Navio ancorado no Maranhão entra em quarentena após três indianos com covid serem internados em hospital de São Luís

Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que o navio MV Shandong Da Zhi, que está ancorado no Maranhão, foi posto em quarentena pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para avaliação clínica dos tripulantes e investigação epidemiológica dos casos suspeitos de covid.

Segundo informações, mais dois indianos foram transferidos ao Hospital UDI para tratar a COVID-19. O primeiro diagnosticado já estava internado desde a última quinta-feira (13), quando teve sintomas moderados da doença.

Confira a nota na íntegra:

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informa que, neste domingo (16), uma equipe técnica inspecionou o navio “MV SHANDONG DA ZHI” para avaliação clínica dos tripulantes, coleta de amostras para diagnóstico da Covid-19 e investigação epidemiológica dos casos suspeitos. Toda tripulação foi colocada em quarentena e isolada em cabines individuais na embarcação. O navio permanece em alto mar, na área de fundeio, e não chegou a atracar no porto, em São Luís.

Durante a inspeção, 23 amostras do tipo PCR foram coletadas, sendo 21 de pessoas assintomáticas e duas de pessoas sintomáticas. As amostras coletadas foram encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (LACEN/MA) e para o Instituto Evandro Chagas (IEC), em Belém, que fará o sequenciamento genômico.

Sobre os dois tripulantes sintomáticos, o comandante da embarcação foi orientado a proceder com a transferência destes para unidade de saúde para acompanhamento médico, de acordo com os protocolos de emergência em saúde pública. O primeiro tripulante a testar positivo para Covid-19 segue internado em hospital da rede privada.

Segundo levantamento, os 24 tripulantes embarcaram no navio “MV SHANDONG DA ZHI” na África do Sul, na Cidade de Cabo. A Secretaria segue acompanhando o caso, sob coordenação da ANVISA, do Governo Federal.

 

 

Postagens relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *