Mesmo com presença da PM, mortes continuam em Pedrinhas…

Militares reforçam Segurança na Penitenciária de Pedrinhas
Militares reforçam Segurança na Penitenciária de Pedrinhas, mas mortes continuam no presídio

Mesmo depois que a Polícia Militar entrou para ajudar na segurança do Complexo de Pedrinhas, a Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária do Maranhão (Sejap) confirmou, na tarde desta quinta-feira (2), a morte de Sildener Pinheiro Martins, de 19 anos, conhecido como ‘Bolinha’. Este já é o segundo detento encontrado morto no presídio, nesses primeiros dias deste ano.

O Complexo de Pedrinhas, maior penitenciária do Estado, é hoje comandado por facções criminosas que não respeitam nem mesmo a presença da Polícia Militar. O governo Roseana Sarney perdeu o controle, praticamente, total da situação que se tornou notícia negativa diária em rede nacional.

Desta vez, a morte foi no bloco Alfa do Centro de Detenção Provisória (CDP), conhecido como Cadeião. O detento era da sala 6 e foi encontrado morto na sala 13.
As causas da morte ainda não foram confirmadas.

O primeiro morto este ano

Na madrugada desta quinta-feira, o preso Josivaldo Pinheiro Lindoso, de 35 anos, foi encontrado morto com sinais de estrangulamento na Cela 9, do Centro de Triagem de Pedrinhas, em São Luís.

Na última semana, ainda em dezembro de 2013, sete presos foram mortos em cadeias do Maranhão.

Em todo o ano passado, de acordo com o relatório do Conselho Nacional de Justiça, entregue na última sexta-feira do ano (27), 60 detentos morreram nos presídios.

Postagens relacionadas

18 thoughts on “Mesmo com presença da PM, mortes continuam em Pedrinhas…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.