MEMÓRIA DE PEDRA – Os sambaquis e a história dos primeiros habitantes de São Luís…

Marcos Saudanha, acompanhado do arqueólogo
Deusdédith Leite, durante visita aos sítios arqueológicos
O jornalista e historiador Marcus Saldanha reapresentou o documentário “Memória de Pedra em São Luís”, no sábado (5), na Feira do Livro, na Praça da Juventude (Valdelino Cécio). Após a exibição, houve um bate-papo com o autor sobre a arqueologia pré-colonial na Ilha de São Luís. O convite partiu do poeta e jornalista Celso Borges, curador da FeliS que produziu um poema inédito que é o fio condutor da narrativa do filme. 
Memória de Pedra foi produzido às vésperas das comemorações dos 400 anos de fundação da cidade de São Luís e propõe uma reflexão sobre o passado ancestral dos primeiros habitantes, anteriores aos índios encontrados pelos europeus, denominados na literatura arqueológica pré-colonial de “paleoíndios”. 
Segundo Marcus Saldanha, estes primeiros habitantes da Ilha chegaram seguindo curso de rios, na busca de alimentos, seja de caça, coleta ou pesca. Por milhares de anos, ocuparam o que viria a ser o Maranhão. O filme visa também valorizar o trabalho minucioso de profissionais da Arqueologia e História na reconstrução de um acervo a partir de artefatos de pedra, utensílios de cerâmica e restos do que um dia foi moradia desses seres humanos, como por exemplo, os sambaquis.
“Infelizmente, a maior parte dessa história encontra-se enterrada no subsolo por falta de pesquisa, sendo ignorado por moradores que encontram este tipo de material e o descartam e principalmente, sem ações adequadas do Poder Público.”, denuncia. 
O documentário em sua ampla capacidade de registrar experiências da realidade com liberdade e particularidades narrativas pode servir como elemento de sensibilização da sociedade na preservação do acervo pré-colonial da Ilha de São Luís, no sentido de conhecer e valorizar a “memória de pedra”, a saber, memória arqueológica pré-histórica.

Sinopse:

O filme aborda a questão do patrimônio arqueológico pré-colonial da Ilha de São Luís, no ano de comemoração dos 400 anos da fundação da cidade, através de depoimentos de especialistas e da comunidade que vive próximo e até sobre os sambaquis, sítios pré-coloniais onde viviam os “empilhadores de conchas” há milhares de anos, muito antes dos europeus e dos tupis. 

Informações Técnicas:

Gênero: Documentário – DVD – Colorido

Tempo: 40 minutos

Roteiro e Direção: Marcus Saldanha

Produção: Marcus Saldanha e Jacelena Dourado

Imagens: Rafael Pinheiro

Edição: Wesley Costa

Trilha Sonora Original: Luís Fernando Soares

Participação Especial: Celso Borges (narrando o filme com poemas inéditos)

Sobre o autor:

Marcus Saldanha é professor de história e jornalista. Nasceu em Brasília, mas desde criança mora em São Luís. Apaixonado por viagens percorreu mais de 160 cidades do Maranhão e conheceu de perto muitos dos sítios pré-coloniais maranhenses. Em 2003 escreveu seu primeiro livro “História do Maranhão” com um capítulo dedicado ao tema e em 2012 lançou seu primeiro filme: Memória de Pedra.

Postagens relacionadas

One thought on “MEMÓRIA DE PEDRA – Os sambaquis e a história dos primeiros habitantes de São Luís…

  1. Fico muito feliz por esse resgate. O Maranhão precisa conhecer melhor seu passado pré-histórico para entender melhor como as suas populações, ao longo do tempo, formaram por ocupações sucessivas nosso vasto território.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.