“Eu não sou biscoiteiro”, esclarece influencer que diz ter sofrido “humilhação” em evento

O influencer digital maranhense, Francisco Garcia, de 1,5 milhão de seguidores, publicou vídeo em que faz esclarecimentos e responde a críticas que recebeu em função de ter escancarado suposta “humilhação” durante o evento São João da Thay, que aconteceu no dia 28 de junho, no Multicenter Sebrae, em São Luís. “Não, eu não estava com fome… Eu não sou biscoiteiro”, disse o jovem jornalista ao se pronunciar a respeito da polêmica. Ele ficou conhecido ao gravar vídeos com o pai sobre o dia a dia da família.

Em suas redes sociais, ele publicou um vídeo de pouco mais de nove minutos, esclarecendo a situação. Ele disse que foi “convidado” e que não foi pra lá de qualquer jeito e que a própria digital Thaynara OG pediu a ele divulgação da festa e o colocou em um fly de pessoas vips que estariam no evento.

Francisco Garcia, que também é jornalista, disse que se surpreendeu com a recepção que teve após ter saído de sua cidade Balsas, no interior do Maranhão, para São Luís. Segundo ele, a produção teria lhe tratado mal e sonegado informações sobre a atração e não teve nem indicação de local pra ficar na capital, além de ter sido excluído de um jantar na noite anterior ao evento.

No dia da festa, Francisco disse que foi direcionado a um espaço inferior aos demais convidados vips, que foi dedicado aos artistas locais, da terra, do Maranhão, próximo a um pequeno palco, que ficava ao lado de um banheiro, onde só tinha milho e cocada para comer, enquanto que no lado priorizado e destinado aos artistas nacionais, havia palco grande e comida farta. Ele se sentiu desmerecido e humilhado e saiu em defesa também das atrações típicas do estado que também ficaram nesse setor diferenciado do luxuoso.

“A produção foi muito mal educada, altamente ignorante e sem qualquer condição de tratar alguém. Não me deu informações sobre o evento, não me deu qualquer suporte. Disseram que eu queria ser tratado como a Juliette, mas não, eu queria respeito. Era só me informarem que eu não participaria do jantar do evento, que não teria hospedagem, alimentação ou transporte. Era só eles dizerem que minha participação seria apenas presença física no evento”, desabafou.

O influencer digital reclamou ainda que o espaço dedicado aos artistas maranhenses era desconfortável, pequeno, quente e fora do circuito. “A própria Thaynara, no início da carreira, já falou em entrevistas como ficou magoada com alguns tratamentos que teve fora do estado, por ser nordestina. E eu me senti assim no evento dela”, afirmou.

Disse ainda que se magoou com o tratamento dado à mãe, uma senhora de mais de 60 anos, que estava sem lugar para sentar e, cansada, pediu para ir embora. “Se for para separar as pessoas pelo número de seguidores e dar privilégio a quem veio de fora do estado, seria melhor nem convidar a gente. Eu preferia muito mais não ser convidado para o evento do que ter passado pela humilhação que passei. E uma dessas, em nome de Jesus, eu não passo nunca mais”, disparou o influncer digital.

Segundo ele, havia mais de 500 influenciadores no evento, do Maranhão e de fora do estado. A polêmica tomou dimensão nacional e, até agora, nem a produção, nem a influencer Thaynara OG se manifestaram sobre o assunto.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.