Helena Duailibe crava 16 apoios e já ameaça Pereirinha

Candidatura de Helena cresce nos bastidores
Fonte com bom trânsito entre as duas articulações visando à Presidência da Câmara Municipal garantiu a este blog que a vereadora eleita Helena Duailibe (PMDB) já reúne 16 votos, contados como certos, ao projeto de candidatura à cadeira número 1 (hum) do Legislativo; e se a eleição fosse hoje, poderia se considerar eleita por apenas um voto de diferença.


O principal e único adversário, Isaías Pereirinha (PSL), contaria com 15, deixando a disputa bastante acirrada e indefinida para o próximo dia primeiro de janeiro.  31 parlamentares votam para decidir a eleição na próxima semana.


A articulação em torno de Helena Duailibe (PMDB) que, até hoje, não assumiu oficialmente a candidatura, é feita abertamente nos bastidores da disputa pelos vereadores eleitos Edmilson Jansen (PTC), ex- escudeiro do desistente Ivaldo Rodrigues (PDT), Pedro Lucas (PTB) e Rose Sales (PCdoB).  A peemedebista circula bem no grupo do prefeito eleito Edivaldo Holanda Júnior e nutre boa relação de amizade com o ex-deputado Edivaldo Holanda (o pai).


A candidatura de Helena Duailibe cresce com muita força nos bastidores da disputa e foi o fator decisivo para a desistência, anunciada na última segunda-feira (24), de Ivaldo Rodrigues, que tentava se viabilizar pelo mesmo grupo da peemedebista.


Além disso, os vereadores da articulação pró-Helena Duailibe trabalham para reduzir, cada vez mais, o número de apoios em torno de Pereirinha e atraem os parlamentares para negociações. E com isso, vêm contabilizando defecções importantes, porém ainda não públicas, do outro lado.


A briga esquenta, mas o desfecho final está bem próximo. E se engana quem pensar que o ex-deputado Edivaldo Holanda (o pai) não tem poder de articulação para definir o pleito. Quando, de fato, acordar, Pereirinha já pode ter perdido a eleição! E “Inês estará morta”!

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.