Nova Lei das Empregadas Domésticas causa demissões em São Luís

Empregadas domésticas enfrentam as consequências da nova Lei


A PEC das Domésticas continua a causar apreensão em muitos trabalhadores do lar. Em São Luís, está havendo demissões e redução dos dias trabalhados por conta das exigências da lei. Com o aumento dos custos devido aos novos direitos garantidos, as empregadas estão perdendo seus empregos. 

Nas casas onde trabalhavam três dias por semana, as empregadas passam a vir somente uma ou duas vezes na semana, quando não são totalmente dispensadas por conta da apreensão, por parte do empregador, de ser levado depois à Justiça.
A situação das empregadas mensalistas ainda é pior. Elas estão sendo demitidas ou, em alguns casos, remanejadas para até dois dias na semana.
Demissões – Segundo dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Brasil é o país com mais pessoas nessa categoria – um contingente de 7,2 milhões.
A organização estima que até 815 mil domésticas podem perder o emprego devido às novas regras. Em janeiro, a Doméstica Legal fez uma pesquisa com 2.900 empregadores, e nada menos que 85% (2.465) disseram que demitiriam caso a PEC fosse aprovada, o que terminou ocorrendo.
Especialistas avaliam ainda que, além do desemprego, a nova PEC está aumentando a informalidade, levando empregados e patrões a decidirem não assinar a Carteira de Trabalho dos empregados.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.