Imperatriz, a “Veneza” do Maranhão, e o drama das enchentes…

População ribeirinha sofre com cheias do Rio Tocantins
População ribeirinha sofre com cheias do Rio Tocantins
Triste cenário de enchentes que se repete todos os anos em Imperatriz
Triste cenário de enchentes que se repete todos os anos em Imperatriz

As enchentes provocadas pelo transbordo do Rio Tocantins, neste período de transição entre o verão e o período chuvoso, provocam tristes cenas de enchentes que se repetem todos os anos em Imperatriz, segunda maior cidade do Maranhão, e municípios vizinhos.

Famílias estão deixando suas casas para lugares mais seguros, outras ficarão desabrigadas por conta do transbordo do rio Tocantins. A cidade mais atingida é Imperatriz (617 km de São Luís). Os municípios vizinhos de Porto Franco e Estreito, ambos na região sul, também sofrem com alagamentos.

O nível do rio Tocantins subiu há uma semana. As pessoas sofrem com a perda de móveis e utensílios (danos materiais) e com o pavor de ficarem desabrigadas novamente.

Assistência precária 

Nos abrigos, as famílias temem doenças, alimentação precária e péssimas condições de alojamento com assistência, cada vez mais, precária por parte do poder público.

O Rio Tocantins é o segundo maior totalmente brasileiro (perde apenas para o Rio São Francisco). A maior cheia  foi em março de 1980, período na qual o nível em Tucuruí aumentou cerca de 20 metros.

Em 8 de março desse ano, Marabá ficou praticamente submersa com as cheias do rio.

Postagens relacionadas

4 thoughts on “Imperatriz, a “Veneza” do Maranhão, e o drama das enchentes…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.