Holandinha, provavbelmente, não se posicionará no primeiro turno

Holandinha deixa PDT para arriscar tudo nas eleições do ano que vem

O ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, anunciou oficialmente a sua saída do PDT, na manhã desta sexta-feira (7), após uma reunião com o senador Weverton Rocha, presidente da sigla no Estado. Decidiu arriscar tudo para seguir “voo próprio”.

Na publicação divulgada em suas redes sociais, Edivaldo agradeceu o apoio recebido durante os cinco anos em que esteve no partido e informou que “seguirá novos rumos”.

Nos bastidores políticos, especula-se que a saída do ex-prefeito do PDT sinaliza que ele deve buscar outro partido para tentar entrar na disputa majoritária, possivelmente, para uma candidatura ao governo. Para os mais céticos, ele apenas estarua buscando viabilidade eleitoral para disputar mandato no Legislativo, Câmara Federal ou Assembleia.

Certo mesmo que a finalidade de Holandinha é a eleição de 2022. Ele percebeu que perdeu espaço no PDT, que tem Weverton como pré-candidato ao governo, e agora precisa se reagrupar para “voos” futuros e sobrevivência política.

Recentemente, o presidente estadual do PSD, deputado Edilázio Júnior, colocou a legenda à disposição de Edivaldo, caso pretenda disputar o Governo do Maranhão.

O PSD já sinalizou que busca uma via alternativa para as eleições de 2022. Pode ser por aí. Holandinha deve arriscar tudo.

Postagens relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *