Gilmar Mendes afirma ter visto preso com ventre aberto na Penitenciária de Pedrinhas

O ministro Gilmar Mendes descreveu o estado de abandono dos presídios brasileiros  e citou o Maranhão, como um caso negativo
O ministro Gilmar Mendes descreveu o estado de abandono dos presídios brasileiros e citou o Maranhão, como um caso negativo

Em entrevista à colunista e jornalista da Folha de São Paulo, Mônica Bérgamo, publicada neste domingo (08), o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, que já visitou presídios de todos os estados do Brasil, admitiu que, no Maranhão, na Penitenciária de Pedrinhas, chegou a ver um dos presos com o “ventre aberto” ao descrever “um quadro de desmando completo, de abandono e de pessoas amontoadas” por onde passou.

A coluna de Mônica Bérgamo destaca que, quando ocupou a presidência da corte, ele visitou presídios em todos os estados do país e chegou a soltar 22 mil pessoas que já tinham cumprido suas penas e mofavam no cárcere.

O tema sobre as péssimas condições dos presídios brasileiros foi abordado pela Folha de São Paulo após a prisão de condenados do mensalão.

TRECHO DA ENTREVISTA DE GILMAR MENDES A MÔNICA BÉRGAMO

Mônica Bérgamo – Quando presidiu o STF (Supremo Tribunal Federal) e o CNJ (Conselho Nacional de Justiça), em 2008, o senhor organizou mutirões carcerários e visitou presídios em todo o país. O que encontrou?

Um quadro de desmando completo, de abandono, de pessoas amontoadas. O preso está mal, com problema de saúde, ele é colocado fora da grade, mas deitado no chão. No presídio de Pedrinhas, no Maranhão, encontramos um sujeito com o ventre aberto. No Espírito Santo, presos estavam num contêiner. Os de cima faziam necessidades nos que estavam embaixo.

VEJA AQUI A ENTREVISTA DE GILMAR MENDES À FOLHA NA ÍNTEGRA

Postagens relacionadas

9 thoughts on “Gilmar Mendes afirma ter visto preso com ventre aberto na Penitenciária de Pedrinhas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.