Famem recomenda adoção de medidas restritivas a municípios

Nesta quarta-feira (3), a Federação dos Municípios (Famem) editou um documento recomendando aos prefeitos e prefeitas do Estado que adotem medidas restritivas para conter a evolução do novo coronavírus no Maranhão. Segundo o documento, com o aparecimento de novas variantes virais, devido às incertezas que elas trazem, há eminente risco de colapso das redes de saúde pública e privada.

Em pronunciamento na manhã desta quarta-feira, o governador Flávio Dino condicionou a distribuição de doses do novo lote de vacinas da Coronavac ao índice de vacinação contra Covid-19 imprimido pelos municípios no estado do Maranhão.

Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde o Maranhão já recebeu 359.249 doses, sendo 139.050 Coronavac e 98 imunizantes da Astrazeneca. O percentual de cobertura no Maranhão hoje é de 61,48%.

De acordo com o Plano Estadual de Vacinação, compete à gestão municipal a coordenação e a execução das ações de vacinação elencadas pelo Plano Nacional de Imunização, incluindo a vacinação de rotina, as estratégias especiais (como campanhas e vacinações de bloqueio) e a notificação e investigação de eventos adversos e óbitos temporalmente associados à vacinação.

Postagens relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *