Na tribuna, deputado diz que não é homofóbico e que deixa PCdoB à vontade para qualquer decisão

Fernando Furtado fez retratação aos indígenas, homossexuais e ao PCdoB
Fernando Furtado fez retratação aos indígenas, homossexuais e ao PCdoB

O deputado estadual Fernando Furtado (PCdoB) se retratou na tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão desta terça-feira (22), sobre declarações pejorativas que fez em relação aos índios. Reiterou tudo que está na nota enviada à Imprensa, na segunda-feira (21), e garantiu que nem o PCdoB, nem o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), têm culpa de suas atitudes e que tudo que disse é, unicamente, de responsabilidade sua. Disse que não é homofóbico e que deixa o partido à vontade para tomar a decisão que achar correta e necessária.

“Eu, deputado Fernando Furtado e cidadão, reitero minhas sinceras desculpas a toda a população do nosso Estado e quero dizer que nunca fui e não sou e jamais serei homofóbico. Também nunca preguei não prego e jamais pregarei o ódio contra qualquer camada da sociedade,” afirmou na tribuna ao se retratar com indígenas, homossexuais,  PCdoB e o povo do Maranhão.

De acordo com o parlamentar, os áudios divulgados pela imprensa, nos últimos dias, foram gravados durante uma audiência pública realizada no município maranhense de São João do Caru, no dia 04 de julho, onde ele teria participado a convite da Associação de Produtores Rurais de São João do Carú – MA (APROCARU).

“Gostaria de reforçar que, em nenhum momento, tive a intenção de macular a imagem do povo indígena que muito contribuiu para a formação do povo brasileiro, em especial do Maranhão. Infelizmente, me deixei levar pelo calor do momento e acabei falando o que não condiz com o meu pensamento e minha formação,” disse.

Fernando Furtado reiterou que seu trabalho sempre foi a serviço da população maranhense, sem distinção de raça, gênero ou religião, sempre na defesa dos direitos de todos e à frente das lutas pela garantia da igualdade e dos direitos humanos, como prega o nosso partido PCdoB.

Postagens relacionadas

5 thoughts on “Na tribuna, deputado diz que não é homofóbico e que deixa PCdoB à vontade para qualquer decisão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *