transporte, sem o devido reajuste salarial que já deveria ter sido aplicado e também denunciam que não é recolhido o FGTS e outros encargos sociais.

Os funcionários dizem que só vão suspender a manifestação, quando representantes do hospital forem conversar com a comitiva. Cobram ainda que sejam feitos os depósitos dos pagamentos que eles reivindicam.

De acordo com os manifestantes, a situação de reclames por questões trabalhista é corriqueira na Santa Casa de Misericórdia. Sempre o sindicato precisa ser acionado e os servidores paralisarem as atividades por conta da falta de cumprimento de direitos trabalhistas. Segundo eles, nada é feito para resolver o problema.

Outra reclamação é o excesso de trabalho para alguns funcionários. Na unidade de saúde, pelo menos 300 profissionais estão sem poder cumprir seus horários por terem contraído a Covid-19.

Com os afastamentos, sobrou para os poucos que permanecem no local de serviço. Agora, eles aguardam que a direção se manifeste para resolver o caso.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.