Empresa que construiu canal da Cohab/Cohatrac sofrerá ação judicial



Obra do Canal foi orçada em R$ 13 milhões
O canal da Cohab/Cohatrac que começou a ser construído ano passado, cujas obras ficaram também paradas, não resistiu às fortes chuvas no início desse ano alagando inúmeras áreas nos bairros e causando vários prejuízos à população.

Assim a Procuradoria Geral do Município (PGM) e a Prefeitura de São Luís tomaram providências em face ao problema.

A PGM encaminhou ontem (14) ofício à Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) solicitando cópia integral do processo de contratação da Construtora Centauro Ltda., que construiu o canal. A Procuradoria pretende ingressar com ação judicial contra a construtora.

Em relação às famílias que moram nas áreas de risco, a prefeitura em reunião também realizada ontem, na sede do Centro Social Urbano (CSU), decidiu retirar as famílias do local e indenizá-las.

A desobstrução dos córregos e a limpeza dos canais são algumas das medidas emergenciais tomadas pela administração municipal para diminuir os impactos do período chuvoso para as 45 famílias que residem sobre o canal.

Equipes técnicas e assistentes sociais da Prefeitura de São Luís irão avaliar as estruturas das casas e em dois dias os moradores serão informados sobre os valores indenizatórios.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.