Gardeninha diz que projeto do VLT precisa ter continuidade em São Luís

Gardeninha defendeu VLT
Em um discurso forte, ríspido e direcionado ao prefeito Edivaldo Holanda Jr  e ao colega Othelino Neto (PPS), a deputada Gardênia Castelo (PSDB) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã desta quinta-feira (21), para defender a ideia de que o projeto do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), deflagrado no ano passado pelo então prefeito João Castelo, deve ter continuidade em São Luís.
“Este projeto não pode ficar abandonado; o VLT é um bem público, é nosso, tem que estar guardado, que a Prefeitura use a Guarda Municipal para preservar o patrimônio público e não deixar o VLT ao relento, como se fosse sucata, quando é um equipamento moderno, novo e adquirido, da forma como manda a lei, com licitação”, argumentou Gardênia Castelo.
Ela acrescentou que, se o Ministério Público concluir a investigação anunciada em relação ao VLT, vai constatar que não houve nenhum desvio de conduta na aquisição do VLT.
“Tanto o projeto quanto a aquisição do bem está totalmente legal, não teve nenhuma maracutaia, nenhuma mutreta, como alguns gostam de dizer, não existe isso”, enfatizou.
  
Abandono – Gardênia Castelo fez questão de frisar também que o projeto do VLT não foi abandonado pelo então prefeito João Castelo: “É preciso a gente responder de uma maneira objetiva, para ficar claro, e dizer que realmente não houve abandono.  Os trilhos foram retirados na atual gestão, não foi na gestão anterior”, ressaltou a deputada.
Além de defender a continuidade do projeto do VLT, Gardênia Castelo salientou que o então prefeito João Castelo trabalhou muito para resolver os problemas de mobilidade urbana  em São Luís, chegando a conceber com sua equipe técnica o projeto do Corredor de Transporte.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.