Governo do Maranhão adere a protocolo com a Rússia para obtenção de vacina contra Covid-19

Durante entrevista coletiva por videoconferência, o governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou que o Governo do Maranhão aderiu, via Consórcio do Nordeste, ao protocolo com o Governo da Rússia para a obtenção de vacina contra o novo coronavírus. As tratativas ocorrem em caráter preliminar.

“O governador da Bahia está, em nome dos nove estados do Nordeste, tratando com empresas e Governo da Rússia sobre a assinatura de um protocolo que garanta o acesso a esse momento de experimentos. Temos buscado esse diálogo visando o futuro abastecimento do nosso estado para a possível vacina produzida, seja naquele país ou em qualquer outro”, afirmou Dino.

Se concretizada, esta será a terceira tentativa do Maranhão e do Consórcio Nordeste de fazer negócios internacionais relacionados à pandemia do novo coronavírus.

“O primeiro lote da nova vacina contra a covid-19 foi produzido no Centro de Pesquisas Gamaleya”, anunciou o ministério da Saúde da Rússia em um comunicado citado pelas agências de notícias do país.

Em associação com o ministério russo da Defesa, o presidente Putin afirmou que uma primeira vacina “bastante eficaz” foi registrada na Rússia pelo Centro de Pesquisas de Epidemiologia e Microbiologia Nikolai Gamaleya, em Moscou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *